8º Festival Antonio Manzione acontece na próxima sexta em PG

Por Lorena Flosi

Na próxima sexta-feira (25), às 19 horas, o Teatro Municipal Serafim Gonzalez recebe a oitava edição do Festival Antônio Manzione, intitulada de Dando Cordas. Ótima pedida para quem aprecia música de cordas, o festival reúne diversos grupos de cordas da Cidade e região, em uma apresentação eclética, permeando diversos estilos musicais. A entrada é gratuita, e os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência. O Teatro Serafim Gonzalez é parte do complexo cultural Palácio das Artes, e fica na Av. Pres. Costa e Silva, nº 1600. Informações pelo 3496-5715.

Inserido no Calendário Oficial de Eventos do Município em 2015, o Festival Antonio Manzione já é um evento aguardado pelos amantes do estilo musical. Este ano, contará com a participação dos grupos Camerata de Violões de Praia Grande, com participação do Porto das Artes, Chorões do Palácio e Grupos de Violões Tabajara da Cruz, todos de Praia Grande. Como convidados, participam Cordas Bancárias de Violões e Camerata Manzione de Violões. São convidados especiais a Orquestra de Violões de Mongaguá, Dupla de Violas João Victor e Marcos Vinícius e Grupo de Cavaquinho de Agenor de Campos.

“Neste ano, a proposta é de um Festival democrático e de grande qualidade cujo título brinca com a variedade de instrumentos: Dando corda”s”, ressalta o diretor do departamento de gestão cultural da Sectur, Renato Paes. “A proposta consiste em reunir diversos instrumentos de cordas, além do violão, como viola caipira, cavaquinho, banjo, bandolim e guitarra”.

Antonio Manzione

O maestro Antonio Manzione é formado com distinção pelo Conservatório Dramático e Musical de São Paulo em 1961 na classe do grande mestre Isaías Sávio, pai do violão brasileiro. Em 1962, tornou-se Assistente da Cátedra. Entre os principais prêmios obtidos por ele estão: Destaque no Seminário Internacional, em Porto Alegre, em 1969; Medalha Villa-Lobos no 25º ano da morte do grande maestro no Seminário Internacional.

Também: “Poeta das Cordas” pela União Brasileira de Trovadores (UBT); Título de “Imortal” pela UBE (União Brasileira de Escritores na Assembléia Legislativa de São Paulo). Promoveu o I Seminário Santista de Violão em 1972, conseguindo o número recorde de 712 inscritos e realizou uma apresentação com 1001 alunos, documentada pelo programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão (1984).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s