Sala de leitura estimula o interesse de alunos pela escrita e literatura em Itanhaém

Prefeitura de Itanhaém

Usar a escrita para compartilhar pensamentos e experiências tem se tornado uma prática muito comum entre os estudantes da Escola Municipal Aparecida Soares Amêndola, bairro Vila Nossa Senhora do Sion, no projeto que incentiva a formação de jovens escritores. Esse e outros trabalhos ganharam força no último dia 18 com a inauguração da sala de leitura ‘Carlos Alberto do Nascimento’, homenagem ao antigo professor de Matemática, falecido em 2010, vítima de câncer.

Um ambiente para estimular a criatividade. Essa é a premissa da sala de leitura que se transformará em palco para apresentações culturais, contação de histórias e inspiração para jovens escritores. Além deste local, os estudantes têm a biblioteca, que, hoje, disponibiliza mais de 500 obras de grandes nomes da literatura nacional e internacional.

“Existe uma grande diferença entre a biblioteca e a sala de leitura. Na biblioteca há muitos livros, mas o ambiente é mais sério. Já a sala de leitura, que também possui gibis e livros, é um local mais despojado que estimula a nossa imaginação. É mais um espaço dedicado aos alunos”, comemora a aluna Ana Khadyja Mendes Abib, de 11 anos, do 6º ano. Ela explica que escreveu um livro baseado em lendas urbanas. “Quem quiser conhecer meu livro, tem apenas que comparecer à sala de leitura. Adorei o projeto”. Os trabalhos produzidos pelos estudantes são exibidos na sala de leitura.

A ideia de inserir uma sala que estimule a criatividade surgiu justamente em um bate-papo entre docentes. Na conversa, uma professora relatou experiências vivenciadas em uma de suas viagens. “Legal é que enquanto ela contava, eu ficava imaginando a cena, os lugares, enfim, tudo. A partir daí, surgiu a proposta de criarmos um ambiente lúdico para que os alunos tenham a mesma experiência”, conta a assessora pedagógica, Alessandra Aparecida Sales Cavalcanti.

Para o professor de Língua Portuguesa, Israel Correia Cordeiro, o espaço é importante porque além de ser lúdico, serve de inspiração para os jovens. “A ideia de escrever livros é antiga, mas coincidiu com a inauguração da sala de leitura. Trabalhei em aula lendas urbanas para despertar o imaginário dos alunos”, conclui.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s