De Arrabal, ‘A Oração’ da Cia Los Puercos em cartaz na OC Oswald de Andrade

Por Luiz Campos

A Cia Los Puercos entra em temporada com o espetáculo ‘A Oração’, de Fernando Arrabal. As sessões são gratuitas e ocorrerão de 16/jan até 14/fev, às 20 horas, na Oficina Cultural Oswald de Andrade (R. Bom Retiro, 363, Bom Retiro, São Paulo). No dia 11/mar, o espetáculo estará em cartaz no Teatro Municipal de Araxá (MG).

Em seu novo projeto, a Cia. Los Puercos, mergulha novamente no universo absurdo, apenas na dramaturgia, de Fernando Arrabal. Tendo já trabalhado fragmentos do texto Fando&Lis no espetáculo As mulheres do guarda-chuva perdidas numa noite suja (2015), aprofundam-se nas pesquisas dessa mesma linhagem agora dando a vez com o texto ‘A Oração’ (Oraison), que por sua vez foi escrito em 1957 e montada em teatros do mundo inteiro.

A escolha deu-se pelo período atual conturbado que enfrentamos, visto a atemporalidade do texto que muito nos remete as decisões políticas baseadas na religiosidade em um Estado laico, e pelo nosso ofício que nos permite usar a arte como instrumento de luta e resistência. Arrabal critica minuciosamente e com uma genialidade inefável tornando assim impossível passar despercebido por um texto que escancara tanto nossas questões sociais.

No enredo, o descobrimento da Bíblia, até então desconhecidos para as personagens de Arrabal em A Oração, fazem com que trilhem caminhos sinuosos onde a salvação de todos os pecados é também o maior obstáculo. Em contrapartida ao livro sagrado, suas questões esbarram no recente passado e no miserável presente. O livro é a esperança e a contradição, pois percebem que nada do que viveram foi digno perante as leis cristãs. Um diálogo que envolve os princípios humanos e suas falhas, mas acima de tudo o obstáculo que somos em nosso próprio caminho.

“Arrabal apoiou desde o início a apresentação do seu espetáculo pela Cia. Los Puercos. Nos dando não só os direitos de montagem no Brasil deste espetáculo, mas também, divulgando em suas redes sociais todo material deste espetáculo. Já Sérgio Mamberti colabora com espetáculo emprestando sua voz e o Gregório Duvivier cede uma de suas crônicas para colocarmos no espetáculo”, comenta o diretor Luiz Campos.

Ficha Técnica
Texto: Fernando Arrabal
Crônica: Gregório Duvivier
Direção: Luiz Campos
Voz (em off): Sérgio Mamberti
Elenco: Giovanna Marcomini – Fidio; Nathalia Nigro – Lilbe
Corpo entrada: Gustavo Garcia
Cenário e figurino: Eluane Fagundes
Maquiagem: Tatiana Rangel
Iluminação: Juliana Sousa
Sonoplastia: Luiz Campos
Fotografia: Iara Marcek
Produção: Cia. Los Puercos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s