Escola de Bailado de Santos é reformada junto da iniciativa privada

Por Secult Santos

A Escola de Bailado Municipal de Santos (EBMS), localizada no Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias), começa o ano de 2017 em festa. Numa parceria com a empresa de materiais elétricos Gimawa, com custo zero para a Prefeitura de Santos, as principais salas da tradicional e premiada escola de dança da Cidade, mantida pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), foram reformadas.

Os espaços receberam nova iluminação (em led), pintura, decoração alusiva à dança, instalação de galeria fotográfica, móveis novos, eliminação de infiltrações (com impermeabilização do teto) e instalação de aparelho de ar-condicionado. Também foi feita a reforma dos camarins e do setor administrativo, que agora possui cômodo especialmente projetado para abrigar os inúmeros troféus conquistados pelas bailarinas.

Murilo Netto, à frente do Departamento de Formação e Pesquisa Cultural da Secult (Deforpec), que gerencia o balé, no acerto da parceria, comentou a importância do trabalho, realizado em 20 dias e inaugurado na manhã desta segunda-feira (16). “É emocionante. O balé foi inaugurado em 1960, antes mesmo de existir o Teatro Municipal. A Secult tem muitos equipamentos, o que requer um orçamento grande para que possa cuidar de tudo. É incrível quando encontramos empresários sensíveis a essa situação. Existem pessoas que não pensam apenas no crescimento de sua empresa, mas que também têm preocupação social”.

A bailarina e coreógrafa Renata Pacheco, coordenadora da EBMS, ficou emocionada com o resultado. “Iniciativas como esta fazem com que as pessoas que trabalham aqui desenvolvam suas tarefas melhor. É importantíssimo que elas se sintam bem no lugar em que estão. A equipe merecia toda essa estrutura, esse carinho, essa escola tão linda como ficou”.

O empresário Gilberto Pedroni, responsável pela reforma, comentou a ação. “A Gimawa está há 30 anos no mercado. Já apoia projetos como o Instituto Neymar, em Praia Grande, e a Instituição Adere, que trabalha com deficientes intelectuais. Também fundamos o Museu da Lâmpada, em São Paulo, numa parceria com a prefeitura, e temos uma filial em nossa loja de Santos. Eu pude observar o esforço das crianças, o empenho do grupo e da Renata Pacheco. Isso me comoveu. Então tomei a frente desse projeto”.

Inscrições para 2017

A EBMS anunciou as datas para as inscrições de 2017. O processo seletivo ocorre nos dias 2, 3, 6 e 7 de fevereiro, das 8h30 às 12h e das14h às 18h, no Centro de Cultura Patrícia Galvão. As candidatas e candidatos devem comparecer ao local portando uma foto 3×4, certidão de nascimento (ou RG) e comprovante de residência. É necessário ter entre 7 a 10 anos de idade para ingressar nas categorias de base. Para os anos mais avançados, os bailarinos e bailarinas devem possuir experiência e ter até 18 anos de idade. Menores de idade devem estar acompanhados de um responsável legal devidamente identificado. Mais informações pelo tel. 3226-8000.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s