Com Litoral Cypher, danças sociais do hip hop têm programa especial em Santos

Por André Azenha

O movimento hip hop vem se fortalecendo cada vez mais em Santos. Os quatro elementos – dança, rima, discotecagem e grafitti – dessa cultura originada no South Bronx de Nova York no fim dos anos 70 tem servido de inspiração e influência para que jovens encontrem caminho para a cidadania. De 23 a 25 de junho a cidade receberá o  Projeto Litoral Cypher, tendo como foco as danças sociais do hip hop, que reúnem estilos como Breaking, Popping, Locking, Krump e Freestyle.

Idealizada pelo BBoy Cachorrão, a programação gratuita terá início dia 23, uma sexta-feira, 19h, na Concha Acústica, quando o público poderá conferir um show case de Mad Feeling, um pocket show de Mayarah Magalhães e discotecagem do DJ Gato Magro.

“Trata-se de um encontro de amantes da dança urbana embalado com a Cultura Break Beat: mais conhecida como uma música que se caracteriza pelos samples de ritmos do Hip-Hop, Funk Soul e do Electro. São convidados Dee Jays especialistas nesta vertente musical que apresentarão suas listas musicais para os (as) dançarinos (as). Tudo isso no tradicional par de tocas discos que é uma marca dos anos 70 que atravessa a séculos na Cultura Hip Hop aos tempos de hoje”, explica BBoy Cachorrão.

“Além da dança, carro-chefe deste projeto, teremos pocket shows musicais com repertórios autorais do gênero musical rap e workshops com arte educadores da cena artística das danças sociais do Hip Hop”, explica o artista e produtor cultural.

Com formato itinerante, a iniciativa com apoio institucional do Facult, da Secretaria Municipal de Cultura, visa também promover a formação de público no município para a cultura, a reflexão, e a democratização de acesso às artes. Por isso acontecerão apresentações nos Centros Culturais Patrícia Galvão (Vila Mathias) e Dale Coutinho (Zona Noroeste).

Workshops: A proposta é que o público participe das ações com troca de ideias e a demonstração e aplicação de técnicas e habilidades com estimulo dos arte educadores que mostram suas habilidades na suas vertentes do breaking dance.

Show Case – Nesta ação será proposta uma coreografia com uma Crew (equipe) de BBoys/Girls de aproximadamente 15 minutos de apresentação. A mostra retratará um pouco de suas vivências e a história do Breaking Dance ao longo do tempo através da expressão corporal.

Pocket Shows – A programação contará com talentos musicais da região: da nova e velha escola do rap e do soul com repertórios autorais.

Cypher – Sessão é aberta ao público e aos amantes do Break Dance e suas vertentes na dança urbana. Ao embalo do DJs residentes e convidados tocarão desde Break Beat às vertentes mais contemporâneas.

PROGRAMAÇÃO:

Sexta-feira, 23 de junho
Local: Concha Acústica
Horário: das 19h às 21h30.
Apresentações: Mad Feeling – Show Case; Mayarah Magalhães – Pocket Show; DJ Gato Magro – Discotecagem

Sábado, 24 de junho
Local: Centro Cultural Patrícia Galvão.
Horário: 15h às 19h.
Apresentações: Popin Zoio – Workshop; Maltrapilhos – Pocket Show; DJ Mamuth – Discotecagem

Domingo, 25 de junho
Local: Centro Cultural e Esportivo Dale Coutinho.
Horário: 14h às 18h
Apresentações: BBoy Andrezinho – Workshop; Criminal D e Gangue de Rua – Pocket Show. DJ Niko – Discotecagem.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s