Arquivo da categoria: Artes visuais

Com 130 vagas, Estação das Artes abre inscrições até esta sexta-feira

Por Lincoln Spada

Artes plásticas e artesanato são os segmentos contemplados nos novos cursos livres oferecidos gratuitamente na Estação das Artes. Ao todo 130 novas vagas são abertas neste semestre pela iniciativa da Prefeitura de Cubatão via Secretaria da Cultura. O período de inscrições é de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 12 horas e das 13 às 16 horas, até o dia 4 de agosto, na Avenida Nove de Abril, 2800, Vila Nova.

Os interessados devem apresentar RG e comprovante de residência. No caso de inscrições para menores de idade a documentação deve ser de seus responsáveis. A partir do dia 1º de agosto serão abertas 13 turmas diferentes, cada uma com 10 vagas disponíveis. Enquanto os cursos de desenho e retrato serão desenvolvidos por Julieta Wisniewski, as formações relacionadas à arte infantil e à papietagem serão ministradas por Maria Helena Silva.

Julieta é professora e artista plástica (Unisanta), com especialização em desenho artístico e pintura acadêmica (Academia de Artes de São Paulo) com trabalhos expostos pelo Brasil, Canadá e Austrália. Por sua vez, Maria Helena é professora de artes e educação ambiental (Unifesp), sendo artista plástica com ênfase em peças artesanais, recicláveis e design de moda.

Conheça os cursos

No próximo semestre, às segundas-feiras, haverá curso de desenho artístico para alunos a partir de 13 anos (das 13h30 às 16h30) e a partir de 16 anos (das 19 às 22 horas). Às terças-feiras serão atividades de retrato em grafite e coloração (das 13h30 às 17 horas e das 19 às 22 horas), ambos para interessados a partir de 14 anos.

Já às quartas-feiras, a Estação das Artes terá aulas de arte infantil voltadas às crianças de 7 a 8 anos (classes das 10 às 11h30, das 13h30 às 15 horas e das 15 às 17h30). No mesmo dia, das 13h30 às 16h30, o local contará com turma de desenho artístico, para alunos acima de 13 anos.

As quintas-feiras serão reservadas para cursos de iniciação ao desenho (das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas), para alunos de 9 a 12 anos. Também, à tarde, interessados de 7 a 8 anos podem ter aulas de arte infantil (das 13h30 às 15 horas e das 15 horas às 17h30). Por sua vez, às sextas-feiras, das 13h30 às 17h30, o espaço conta com curso de papietagem, para interessados acima de 12 anos.

Oficina de fotografia expande aptidões culturais em PG

Por Prefeitura de Praia Grande

Na tarde de terça-feira (25), mais de 30 alunos participaram do encerramento da Oficina de Fotografia – Especial Férias e o encontro ocorreu na sede da Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve), que está localizada no Bairro Tupi. O objetivo do curso foi desenvolver as aptidões culturais e artísticas, integrando os alunos por meio da fotografia.

O subsecretário de Assuntos da Juventude, Augusto Schell, agradeceu aos alunos, que durante cinco encontros participaram ativamente do curso. “Essa segunda turma teve uma grande procura e esperamos que na próxima tenhamos ainda mais participantes”.

A aposentada Sueli Barreira Peres, de 63 anos, ficou sabendo do curso quando estava fazendo suas atividades nos programa Conviver, que fica no mesmo prédio da Subjuve e, então, resolveu participar. Peres acredita que o curso lhe deu uma nova visão sobre o que é a fotografia. “Nunca tinha participado de nenhum curso dessa área e aprendi a centralizar, a mexer em aplicativos e alguns recursos da câmara. Tenho planos de fazer outros cursos para ampliar meus conhecimentos”, ressalta a aposentada.

O estudante de fotografia e morador de Jundiaí Rafael Pereira, de 19 anos, está passando férias na Cidade e ficou sabendo do curso por intermédio de uma amiga. Pereira ainda não teve a parte prática na graduação e por isso resolveu fazer o curso. “Estou aprendendo agora um pouco da parte prática e quando voltarem as aulas na faculdade estarei à frente da minha turma”.

A Subjuve realiza diversos programas com o objetivo de integrar a comunidade praia-grandense e está localizada na Rua Xavantes, 51, dentro do Vivência Tupi, no Bairro Tupi. Outras informações sobre os cursos e programas realizados podem ser obtidas pelo telefone: 3496-5684.

 

‘Memórias Gravadas – A Historia de Ruth’ está em exposição no PDA

Por Prefeitura de Praia Grande

A exposição “Memórias Gravadas – A História de Ruth”, da artista Ruth Sprung Tarasantchi, segue até o próximo dia 12 na Galeria Nilton Zanotti, no Palácio das Artes (PDA). Cada imagem criada retrata uma história da infância da artista, vivida no período da II Guerra Mundial. As figuras são povoadas por personagens, sentimentos, paisagens, costumes e lembranças de sua origem judaica.

Para quem ainda não acompanhou de perto os traços marcantes de Ruth Sprung Tarasanthi, mas ficou curioso , a mostra é gratuita e pode ser visitada de terça a sábado, das 14h as 17h30. Nas gravuras autobiográficas da série “A História de Ruth”, narradora e protagonista revelam suas memórias, como num folhear do álbum de fotografias da família, ao redor do qual era tradição contar as histórias dos antepassados.

“A História de Ruth” é dividida e ilustrada em três fases: fase 1 na Iugoslávia; fase 2 na II Guerra Mundial e a fase 3 quando chega e se estabelece no Brasil, onde Ruth afirma o interesse pelas Artes Plásticas, em seus mais diferentes aspectos e passa a frequentar as aulas na Faculdade de Belas Artes de São Paulo.

Localização

A Galeria Nilton Zanotti fica sediada no Palácio das Artes, na Avenida Presidente Costa e Silva, 1.600, Bairro Boqueirão.

 

Confira a programação da 1ª Semana de Fotografia de São Vicente

Por Foto Clube O Frame

No 6º aniversário do Frame comemoramos com a Iª Semana de Fotografia de São Vicente. Porque você participaria deste evento? Para aprender, ter novas ideias, fazer novos amigos e concorrer a brindes.

Durante essa semana serão várias atividades, oficinas, workshop, intervenções artísticas, exposição fotográfica e a feira de negócios. Mas o foco principal é possibilitar novos caminhos, despertar um novo olhar sobre a fotografia e seus diversos segmentos, fomentar a arte, promover a fotografia como instrumento de comunicação, expressão social e cultural.

Participe do “FOTROCA” , criado pelo fotógrafo Ricardo Bissera, o evento promove encontros periódicos entre amadores e profissionais da fotografia para troca de obras e experiências. Os participantes levam uma fotografia de sua autoria (impressa em papel fotográfico, no tamanho de 20X30 cm), assistem a uma palestra com duração média de 1h30 e encerram o evento com sorteios das fotos selecionadas entre os inscritos e livros de fotografia (quando disponível).

As intervenções artísticas acontecerão no sábado e domingo, com apresentação de profissionais do circo, maquiagens artísticas, entre outras atrações. O evento será realizado no Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente – Casa do Barão, na Rua Frei Gaspar 280, Centro – SV

PROGRAMAÇÃO (sujeita a alteração)

Dia 17/07 – 19 horasA abertura do evento com homenagem ao fotógrafo Théo Grahl Trindade.

Dia 18/07 (terça) – 13:00 as 14:00 horas – Documental
Os assuntos abordados serão o uso da fotografia no tratamento de animais no Centro de Triagem e Recepção de Animais Marinhos; foto identificação em projetos de conservação de fauna e usos diversos da fotografia no ramo da biologia, tanto para pesquisa quanto para lazer. Mediador(a): Matheus Conte Pereira. Tempo de apresentação: 1 hora | Vagas limitadas: 20 pessoas | Faixa etária: a partir de 16 anos | Contato E-mail – matheus.pereira@gremar.org.br – matcp@hotmail.com | Telefone: (19) 99243-4795; (13) 99616-3107 | Investimento: 1 quilo de alimento não perecível

Dia 18/07 (terça) – 14:00 as 17:00 horas – Mobgrafia
A Oficina de Mobgrafia traz, de forma prática, a utilização de smatrphones na captura de imagens, utilizando o celular como uma câmera fotográfica eficaz para cenas do cotidiano. Mediador(a): Marcos Rogério Meneghessi. Tempo de apresentação: 3 a 4 horas (ou tempo necessário). | Vagas limitadas: 20 pessoas | Faixa etária: a partir de 16 anos | Contato: E-mail marcosrogerio@marcosrogerio.com.br | Telefone: 13-98167-5098 | Investimento: 1 quilo de alimento não perecível

Dia 19/07 (quarta)– 14:00 as 18:00 horas – Fotografia social
Resumo dos assuntos que serão abordados: Fotografia de casamento; Fotografia de debutantes; Técnicas de direção em ensaios de casais e femininos. Como ser criativo e respeitar as tradições Emoção x Produzido. Do making of da noiva à balada (Técnicas simples para utilizar durante todo o roteiro do evento). Oficina (colocando em prática). Mediador(a): Juliane Garbes. Tempo de apresentação: 3 a 4 horas (ou tempo necessário). | Vagas ilimitadas | Faixa etária: a partir de 16 anos | Contato E-mail – Juliane.garbes@gmail.com | Telefone: 13-996882244 / 13-33552636 | Investimento: 1 quilo de alimento não perecível.

Dia 19/07 (quarta) – 17:00 as 20:00 horas – Fotografia de espetáculos.
Os assuntos abordados serão a análise da iluminação do espetáculo, ética e conduta do fotógrafo. Mediador(a): Flávio Hopp. Tempo de apresentação: 3 horas | Vagas limitadas: 20 pessoas | Faixa etária: a partir de 16 anos | Investimento: 1 quilo de alimento não perecível

Dia 20/07 (quinta)– 14:00 as 17:00 – Fotografia publicitária.
Resumo dos assuntos que serão abordados: Mercado, técnica, estética, produção e relacionamento com agências. Mediador(a): Gino Pasquato. Tempo de apresentação: 3 a 4 horas (ou tempo necessário). Vagas limitadas: 30 pessoas. Faixa etária: a partir de 16 anos. Contato: e-mail: ginophoto@uol.com.br. Telefone: 13 32228732 | Investimento: 1 quilo de alimento não perecível

Dia 20/07 (Quinta) -18:00 as 21:00 – Fotografia Urbana Imersiva.
O workshop oferece aos participantes conhecimentos e práticas sobre a linguagem e a estética afetiva da fotografia urbana de imersão, com foco na expansão criativa da imagem panorâmica, esférica e em 360°, a partir do ensaio cine fotográfico “Verticidades”, realizado pelo cineasta e jornalista Eduardo Ricci, instrutor do workshop. Serão trabalhadas informações sobre os conceitos e técnicas essenciais para o registro imersivo com o uso de câmera 360°, com tecnologia 4K, celular ou tablet. Mediador(a): Eduardo Ricci. Tempo de apresentação: 3 a 4 horas (ou tempo necessário). Vagas limitadas: 30 pessoas | Faixa etária: a partir de 16 anos | Contatos: Tel.: (13) 982 304 599 | E-mail: cinericci@yahoo.com.br | Investimento: 1 quilo de alimento não perecível.

Dia 21/07 (sexta)– 14:00 as 17:00 – Tratamento de imagem
Resumo dos assuntos que serão abordados: Na oficina será abordado todo o fluxo de trabalho com o programa, incluindo: Importação de Fotos. Organização com pastas, coleções, filtros, palavras-chave e metadados. Tratamento de imagem com a revelação. Criação, utilização, importação e exportação de predefinições (presets). Exportação de fotos para o computador, e para as redes sociais. Mediador(a): Dorigley Ferreira. Tempo de apresentação: 3 a 4 horas (ou tempo necessário). Vagas limitadas: 30 pessoas. Faixa etária: a partir de 16 anos. Investimento: 1 quilo de alimento não perecível.

21/07 (Sexta) – 19:30 as 22:30 – Fotografia Autoral
O processo criativo do autor, que envolve ainda a descoberta do tema a ser fotografado, a produção, a edição e até mesmo as formas de publicar seu trabalho em diversas plataformas. Mediador(a): Rodrigo Montaldi. Tempo de apresentação: 3 a 4 horas (ou tempo necessário). Vagas limitadas: 30 pessoas. Faixa etária: a partir de 16 anos. Investimento: 1 quilo de alimento não perecível.

Dia 22/07 (sábado) – 10:00 as 13:00 – Fotografia still
Fotografia de still é fotografar objetos sem movimento. Utilizada pela publicidade, marketing, importância para vender produtos na web em e-commerces e redes sociais, na criação de catálogos e todo tipo de material impresso. Oficina com ênfase em fotografia de joias e bijuterias. Mediador(a): Ivy Freitas. Tempo de apresentação: 3 a 4 horas (ou tempo necessário). Vagas limitadas: 30 pessoas. Faixa etária: a partir de 16 anos. Contato: e-mail ivy.freitas@hotmail.com. Telefone: 13.98165-6676 / 11.99865-9172. Investimento: 1 quilo de alimento não perecível.

Dia 22/07 (sábado) – 14:00 as 17:00 Fotografia esportiva
Resumo dos assuntos que serão abordados: A profissão, dicas de equipamento, posicionamento, ângulos, iniciação, ética, mercado, estádios, aonde ir, quem procurar e transmissão. Mediador(a): Ivan Storti. Tempo de apresentação: 3 a 4 horas (ou tempo necessário). Vagas limitadas: 30 pessoas. Faixa etária: a partir de 16 anos. Investimento 1 lata de achocolatado ou leite em pó.

Dia 23/07 (domingo) – 14:00 as 17:00 – Fotroca
É o FOTROCA, uma iniciativa dos fotógrafos Ricardo Biserra e Monica Borges, que promove encontros periódicos entre amadores e profissionais, em locais diversos da capital paulista.
Evento que promove encontros periódicos entre amadores e profissionais da fotografia para troca de obras e experiências. Uma iniciativa dos fotógrafos Ricardo Biserra e Monica Borges. Nos encontros, sempre gratuitos, os participantes levam uma fotografia de sua autoria (impressa em papel fotográfico, no tamanho de 20X30 cm), assistem a uma palestra com duração média de 1h30 e encerram o evento com sorteios das fotos selecionadas entre os inscritos e livros de fotografia (quando disponível). Tempo de apresentação: tempo necessário. Vagas ilimitadas. Faixa etária: a partir de 16 anos. Contatos: ricbiserra@gmail.com, fotroca@gmail.com.

Dia 22 e 23/07
Feira de negócios e as intervenções artísticas com apresentação de maquiagens artísticas, profissionais do circo, entre outras atrações. Horário: 10:00 as 17:00 horas. Parceiros: IHGSV – Instituto Histórico e Geográfico de SV; Conselho Municipal de Politica Cultura de SV; Onfoccus Publicações e Serviços de Internet; Teleférico de São Vicente; Escola de Voo Dinâmica do ar; Releva Fotos de São Vicente; Help Fest – Miriam – coquetel de abertura; NJ Comunicação Visual – Nicolau; Casa do Capeletletti – Adriano Adiala.

Monumento de Tomie Ohtake recebe restauração

Por Secult Santos

O monumento em homenagem aos 100 anos da imigração japonesa no Brasil, da artista Tomie Ohtake (1913 – 2015), localizado na extremidade do Parque Municipal Roberto Mário Santini, na orla do bairro José Menino, começou a ser restaurado nesta quinta-feira (29).

O trabalho, realizado pelo Instituto Tomie Ohtake e a Coral, marca de tintas da empresa Akzo Nobel, em parceria com a Prefeitura de Santos, tem conclusão prevista em duas semanas, com atividades de segunda a sábado. O serviço, com custo zero para o município, é uma iniciativa do Instituto Tomie Ohtake, que vem realizando a restauração das obras da artista em várias cidades do País.

O monumento, confeccionado em aço, na cor vermelha, será limpo, lixado e repintado. De forma abstrata, com 20m de comprimento, 15m de altura e 2m de largura, foi inaugurado em junho de 2008, na presença do príncipe do Japão, Naruhito, que veio ao Brasil como representante da família imperial nas comemorações dos 100 anos da imigração japonesa.

A obra, que aponta para o mar, por onde chegaram os primeiros imigrantes ao Porto de Santos, foi incluída no documentário sobre a vida de Tomie. O filme homônimo, da cineasta Tizuka Yamasaki, foi lançado em 2014 e retrata o universo da artista nascida no Japão, que viveu por quase 80 anos no Brasil. Mais informações sobre o instituto no site http://www.institutotomieohtake.org.br/.

Mostra ‘Memória Paulistana’ de Cristiane Carbone em Santos

Por Inês Rangel

A Secretaria de Cultura de Santos recebe o lançamento da exposição “Memória Paulistana”, da artista plástica Cristiane Carbone, na próxima terça-feira, dia 4 de julho, às 19h na Galeria de Arte “Patrícia Galvão”, 3º piso do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48/Santos).

Por meio de pinturas, a artista retrata a arquitetura de importantes prédios e monumentos que fazem parte do Patrimônio Cultural Material da cidade de São Paulo, valorizando os principais aspectos dos três períodos distintos pelos quais passou a cidade, ou seja, o período colonial, o imperial e o republicano, resgatando suas características peculiares e fazendo com que o espectador realize uma pequena viagem através das imagens.

Para esta edição do projeto, a artista também apresentará obras que fazem referências aos patrimônios artísticos e arquitetônicos da baixada santista como a Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande – Guarujá e o Forte de São João, em Bertioga.

A abertura contará com a participação artística do músico Flávio Zamp. A mostra poderá ser visitada até o dia 21 de julho, de segunda à sexta, das 10h às 18h. E tem o apoio do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, (IHGSP), Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente e Instituto Histórico e Geográfico de Santos, com realização da Secretaria Municipal de Cultura de Santos.

Parque Cultural Vila de SV mostra sua história em exposição fotográfica

Por Prefeitura de São Vicente

O Parque Cultural Vila de São Vicente recebe a exposição fotográfica Resgatando São Vicente. As imagens são do fotógrafo oficial do Instituto Histórico e Geográfico da Cidade (IHGSV), Gilberto Grecco. O evento tem início na terça-feira (4/7) e segue até o dia 20, na Galeria de Arte e Memorial da Encenação, no próprio Parque (Praça João Pessoa, 103 – Centro). A mostra é uma parceria entre a Secretaria de Cultura (Secult) e o IHGSV. A entrada é gratuita.

A exposição será sempre de terça a domingo, das 9 às 18 horas. São 20 fotos em preto e branco de microcenas do espaço turístico, desde a construção, edificação e projeto histórico, com as atividades ali desenvolvidas; 22 fotos coloridas mais recentes do Município em moldura de tamanho de 30 x 40 cm; 15 molduras com duas fotos coloridas antigas em cada. Além de dois livros – um com tema “Um passeio por São Vicente e, o outro, “30 anos das Encenações”.

Grecco fotografa há mais de 45 anos e hoje é referência na região, acompanhando todos os movimentos culturais e históricos da cidade. Realizou exposições individuais em diversas cidades, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro, Santos, Praia Grande e Sorocaba. Sua primeira exposição internacional foi em Santarém, Portugal.

Histórico

A Vila de São Vicente foi instalada em frente à Igreja Matriz de São Vicente e ao Mercado Municipal em comemoração aos 500 anos do Descobrimento do Brasil. A construção foi inspirada na primeira Vila nas Américas, fundada por Martim Afonso de Sousa, em 1532. Hoje, o local reproduz imagens históricas, usos e costumes da Primeira Vila do País, por meio de instrumentos como Teatro de Bonecos, Museu da Encenação de São Vicente e Pelourinho.