Arquivo da categoria: Cinema

Martins Fontes é o homenageado no Sarau Um Autor na Ciranda Poética

Por Clara Sznifer

O projeto Sarau ‘Um Autor na Ciranda Poética’ homenageia o escritor Martins Fontes neste sábado (dia 5), às 15h30, na Aliança Francesa de Santos (Rua Rio Grande do Norte, 98/Santos). O evento tem coordenação literária de Clara Sznifer e coordenação musical de Roberto Soares.

Curta-metragem

Um dos destaques é a exibição do filme ‘Como é Bom Ser Bom’. Trata-se de um curta-metragem que mostra um episódio da vida do médico e poeta santista José Martins Fontes (1884 – 1937). Com idealização do cineasta santista Carlos Oliveira e do ator Osvaldo Araújo, aborda o caso em que Martins Fontes realizou, em seu consultório particular, o tratamento de uma grave doença de uma senhora que não tinha condições financeiras de pagar as consultas.

Mostra Cine Debate #DOC será realizada no Cine Arte Posto 4

Por Dino Menezes

Com o intuito de questionar e debater os problemas da sociedade por meio do cinema, a primeira edição do ‘#Doc’ traz a exibição das produções ‘Noisdarua’ e ‘Luz, Câmera, Inclusão – Um filme sobre a Luta Antimanicomial’. Logo após a sessão haverá debate com Rafael Moreira, doutor e mestre em ciência politica pela USP; Leonel Lobo, assistente social; e com o cineasta Dino Menezes. A sessão gratuita será nesta quarta-feira (dia 2), às 21h, no Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho (Orla do Gonzaga).

>> “NOISDARUA”
O filme é uma homenagem aos 80 anos do dramaturgo santista Plínio Marcos. Foi produzido a partir de uma passeata de moradores de rua. Um mergulho no mundo dos excluídos, invisíveis a uma sociedade cega e a um sistema excludente. Produção Dino Filmes. Cor /10m26s / Doc / Santos SP

>> “Luz, Câmera, Inclusão, Um filme sobre a Luta Antimanicomial.”
A obra faz uma viagem de volta à década de 1980 para contar a história da Casa de Saúde Anchieta, em Santos, que naquela época ficou conhecida como Casa dos Horrores. O lugar era um retrato do abandono e descaso dos manicômios espalhados pelo Brasil, sempre marcados pela superlotação, falta de profissionais, maus-tratos. Cor / 30m / Doc / Santos SP

 

Querô na Escola inicia as atividades em Cubatão a partir de 14 de agosto

Por Ivan De Stefano

O projeto Querô na Escola, em parceria com a Secretaria de Educação de Cubatão e patrocínio Copebras, uma empresa do grupo CMOC Internacional, inicia seu quinto ano consecutivo no Município a partir de 14 de agosto. Em 2017, o projeto será realizado em novo formato. Desta vez, são as escolas que solicitam o interesse em receber as atividades, abrindo oportunidades às demais unidades de ensino do Município.

Este ano, dentro das 10 unidades de ensino que são atendidas pelo projeto anualmente, estão 6 escolas públicas municipais – UME Rui Barbosa, Martim Afonso de Souza, Ulysses Guimarães, Padre José de Anchieta, Bernardo José Maria de Lorena e Padre Manoel da Nóbrega, estas duas últimas para alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos) – e 4 instituições – Senai, ETEC e projetos Cubatão Sinfonia e Sonhando Alto.

Ao todo, serão cerca de 650 alunos sensibilizados em 2017. Desenvolvido pelo Instituto Querô desde 2010, o Querô na Escola já produziu 174 curtas-metragens (1 a 5 min) junto com os alunos de escolas públicas de Santos e Cubatão, e mais de 4500 alunos já participaram das oficinas, sendo estimulados a escreverem seus roteiros e logo depois, produzi-los. Somente em Cubatão, mais de 2800 alunos da rede pública de ensino já participaram do projeto.

Ao final do ano, serão mais 10 filmes produzidos, todos postados no canal do Querô na Escola no youtube (www.youtube.com/queronaescola), outro canal de comunicação e expansão do projeto, que já ultrapassa mais de 100 mil inscritos e 25 milhões de visualizações, sendo que os 5 mais vistos são feitos por alunos de Cubatão.

Querô na Escola

Desde 2010, jovens capacitados nas Oficinas Querô têm a oportunidade de inserção no mercado de trabalho por meio desta atividade. Como arte-educadores, eles oferecem oficinas de produção audiovisual aos alunos da rede pública de ensino e multiplicam suas experiências, ensinando como desenvolver um roteiro cinematográfico, discutindo formatos e gêneros de filmes, movimentos de câmera e outras atividades. Durante a oficina, os alunos realizam filmes no formato de 1 a 5 minutos, exibidos em diversos espaços culturais e postados na internet.

Cronograma

>> 14 de agosto a 5 de setembro: Querô na Escola nas escolas municipais (Rui Barbosa, Martim Afonso de Souza, Ulysses Guimarães, Padre José de Anchieta).
>> 6 de setembro a 6 de outubro: Querô na Escola nas instituições (Senai, ETEC, Cubatão Sinfonia e Sonhando Alto)
>> 9 de outubro a 20 de outubro: Querô na Escola no EJA (Bernardo José Maria de Lorena e Padre Manoel da Nóbrega).
>> 14 de novembro: Previsão de estreia no Cine Roxy.

‘Como é bom ser bom’ tem novas sessões em Santos

Por Secult Santos

‘Como é bom ser bom’, filme de curta-metragem que mostra um episódio da vida do médico e poeta santista José Martins Fontes (1884 – 1937), tem mais três exibições gratuitas na Cidade: no Museu da Imagem e do Som de Santos – Miss (7 de julho, às 19h30 e 20h30), Cine ZN – Sala Toninho Dantas (dia 14 de julho, às 14h, 15h e 16h) e no Centro Turístico, Esportivo e Cultural do Morro São Bento (dia 22 de julho, às 19h30). Todas as apresentações têm entrada franca.

O curta, contemplado pelo 5º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes no Município de Santos, com recursos do Fundo de Assistência à Cultura (Facult), da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), teve estreia no último dia 23, data do aniversário de Martins Fontes, no Salão Nobre da Sociedade Portuguesa de Beneficência de Santos.

A obra, do cineasta santista Carlos Oliveira, que assina o roteiro juntamente com o ator Osvaldo Araújo, tem cerca de 20 minutos de duração, com participação de 60 pessoas, incluindo elenco e equipe técnica, além de inúmeros colaboradores.

O Miss fica no piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Já a Sala Toninho Dantas está localizada no bloco B do Centro Cultural da Zona Noroeste (Av. Afonso Schmidt, s/nº, no Areia Branca). O endereço do Centro Turístico, Esportivo e Cultural do Morro São Bento é Rua São Luiz, s/nº.

A história

Baseado em uma história real, que foi contada ao ator Osvaldo Araújo por Durval Siqueira, que na adolescência trabalhava ao lado do consultório de Martins Fontes (e também foi personagem da história), o curta aborda o episódio em que Martins Fontes realizou, em seu consultório particular, o tratamento de uma grave doença de uma senhora, mãe de quatro filhos, que não tinha condições financeiras de pagar as consultas e medicamentos. Em troca, o médico ganhou queijadinhas feitas por ela.

 

Mostra Internacional de Curtas na programação do Festival Santos Café

Por Catharina Apolinário

Nos dias 7, 8 e 9 de julho acontecerá a 1ª Mostra Internacional de Curtas Cidades Criativas. As sessões acontecem às 17h, no auditório do Museu Pelé e são parte da programação do Festival Santos Café. Serão exibidos filmes de 17 países da Rede Criativa da UNESCO (dos diversos segmentos), dentre eles Afeganistão, Canadá, Estados Unidos, China, Itália, Reino Unido, Rússia e Macedônia. Além destes curtas-metragens, serão exibidas produções filmadas em Santos por cineastas da região.

O objetivo principal da atividade é integrar a produção audiovisual das cidades da rede UNESCO com o pensamento cinematográfico local. A iniciativa faz parte das ações integradas propostas pela UNESCO para as cidades criativas do mundo. A atividade é uma parceria entre a Secretaria de Governo e Secretaria de Cultura, com apoio da Secretaria de Turismo, realizadora do Festival Santos Café.

1ª Mostra Curta Café

Além da mostra de curtas, em parceria com o Projeto TUmobgrafia, as secretarias de Cultura, Governo e Turismo apresentam a 1ª Mostra Curta Café. São 100 fotos selecionadas, dentro do tema café, que serão exibidas no Vídeo Wall do andar térreo do Museu Pelé durante todo o Festival Santos Café, no horário de funcionamento do Museu.

Santos Criativa

Santos recebeu em 2015 o selo Cidade Criativa da UNESCO no segmento cinema. Desde então a cidade vem desenvolvendo diversas ações para organização e fortalecimento de políticas públicas para o setor. Na sexta-feira (23) o escritório de Inovação Econômica, da Secretaria de Governo, realizou um workshop sobre o Negócio Audiovisual. A atividade contou com palestras de Odete Cruz (Gerente Executiva da APRO), Silvio Soledade (Consultor – Gestão do Negócio Audiovisual), Miriam Assis (representando a presidente da Ancine, Débora Ivanov), Rodrigo Terra (Presidente da EraTransmídia) e a participação de Eduardo Ricci. A programação completa da 1ª Mostra Internacional de Curtas Cidades Criativas será divulgada ainda nesta semana, alguns filmes ainda estão passando pela curadoria da SECULT e SEGOV.

Projeto Querô na Escola alcança 100 mil inscritos no YouTube

Por Ivan de Stefano

Usar o cinema para estimular o interesse ao ensino, abordando temas estudantis além de questões sociais e do universo juvenil. Essa é a proposta do projeto Querô na Escola, realizado pelo Instituto Querô desde 2010, levando oficinas de cinema às escolas públicas e ensinando os alunos a produzir curtas-metragens. Todos os vídeos são postados no canal http://www.youtube.com.br/queronaescola que chega a marca de 100 mil inscritos e mais de 21,5 milhões de visualizações.

“O audiovisual já faz parte da rotina desses jovens, que consomem vídeos e fotos diariamente nos celulares, criando o próprio conteúdo. Pelo Querô na Escola, percebemos que quando o audiovisual é aliado da educação, levando aos alunos ferramentas das quais se identificam, criamos conteúdo audiovisual feito por eles, estimulando debates sociais e buscando melhores relações do aluno com a escola”, explica a produtora do projeto, Antoniela Couto Lorenço.

O projeto começou em 2010 em Santos e atualmente acontece em Cubatão, com o patrocínio da Copebras-CMOC desde 2013. Com 167 filmes produzidos, mais de 4500 alunos da rede pública de ensino de Santos e Cubatão já participaram. Todos os filmes são postados no canal do youtube, alcançando números impressionantes como a marca de 5 vídeos com mais de 1 milhão de visualizações. Entre eles, o curta “O Mundo Dá Voltas”, feito pela UME Rui Barbosa (Cubatão/SP), que sozinho possue mais de 5 milhões de visualizações.

“Visitamos as escolas com o objetivo de produzir filmes que abordem questões sociais e do universo juvenil, para que possam ser usados na escola. Saber que os vídeos conquistam espaços além das salas de aula nos mostra que estamos no caminho certo, tornando a educação ainda mais atrativa com a ajuda dos próprios alunos”, explica o coordenador de projetos do Instituto Querô, Claudio Maneja Jr.

Somente neste primeiro semestre de 2017, foram cerca de 10 milhões de visualizações no canal e mais de 14 milhões de minutos exibidos. Além do canal, o projeto também pode ser acompanhado pelo facebook (www.fb.com/queronaescola) e instagram (@quero.naescola).

Sessão Coca-Cola de ‘Meu Malvado Favorito 3’ agita manhã de domingo no Roxy 5

Por André Azenha

Entre os últimos anos da década de 70 e meados dos anos 80, a “Sessão Coca-Cola” do Cine Roxy notabilizou-se como um momento de encontro familiar, de amigos, em manhãs de domingo regadas a cinema e ao famoso refrigerante. O projeto consistia em sessões dominicais matutinas com valor promocional nas quais o espectador ganhava uma Coca-Cola. Marcou época para muitas pessoas. Atendendo aos pedidos, o Cine Roxy retomou o projeto em 2015.

Neste domingo (2 de julho) 11h, o Cine Roxy 5 realizará a Sessão Coca-Cola do filme “Meu Malvado Favorito 3”. Gru se apaixonou por Lucy Wilde e agora, os dois trabalham juntos como agentes secretos. Pela frente, os dois têm de enfrentar uma grande ameaça, Balthazar Bratt, um cara que usa ombreiras e quer dominar o mundo. A programação de Sessões Coca-Cola seguirá com “Homem-Aranha: De Volta ao Lar” (9 de julho), “Carros 3” (16 de julho) e “Detetives do Prédio Azul” (23 de julho).

Serviço:
Sessão Coca-Cola – Meu Malvado Favorito 3
Domingo, 2 de julho, 11h
Cine Roxy 5 – Avenida Dona Ana Costa, 443, Gonzaga
Ingresso: R$ 16 – Valor promocional de meia-entrada para todos – Na compra, ganha-se um combo pequeno (pipoca + refrigerante de 300 ml).