Arquivo da categoria: Fotografia

Autor e curadores de ‘Netuno’ oferecem visita guiada no Armazém Cultural 11

Por Bruna Duarte

No dia 10 de junho, a partir das 10h, o fotógrafo Leonardo Crescenti receberá interessados para uma visita guiada à mostra Netuno, no Armazém Cultural 11 (Rua Dr. Cochrane 07, térreo/Santos). Em seguida, às 11h, os curadores Nelson Brissac, Pierre Devin e Rosely Nakagawa se unem ao fotógrafo para um debate sobre questões relacionadas à transformação urbana e o desenvolvimento dos projetos Arte Cidade Linha Metálica e a Missão Lance Ventoux. Brissac e Devin estão envolvidos em projetos que apresentam a questão da paisagem urbana e suas mutações socioculturais, tendo se dedicado à questão em regiões diversas no Brasil e fora dele. O evento é aberto ao público e gratuito.

Pierre Devin nasceu em 1946, na França, onde foi fundador do Centre Regional de la Photographie-Nord Pas de Calais (CRP), no qual fez a direção artística por mais de 25 anos. Foi responsável pela criação da missão fotográfica mais longa da História da Fotografia, a Mission Photographique Transmanche, que completou 27 publicações, com nomes como Bernard Plossu, Bruce Gilden, Fabiana Figueiredo, Josef Koudelka, Martin Parr, entre outros.

A exposição “Correspondências”, realizada no armazém Cultural 11, mostrou o resultado da primeira residência artística que teve sua participação e curadoria, na qual busca uma reflexão sobre o território do sul da França e suas mutações ao longo da história. Em Santos, durante o período desta mostra, foram promovidos passeios fotográficos na região do Paquetá, com a intenção de promover a reflexão sobre o destino desta área urbana em plena transformação, tendo a participação especial da fotógrafa santista Vanessa Rodrigues.

Nelson Brissac

Filósofo, tem trabalhando com questões relativas à arte e ao urbanismo. É criador do projeto Arte/ Cidade, um projeto de intervenções urbanas que vem se realizando em São Paulo, desde 1994. Seu ponto de partida é a metrópole contemporânea enquanto espaço complexo e dinâmico, em permanente mutação, engendrando novas e inusitadas configurações urbanas.

A proposta mais recente do Arte / Cidade_ Linha Metálica, se propõe a comparar e articular duas linhas metálicas, a de São Paulo – Santos e a da região do Ruhr, na Alemanha. As duas paisagens, a da metrópole pós-industrial paulista que se articula com o porto através de uma serra escarpada, e a da região alemã formada por uma constelação de cidades, minas, rios, parques e indústrias desativadas e reconvertidas para usos culturais. Brissac é também o autor do texto que apresenta a mostra Netuno, fotografias de Leonardo Crescenti , em cartaz no Armazém Cultural 11.

Leonardo Crescenti

É formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP), formação que deixou de lado para desenvolver seu trabalho como fotógrafo (desde 1974), cineasta e escultor. Em duas décadas dirigiu uma série de treze filmes e vídeos experimentais de curta metragem, obtendo 21 premiações nacionais e 14 internacionais e participando por três vezes da Quinzena dos Realizadores do Festival de Cinema de Cannes (França). Desenvolve um trabalho de expressão pessoal que retoma na imagem fotográfica fixa e em filmes, como no caso de “A pedra ouve o passar o vento”, de 1986 ou no recente “Luz + Luz” de 2010, um vídeo experimental.

TUmobgrafia participa do Festival Santos Café neste mês de julho

Por Secult Santos

Movimento voltado a fotógrafos profissionais e amadores que utilizam aparelhos móveis, como smartphones e tablets, para captar e editar suas imagens, o TUmobgrafia integra a programação do ‘Festival Santos Café 2017’ com a ação ‘#TunoCurtaCafé’.

Para participar basta produzir fotos ou vídeos, de até dois minutos, com seu celular, sob o tema ‘Café’, e postar no grupo (facebook.com/groups/tumobgrafia) com a hashtag da ação.

As imagens serão reproduzidas durante o Festival, que ocorre nos dias 7 e 9 de julho, no Museu Pelé (Largo Marquês de Monte Alegre, 1, no Valongo). Outras informações na página http://www.facebook.com/TUmobgrafia ou no site http://www.santoscidadecriativa.com.br.

‘Curta Café’

Além da ação ‘#TunoCurtaCafé’, o Festival Santos Café também está com inscrições abertas para o ‘Curta Café’, concurso para curtas-metragens com a temática ‘Café’. Podem participar da programação realizadores da Baixada Santista, que devem encaminhar seus trabalhos até as 18h do próximo dia 20, no formato .mov e resolução de 1920X1080, para o email cidade.criativa.audiovisual@gmail.com, com o título ‘Curta Café’.

O chamamento público para a mostra, que terá sessões durante o festival, foi publicado na edição do dia 12 de maio, do Diário Oficial de Santos, com a Portaria 02/2017, da Secult. O edital traz o regulamento completo da seletiva.

Exposição fotográfica ‘Marcha Cega’ estará na Estação da Cidadania

Por Lucas Brolese

Depoimentos, discussão sobre empatia, música ao vivo e petiscos. Essa é a previsão da vernissage da exposição fotográfica Marcha Cega na Baixada Santista, nesta segunda-feira (dia 24), às 19 horas, na Estação da Cidadania (Av. Ana Costa, 340/Santos). Ao final da exposição, três fotografias serão doadas para serem leiloadas com renda destinada à Instituição Braille de Santos. A entrada é franca.

A Marcha Cega é uma obra de arte conceitual, formada por uma performance de intervenção urbana que resulta em uma exposição fotográfica acessível aos cegos. Na edição da Baixada Santista, fazendo parte do Circuito LabXSantista, o projeto aconteceu nas orlas de Santos e São Vicente.

Ao todo, mais de 40 pessoas se envolveram, entre fotógrafos, cinegrafistas e amadores. O conceito central é a empatia, e os questionamentos sobre esse tema se dão de duas maneiras: a primeira na experiência empática direta, possibilitando aos voluntários uma vivência sensorial privada da visão, e a segunda em relação à simbologia visual da cena performada, que questiona a marcha cega da sociedade que não tem olhos para o outro – nesse caso, da falta de empatia.

 

Mostra fotográfica de João W. Ebeling segue na Casa Velha

Por Casa Velha

Com o título ‘De Pouco, Um Tudo’, o 13º varal individual conta com a mostra permanente fotográfica de João W. Ebeling até o dia 9 de abril na Casa Velha (Bulevar Othon Feliciano, 10, Santos). Atento aos pequenos detalhes, o fotógrafo amador João W. Ebeling realiza sua primeira exposição fotográfica. Trata-se de uma realização da ASF – Santista Photography Association e apoio do EmBazar.

Esse desafio vem de encontro a uma nova fase de sua vida onde ele mesmo questiona-se quando foi a última vez que fez algo pela primeira vez. A pouca experiência em fotografia não impede que se arrisque através de sua câmera semi-profissional, eternizando momentos com um olhar sensível e apurado do cotidiano, mas que salta aos olhos dos que observam momentos especiais como uma vida inteira de possibilidades.

A mostra reúne 30 fotografias, cenas do cotidiano de grandes cidades, o mar e sua energia plena e, principalmente, paisagens bucólicas do interior de São Paulo, mais precisamente a cidade de Adamantina, além de outros momentos da vida do fotógrafo. As experiências pessoais, reunidas nas fotografias, prometem um olhar mais demorado sobre o que é paz, felicidade e bons momentos vividos em viagens pelo exterior e outros locais do Brasil, como horas passadas em São Paulo e o cotidiano do litoral onde vive desde pequeno.

Performance ‘Marcha Cega’ reflete sobre arte acessível para população com deficiência

Por Lucas Brolese e Helena Alba

Neste final de semana, acontece a Marcha Cega, uma obra de arte conceitual, formada por uma performance de intervenção urbana que resulta em uma exposição fotográfica acessível aos cegos. Na edição da Baixada Santista, fazendo parte do Circuito LabXSantista, o projeto acontecerá no próximo sábado 25 de março às 15h, partindo da Praça da Biquinha em São Vicente, e no mesmo dia às 16h30, partindo da Praça da Independência, em Santos.

Ao todo, mais de 40 pessoas estão envolvidas no projeto, entre fotógrafos, cinegrafistas e amadores. O conceito central é a empatia, e os questionamentos sobre esse tema se dão de duas maneiras: a primeira na experiência empática direta, possibilitando aos voluntários uma vivência sensorial privada da visão, e a segunda em relação à simbologia visual da cena performada, que questiona a marcha cega da sociedade que não tem olhos para o outro – nesse caso, da falta de empatia.

O resultado capturado por lentes de diferentes fotógrafos, será compilado e transformado na exposição que terá depoimentos sobre a experiência e uma conversa sobre o tema. A participação é livre, quem não conseguir se inscrever a tempo e quiser comparecer, poderá levar uma venda, ou lenço para os olhos e procurar pelo movimento nos horários e locais combinados. Ao final da exposição, três fotografias serão doadas para serem leiloadas com renda destinada à Instituição Braille de Santos.

Gabinete de Leitura de Itanhaém recebe oficina de fotografia nesta sexta

Por Prefeitura de Itanhaém

Nesta sexta-feira (17), a partir das 13 horas, o Espaço Gabinete de Leitura José Rosendo receberá a oficina ‘Luz Ambiente e Ambiente Luz’, com a fotógrafa Elisabete Savioli. Ainda há vagas abertas e a oficina é gratuita. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (13) 3427-7981.

A oficina faz parte do Programa Pontos MIS, e o objetivo é explorar as possibilidades de construção na fotografia com análises e manipulação, fazendo com que os alunos ampliem seu conhecimento e criatividade. O Espaço Gabinete de Leitura fica na Praça Carlos Botelho, 149, no Centro, e funciona das 8 às 12 e das 13 às 17 horas.

PONTOS MIS

Programa é uma parceria da Secretaria de Estado da Cultura com o Museu da Imagem e do Som de São Paulo e o apoio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes. O projeto percorre diferentes municípios do Estado de São Paulo com uma programação repleta de atividades culturais.

Filme e oficina de fotografia são atrações no Gabinete de Leitura de Itanhaém

Prefeitura de Itanhaém

O Programa Pontos MIS retorna neste mês com exibições gratuitas de filme e oficina de fotografia. A animação ‘Fuga das Galinhas’ será exibida nos dias 14 e 16, às 9 e às 14 horas, e no dia 17, às 9 horas. As sessões acontecerão no Espaço Gabinete de Leitura, na Praça Carlos Botelho, 149, no Centro. A entrada para o oficina é gratuita, com número de vagas limitado. Informações pelo telefone 3427-7981.

Outra atração confirmada para o mês de março é a oficina ‘Luz Ambiente e Ambiente Luz’ no dia 17, a partir das 13 horas, realizada pela fotógrafa Elisabete Savioli. O objetivo é explorar as possibilidades de construção na fotografia com análises e manipulação, fazendo com que os alunos ampliem seu conhecimento e criatividade.

PONTOS MIS

Programa é uma parceria da Secretaria de Estado da Cultura com o Museu da Imagem e do Som de São Paulo e o apoio do Departamento de Cultura. O projeto percorre diferentes municípios do Estado de São Paulo com uma programação repleta de atividades culturais.