Arquivo da categoria: Fotografia

Vem aí a Santos Comic Expo 2017; confira programação

Por Santos Comic Expo
.
Além de gincanas e muitos quadrinhos e itens colecionáveis para o público, a Santos Comic Expo 2017 apresentará uma série de painéis e exposições para quem quer entender mais sobre a Cultura Pop e se divertir aprendendo sobre suas histórias, personagens e criadores. Previsto para os dias 14 e 15, no Centro Cultural Patrícia Galvão (Av. Pinheiro Machado, 48/Santos), o evento é realizado por Os Guerreiros, patrocínio da CNA e apoio cultural da Prefeitura de Santos.
.
Entre os expositores: Anima Botons, LYF, Doce Mundo de Vivi, Fábrica de Biscoitos, Bendito Gusto, Cult Comics, Banca Estátua, Piticas, Monolito – Magia e Fantasia, Figurama Colecionáveis, Pop Art’s Comic House, Mercadotaku, HC Art Collection, Figurocks, Empório HQ, Comic Hunter, Cecathionline.com, Loja Caverna do Dragão, Dimensão Geek, Gomes Games, Estampeiros, Dani Doçuras, Comix, 3D Expresso, Pipoca & Nanquim, C.E.E., Toys e Movies, Das Eis – Sorvetes Gourmet, Mangarts Comic Studio, Capsule, Shibuya COrp, Caricartoon Eventos, Tamanduá Nerd e Mundo Mágico Artes.
.
E, como “diversão pouca é bobagem”, o público também será brindado com um concurso de cosplayers, durante o qual fãs se apresentarão caracterizados como seus personagens favoritos do Cinema, Quadrinhos e Animação. Eis aqui a programação, com seus respectivos locais e horários. Confira a programação:
.
>> 14/out | 12h30 | Painel – Quadrinistas da Baixada Santista;
>> 14/out | 14h | Painel – Os Quadrinhos como Instrumento Social, com ONG Luann Vive;
>> 14/out | 16h | Painel – Graphic MSP e a importância do Mauricio de Rouza para os Quadrinhos Brasileiros;
>> 15/out | 11h | Painel – Steampuk;
>> 15/out | 13h | Painel – Como fazer se tornar realidade sua HQ;
>> 15/out | 14h30 | Painel – Profissão: Editor de quadrinhos.
.
Concurso de Cosplayers
.
Durante todo o transcorrer da Santos Comic Expo 2017 a nossa Equipe Cosplayer liderada pela Sora Produções comandará gincanas e brincadeiras com o público no Palco Externo do Centro de Cultura Patrícia Galvão. O ápice dessas brincadeiras será o Concurso de Cosplayers, que acontecerá no sábado, dia 14, às 17h30 e no domingo, dia 15, às 16h.

Anúncios

2º Santos Film Fest ocorre entre dias 17 e 23; acesse a programação

Por Secult Santos
.
O 2º Santos Film Fest – Festival de Filmes de Santos realiza sua segunda edição entre os próximos dias 17 e 23. Serão apresentados 34 filmes, em mostra sem caráter competitivo. A programação também abrange debates, oficinas formativas, apresentações musicais e exposições.
.
O tema desta edição, ‘Cultura faz bem’, reflete sobre o momento cultural do País e a importância da cultura na construção de uma sociedade mais justa. Assim, o festival oferece à população uma gama de filmes que discutem questões contemporâneas, históricas e ligadas à cidadania.
.
O festival, com programação gratuita, ocorre em nove espaços da Cidade: Cine Roxy 5 (Av. Ana Costa, 443, Gonzaga), Cine Roxy 4 (Av. Ana Costa, 465, Gonzaga), Cinemateca de Santos (Rua Ministro Xavier de Toledo, 42, Campo Grande), Pinacoteca Benedicto Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15, Boqueirão) e Instituto Arte no Dique (Rua Brigadeiro Faria Lima, 1349, Rádio Clube).
.
Também estará na Unimonte (Rua Comendador Martins, 52, Vila Mathias), Roxy Premium Lounge (Avenida Dona Ana Costa, 465, 1º piso, Gonzaga), Shopping Pátio Iporanga (Avenida Ana Costa, 465, Gonzaga) e Sesc (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida).
.
Homenagens
.
O 2º Santos Film Fest homenageia o ator Luciano Quirino. Na abertura, no próximo dia 17, 20h, no Cine Roxy 5, o ator santista, hoje residente no Rio de Janeiro, apresentará o curta-metragem ‘Os Bons Parceiros’, exibido em Cannes. O festival ainda traz filmes em que Quirino atuou, como ‘Detetives do Prédio Azul’, ‘Gonzaga de Pai pra Filho’ e ‘Domésticas’.
.
A cerimônia de abertura também homenageará a locadora Vídeo Paradiso, dirigida por Marcelo Rosendo e Rosana Datoguêa, que apoia praticamente todos os festivais e iniciativas cinematográficas na região, e o concerto ‘Música Para Cinema’, da Banda Marcial de Cubatão, regida pelo maestro Alexandre Felipe Gomes.
.
No dia 18, 19h, no Roxy 5, a homenagem será para a atriz Ondina Clais. Destaque nos palcos, nas telinhas e telonas, a atriz esteve em filmes de destaque recentes como ‘João, o Maestro’, ‘O Filme da Minha Vida’ e o curta-metragem ‘Noites Brancas em Sábado de Glória’, primeiro trabalho dela no cinema.
.
>> 17/out | 19h | Cine Café – Roxy Gonzaga (Av. Ana Costa, 443/Santos) | Happy Hour Cinematográfico com Cigarra Elétrica;
>> 17/out | 20h | Roxy Gonzaga | Cerimônia de abertura homenageando a Vídeo Paradiso e o ator Luciano Quirino e exibição de ‘Os Bons Parceiros’;
>> 18/out | 10h | Arte no Dique (Av. Brig. Faria Lima, 1349/Santos) | ​Bate-papo com ator Luciano Quirino;
>> 18/out | 14h | Roxy Gonzaga | ‘Detetives do Prédio Azul’ ;
>> 18/out | 14h | Roxy Premium Lounge – Roxy Pátio Iporanga (Av. Ana Costa, 465/Santos) | Bate-papo com ator Luciano Quirino;
>> 18/out | 14h | Arte no Dique | ‘Território do Brincar’;
>> 18/out | 14h30 | Roxy Pátio Iporanga | Lançamento da exposição “Além da Cor da Pele”;
>> 18/out | 15h | Pinacoteca Benedicto Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15/Santos) | Gonzaga – de Pai para Filho’;
>> 18/out | 16h | Unimonte (R. Com. Martins, 52/Santos) | Oficina Básica de Edição de Vídeo, com Leonardo Soler, Felipe Spinelli, Rogério Almeida e Mávila Rinara;
>> 18/out | 16h | Unimonte | Oficina básica de produção audiovisual, com Nathan Tiepelmann e Ana Paula Terra;
>> 18/out | 17h | Pinacoteca | ‘Além das Palavras’;
>> 18/out | 18h | Cine Café | Happy hour cinematográfico com banda The Classics;
>> 18/out | 19h | Roxy Gonzaga | Homenagem à atriz Ondina Clais, ‘Noites brancas em sábado de glória’ e ‘O filme da minha vida’;
>> 18/out | 19h30 | Pinacoteca | ‘Sementes de Tamarindo’;
​>> 18/out | 21h30 | Roxy Pátio Iporanga | ‘Âmago’ e ‘Histórias íntimas’;
>> 19/out | 14h | Roxy Premium Lounge | Bate-papo com o cineasta Júlio Lelis;
>> 19/out | 15h | Arte no Dique | Oficina Introdução ao Audiovisual, com Fiama Virgínia, Artur de Abreu e Bruno Landin;
>> 19/out | 15h | Pinacoteca | ‘Domésticas, o filme’;
>> 19/out | 16h | Unimonte | Oficina básica de fotografia, com Vitor Santos de Araújo e Marcelo Colmenero;
>> 19/out | 16h | Unimonte | Oficina de Linguagem Audiovisual, com Giovanna Timon e Victoria Andria;
>> 19/out | 17h | Pinacoteca | ‘Insubstituível’;
>> 19/out | 18h | Cine Café | Happy hour cinematográfico;
>> 19/out | 19h | Roxy Gonzaga | ‘A Plebe é rude’;
>> 19/out | 19h30 | Pinacoteca | ‘Punhal’;
>> 19/out | 21h30 | Roxy Pátio Iporanga | ‘Headbanger Voice – a história da rock bridage’;
>> 20/out | 10h | Arte no Dique | ‘Premiê, quase lindo’ e bate-papo com Alexandre Sorriso;
>> 20/out | 14h | Roxy Premium Lounge | Debate ‘Música em cena’ com cineastas Alexandre Sorriso, Diego da Costa e Wladimyr Cruz;
>> 20/out | 15h | Pinacoteca | ‘Além da estrada’;
>> 20/out | 16h | Arte no Dique | ‘Divinas Divas’;
>> 20/out | 16h | Unimonte | Oficina de tiros e efeitos especiais no cinema, com Delson Matos Gomes e Alexandre Valença Alves Barbosa;
>> 20/out | 16h | Unimonte | Oficina de atuação, com Juliana Fernandes;
>> 20/out | 17h | Pinacoteca | Show de Carla Mariani;
>> 20/out | 18h | Cine Café | Happy Hour Cinematográfico;
>> 20/out | 19h | Roxy Gonzaga | ‘Noitada do Samba – Foco de resistência’;
>> 20/out | 19h30 | Pinacoteca | Vernissage da exposição ‘A Magia do Cinema’, de Waldemar Lopes;
>> 20/out | 21h30 | Roxy Pátio Iporanga | ‘A Garota Ocidental’;
>> 21/out | 15h | Pinacoteca | ‘A Saga da alma de um poeta’;
>> 21/out | 16h | Roxy Pátio Iporanga | Sessão comemorativa dos 35 anos de ‘Vitor ou Vitória?’;
>> 21/out | 17h | Pinacoteca | ‘Redemoinho’
>> 21/out | 18h30 | Roxy Pátio Iporanga | Exposição ‘Julie Andrews: A Nossa Dama’;
>> 21/out | 19h | Pinacoteca | ‘Black & White’;
>> 21/out | 23h30 | Cinemateca de Santos (R. Xavier de Toledo, 42/Santos) | Virada cinematográfica;
>> 22/out | 15h | Pinacoteca | ‘Gaga, o amor pela dança’;
>> 22/out | 16h | SESC Santos (R. Cons. Ribas, 136/Santos) | Debate ‘A crítica de cinema na Baixada Santista’;
>> 22/out | 17h | Pinacoteca | ‘O Cidadão ilustre’;
>> 22/out | 19h | Pinacoteca | ‘Jauja’;
>> 23/out | 16h | Arte no Dique | ‘Nunca me sonharam’;
​>> 23/out | 18h | Cine Café | Happy Hour Cinematográfico com Tha Classic;
>> 23/out | 20h | Roxy Gonzaga | ‘Como Grãos’ e ‘Somos todos estrangeiros’.

No Centro Patrícia Galvão, mostras abordam resistência feminina e cotidiano urbano

Por Comug Santos
.
Desde a última sexta-feira, entraram duas novas exposições no Centro Cultural Patrícia Galvão (Av. Pinheiro Machado, 48/Santos). A primeira, na Galeria de Arte “Braz Cubas” no 2º piso, “Mon Premier Regard III” traz 22 imagens dos alunos da Imago Escola de Artes. Uma série de cenas que demonstra toda a qualidade e sensibilidade do olhar em situações diversas do dia a dia. São pessoas de diferentes áreas demonstrando como é possível retratar o lugar comum, em arte.
 .
Dirigida por Gino Pasquato (fotógrafo há 30 anos) e Herbert Passos Neto (jornalista  e fotografo há 15 anos), a Imago Escola de Artes tem a sua 16ª turma de fotografia formada no curso extensivo e que acontece duas vezes ao ano. Integrando a exposição dos alunos acontecerá também a mostra “Santos de Todas as Formas” com os fotógrafos Ernesto Papa , Tadeu Nascimento e Gino Pasquato.
 .
Já na Galeria de Arte “Patrícia Galvão” no 3º piso, a mostra coletiva “Minha força não é bruta, o universo feminino através da fotografia” é um projeto das artistas Fernanda Klee, Juliana Jacyntho, Lucrécia Couso e M. Cecília de São Thiago, e reúne trabalhos que abordam através da linguagem fotográfica, esse ato de resistência que ainda é ser mulher nos dias atuais. Ambas as exposições permanecem até o dia 20 de outubro, de segunda a sexta, das 10h às 18h e sábados e domingos, das 14h às 20h. 

Com a Cultiva, ASF promove exposição ‘Os Invisíveis’ no Casa Velha

Por Lívia Scapuccin

A exposição fotográfica ‘Os Invisíveis’ retrata o mundo paralelo que muitas pessoas vivem e que outras tratam como inexistente.
Uma realidade ao nosso lado, mas que poucos querem ver!

Com imagnes de Ana Claudia Zveigest, Junior de Almeida e Maria Luiz Silva, a mostra segue até o dia 9 de julho, das 10 às 23h, na Casa Velha (Bulevar Othon Feliciano, 10/Santos).

17º varal de artistas amadores e profissionais da mostra permanente da Casa Velha, a partir do dia 7 de julho, cada visitante poderá levar uma foto exposta no varal. A realização é da ASF – Associação Santista de Fotografia, com apoio da Cultiva – Cultura Ativa. A visitação é gratuita.

Autor e curadores de ‘Netuno’ oferecem visita guiada no Armazém Cultural 11

Por Bruna Duarte

No dia 10 de junho, a partir das 10h, o fotógrafo Leonardo Crescenti receberá interessados para uma visita guiada à mostra Netuno, no Armazém Cultural 11 (Rua Dr. Cochrane 07, térreo/Santos). Em seguida, às 11h, os curadores Nelson Brissac, Pierre Devin e Rosely Nakagawa se unem ao fotógrafo para um debate sobre questões relacionadas à transformação urbana e o desenvolvimento dos projetos Arte Cidade Linha Metálica e a Missão Lance Ventoux. Brissac e Devin estão envolvidos em projetos que apresentam a questão da paisagem urbana e suas mutações socioculturais, tendo se dedicado à questão em regiões diversas no Brasil e fora dele. O evento é aberto ao público e gratuito.

Pierre Devin nasceu em 1946, na França, onde foi fundador do Centre Regional de la Photographie-Nord Pas de Calais (CRP), no qual fez a direção artística por mais de 25 anos. Foi responsável pela criação da missão fotográfica mais longa da História da Fotografia, a Mission Photographique Transmanche, que completou 27 publicações, com nomes como Bernard Plossu, Bruce Gilden, Fabiana Figueiredo, Josef Koudelka, Martin Parr, entre outros.

A exposição “Correspondências”, realizada no armazém Cultural 11, mostrou o resultado da primeira residência artística que teve sua participação e curadoria, na qual busca uma reflexão sobre o território do sul da França e suas mutações ao longo da história. Em Santos, durante o período desta mostra, foram promovidos passeios fotográficos na região do Paquetá, com a intenção de promover a reflexão sobre o destino desta área urbana em plena transformação, tendo a participação especial da fotógrafa santista Vanessa Rodrigues.

Nelson Brissac

Filósofo, tem trabalhando com questões relativas à arte e ao urbanismo. É criador do projeto Arte/ Cidade, um projeto de intervenções urbanas que vem se realizando em São Paulo, desde 1994. Seu ponto de partida é a metrópole contemporânea enquanto espaço complexo e dinâmico, em permanente mutação, engendrando novas e inusitadas configurações urbanas.

A proposta mais recente do Arte / Cidade_ Linha Metálica, se propõe a comparar e articular duas linhas metálicas, a de São Paulo – Santos e a da região do Ruhr, na Alemanha. As duas paisagens, a da metrópole pós-industrial paulista que se articula com o porto através de uma serra escarpada, e a da região alemã formada por uma constelação de cidades, minas, rios, parques e indústrias desativadas e reconvertidas para usos culturais. Brissac é também o autor do texto que apresenta a mostra Netuno, fotografias de Leonardo Crescenti , em cartaz no Armazém Cultural 11.

Leonardo Crescenti

É formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP), formação que deixou de lado para desenvolver seu trabalho como fotógrafo (desde 1974), cineasta e escultor. Em duas décadas dirigiu uma série de treze filmes e vídeos experimentais de curta metragem, obtendo 21 premiações nacionais e 14 internacionais e participando por três vezes da Quinzena dos Realizadores do Festival de Cinema de Cannes (França). Desenvolve um trabalho de expressão pessoal que retoma na imagem fotográfica fixa e em filmes, como no caso de “A pedra ouve o passar o vento”, de 1986 ou no recente “Luz + Luz” de 2010, um vídeo experimental.

TUmobgrafia participa do Festival Santos Café neste mês de julho

Por Secult Santos

Movimento voltado a fotógrafos profissionais e amadores que utilizam aparelhos móveis, como smartphones e tablets, para captar e editar suas imagens, o TUmobgrafia integra a programação do ‘Festival Santos Café 2017’ com a ação ‘#TunoCurtaCafé’.

Para participar basta produzir fotos ou vídeos, de até dois minutos, com seu celular, sob o tema ‘Café’, e postar no grupo (facebook.com/groups/tumobgrafia) com a hashtag da ação.

As imagens serão reproduzidas durante o Festival, que ocorre nos dias 7 e 9 de julho, no Museu Pelé (Largo Marquês de Monte Alegre, 1, no Valongo). Outras informações na página http://www.facebook.com/TUmobgrafia ou no site http://www.santoscidadecriativa.com.br.

‘Curta Café’

Além da ação ‘#TunoCurtaCafé’, o Festival Santos Café também está com inscrições abertas para o ‘Curta Café’, concurso para curtas-metragens com a temática ‘Café’. Podem participar da programação realizadores da Baixada Santista, que devem encaminhar seus trabalhos até as 18h do próximo dia 20, no formato .mov e resolução de 1920X1080, para o email cidade.criativa.audiovisual@gmail.com, com o título ‘Curta Café’.

O chamamento público para a mostra, que terá sessões durante o festival, foi publicado na edição do dia 12 de maio, do Diário Oficial de Santos, com a Portaria 02/2017, da Secult. O edital traz o regulamento completo da seletiva.

Exposição fotográfica ‘Marcha Cega’ estará na Estação da Cidadania

Por Lucas Brolese

Depoimentos, discussão sobre empatia, música ao vivo e petiscos. Essa é a previsão da vernissage da exposição fotográfica Marcha Cega na Baixada Santista, nesta segunda-feira (dia 24), às 19 horas, na Estação da Cidadania (Av. Ana Costa, 340/Santos). Ao final da exposição, três fotografias serão doadas para serem leiloadas com renda destinada à Instituição Braille de Santos. A entrada é franca.

A Marcha Cega é uma obra de arte conceitual, formada por uma performance de intervenção urbana que resulta em uma exposição fotográfica acessível aos cegos. Na edição da Baixada Santista, fazendo parte do Circuito LabXSantista, o projeto aconteceu nas orlas de Santos e São Vicente.

Ao todo, mais de 40 pessoas se envolveram, entre fotógrafos, cinegrafistas e amadores. O conceito central é a empatia, e os questionamentos sobre esse tema se dão de duas maneiras: a primeira na experiência empática direta, possibilitando aos voluntários uma vivência sensorial privada da visão, e a segunda em relação à simbologia visual da cena performada, que questiona a marcha cega da sociedade que não tem olhos para o outro – nesse caso, da falta de empatia.