Arquivo da categoria: Pres. Prudente

Presidente Prudente e Ponto MIS tem oficina de cinema

A parceria entre Governo de Presidente Prudente e Pontos MIS realiza na próxima sexta-feira (19) a oficina de cinema “Exercícios Visuais a partir da Pintura e da Fotografia” na Sala de Cinema do Centro Cultural Matarazzo, às 19 horas. A atividade será ministrado por Gustavo Falqueiro. Inscrições no Centro Cultural Matarazzo ou pelo fone (18) 3226-3399 com Adolfo Tiago no horário comercial.

Partindo de possíveis relações entre pintores e fotógrafos, discursos e imagens, a oficina propõe exercícios visuais onde o participante poderá vivenciar uma poética fotográfica, onde a luz, que é meio, também pode se tornar fim. O Sol e as suas diferentes luzes, à noite e a luz artificial, o olho e teorias da visão, pintores e fotógrafos que exploram a luz como tema são alguns dos aspectos que irão permear a prática fotográfica dos participantes.

Gustavo Falqueiro é graduado em Fotografia com habilitação em Arte e Cultura pelo Centro Universitário SENAC de São Paulo e graduado e licenciado em Filosofia pela Universidade de São Paulo – USP. Há 12 anos trabalha com fotografia e filosofia. Atua como docente em cursos de formação artística para jovens no Instituto Tomie Ohtake, pela Secretaria de Cultura de São Caetano do Sul, e é professor efetivo da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

*Prefeitura de Presidente Prudente

 

Presidente Prudente exibe “Porto Das Monções”; confira também o São João Fest

A Sala de Cinema do Centro Cultural Matarazzo Condessa Filomena Matarazzo exibe neste final de semana, de sexta a domingo (12 a 14), às 16 horas o docudrama “Porto das Monções”, com roteiro e direção de Vicentini Gomez. Um documentário com reconstituição de cenas com vários atores no elenco além dos depoimentos que enriquecem o filme que retrata a descoberta e exploração do ouro em Cuiabá. A entrada é gratuita e livre para todas as idades.

“Porto das Monções” é um docudrama (documentário com reconstituição de cenas) que conta a trajetória das expedições que singraram o rio Tietê nos séculos XVII e XVIII. Quando se descobriu ouro em Cuiabá, as expedições comerciais e militares partiam de Araritaguaba, hoje, Porto Feliz, lugar de onde o Rio Tiete possibilitava navegabilidade. Os batelões – barcos feitos de uma tora única, com até 15 metros de comprimento- era o meio de navegação. O ouro era o objeto de desejo e as viagens que duravam cerca de seis meses era uma grande aventura. A pequena localidade era a base das chegas e partidas das expedições, de pouco conhecimento do público brasileiro.

Monções é o termo empregado para designar o movimento de navegação fluvial para o oeste, realizado pelos paulistas durante o século XVII e XVIII. O trajeto entre Araritaguaba, hoje Porto Feliz, e Cuiabá, consumia cerca de cinco meses, o mesmo tempo entre a rota entre Portugal e a Índia. Mas, diferentemente da navegação marítima, que dependia dos ventos, a navegação fluvial dependia da chuva e da cheia para tornar navegável o trajeto. Empregava remos e necessitava da força física. Milhares de pessoas abarrotaram centenas e centenas de grandes canoas e ao longo destes dois séculos singraram a remo as águas dos rios Tietê, Paraná, Pardo, Coxim, Taquari e afluentes do Paraguai, venceram cachoeiras, intempéries, animais selvagens e ataques indígenas para alcançar a região das minas de ouro. As monções alargaram as fronteiras do território, plantaram cidades e fomentaram o mercado interno da Colônia.

São João Fest 2015

O Governo de Presidente Prudente, através da Secretaria Municipal de Cultura informa que teve início na última de sexta-feira (5/6), mais uma edição do São João Fest nos Bairros. As festas ocorrerão nos bairros da cidade sempre nos finais de semana até o último domingo de julho (26/7).

O objetivo do evento é promover, divulgar e preservar a cultura popular em sua manifestação Junina. É uma realização do Governo de Presidente Prudente que viabiliza cerca de cem (100) festas nos bairros da cidade. Houve, numa reunião antecipada, sorteio de ordem das festas em cada bairro e os bairros contemplados.

Para que o bairro realize sua festa a prefeitura disponibiliza um Kit com especiarias juninas, além de músicos para animação da festa. Serão três festas nesse final de semana, sexta a domingo, e todas elas têm o mesmo horário: 19h. Veja a programação abaixo.

12 de junho
CECAP, Rua Rosa Peretti em frente ao Centro Comunitário
Música: Edu Monetti

13 de junho
TERRAS DE IMOPLAN, Rua Francisco Carrilha Bentes em frente ao Bar da Aldenisa
Música: Mairon & Maira

14 de junho
RESIDENCIAL NOSAK, Rua Mário F. Galego, 507
Música: Milton & Cidinha

*Prefeitura de Presidente Prudente

 

Final de semana com muita literatura em Presidente Prudente

Nas próximas sexta e sábado, o Centro Cultural Matarazzo será local de nada menos que três lançamentos literários além do Encontro com a Poesia – Café Poético, evento que reúne romancistas e poetas da cidade e região. Os lançamentos têm início na sexta-feira (12), às 19h com o romance “Palavras Emudecidas” de Roberta Preto; sábado durante o Encontro com a Poesia, às 9h30, é a vez da poetisa Célia Guímaro bater um papo com o público sobre seu livro “Aroma de Romã”, e à noite, às 19h30 Maria Aparecida Pereira de Souza recebe amigos e convidados para o terceiro lançamento do final de semana “Além dos Limites”. Todos os lançamentos são abertos ao público.

02Lançamento Literário: Palavras Emudecidas
Autora: Roberta Preto (18-99660-9306)
É uma reflexão sobre muitos lares brasileiros, em que a autora demonstra ser possível mudar o destino por meio de escolhas.
12, sexta, às 19h na Galeria Takeo Sawada | Centro Cultural Matarazzo

Encontro com a Poesia apresenta: Café Poético
Bate-papo com a escritora prudentina Célia Guímaro (18-98810-2025)
O meu compromisso
“…Eu, como uma flor fechada perdida de mim mesma.
Ainda que o gesto me doa, sofro a vala
devassada que ficou a minha vida.” Célia Guímaro
13, sábado, às 9h30, na Galeria Takeo Sawada | Centro Cultural Matarazzo

Lançamento Literário: Além dos Limites
Autora: Maria Aparecida Pereira de Souza (18-3222-7895)
O titulo – Além dos Limites – diz muito dos poemas que compõem este livro. A autora vai além do vivido e observado, e palpita, sensitivamente e sensivelmente com tudo que ciranda para além dos metafóricos redundantes. (Caio Porfírio Carneiro – Escritor e Conselheiro da União Brasileira de Escritores.)
13, sábado, às 19h30 na Galeria Takeo Sawada | Centro Cultural Matarazzo

*Prefeitura de Presidente Prudente

 

Virada Cultural Paulista 2015: Programação em Presidente Prudente

Fundada em 1917, Presidente Prudente está localizada a 570 km da capital paulista e a 980 km de Brasília. De acordo com o último censo realizado pelo IBGE, possui pouco menos de 208 mil habitantes, com um elevado Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), de 0,846. Nomeada em homenagem ao ex-presidente Prudente de Morais, a cidade abriga os distritos de Ameliópolis, Eneida, Floresta do Sul, Montalvão.

> Confira a Virada Cultural em outros municípios

Considerada pólo industrial, cultural e educacional, é conhecida como a “Capital do Oeste Paulista”. A tradição da cultura e do esporte também estão presentes em sua história. Todos os anos há grandes espetáculos da música, teatro, dança e, claro, eventos esportivos. O Estádio “Prudentão”, por exemplo, ficou conhecido mundialmente por ter presenciado o primeiro gol de Ronaldo “Fenômeno” na sua volta ao Brasil. PROGRAMAÇÃO – 30 E 31 DE MAIO

PALCO EXTERNO – PARQUE DO POVO
Av. 11 de Maio, s/nº
Os intervalos entre os shows contarão com uma trilha musical desenvolvida especificamente pelo DJ Rodrigo Bento.
0230/5 | 19:30
Agnaldo Timóteo [Música]
Mineiro de Caratinga, Agnaldo Timóteo volta toda atenção à carreira como cantor por meio do show 50 Anos de Estrada Asfaltada. No show, o público pode esperar por Meu Grito e Os Brutos Também Amam.
http://www.agnaldotimoteo.com.br/

30/5 | 21:00
Mateuzinho e Os Umbigaê [Música]
O cantor Mateuzinho Umbigaê convida o Rafael Morais trio para ajudá-lo a interpretar canções de diversas fases da carreira de Jorge Ben Jor. O público pode esperar por Jorge da Capadócia e Carolina Carol Bela.

30/5 | 22:30
Boogarins [Música]
Criada por Benke Ferraz (guitarra) e Fernando Almeida (voz e guitarra), a banda goiana é uma das boas novidades da música nacional. Com uma agenda de shows que inclui apresentações no exterior, o Boogarins apresenta o rock psicodélico do disco As Plantas que Curam (2013). Completam a formação do grupo os músicos Ynaiã Benthorldo (bateria) e Raphael Vaz (baixo).
http://www.boogarins.com

30/5 | 23:59
Krisiun [Música]
Criado em 1990, o trio gaúcho formado por Alex Camargo (baixo e voz) e pelos irmãos Max (bateria) e Moysés Kolesne (guitarra) é referência do death metal nacional e internacional. O show tem como base o trabalho mais recente The Great Execution.

31/5 | 15:30
Os Opalas [Música]
O quarteto tem como principal objetivo explorar clássicos do samba rock, além de mostrar músicas autorais. Entre os artistas contemplados pelo Os Opalas estão Jorge Ben Jor, Tim Maia e Marku Ribas. Mistura Cultural , É pra dançar e 4:20 são do repertório próprio do grupo.

31/5 | 17:00
Aláfia [Música]
Com referências da música negra, a banda vem atraindo um bom público em seus espetáculos devido a sua mistura funk, música de terreiro, hip hop e spokenword. Formado por Eduardo Brechó (voz e guitarra), Jairo Pereira (voz), Xênia França (voz), Fabio Leandro (teclado), Pipo Pegoraro (guitarra), Filipe Gomes (bateria), Lucas Cirillo (gaita), Gabriel Catanzaro ( baixo), Victor Eduardo (percussão) e Gil Duarte (trombone), o Aláfia faz show baseado no elogiado disco homônimo, de 2013, que lista Ela É Favela e Punga.

0431/5 | 18:30
Racionais MC’s [Música]
A espera foi grande, mas ela acabou em novembro de 2014. Após doze anos sem lançar material inédito, o mais relevante grupo de rap brasileiro colocou nas ruas o disco Cores & Valores. Há 25 anos na estrada, Mano Brown, Ice Blue, Edi Rock e KL Jay provaram que seguem em forma – no registro e no palco. Além das novas Quanto Vale o Show e Eu te Proponho, eles relembram Homem na Estrada e Negro Drama.

SALA DE CINEMA CONDESSA FILOMENA MATARAZZO – CENTRO CULTURAL MATARAZZO ***
30/5 | 19:00
Tudo pode dar certo [Cinema]
Boris Yellnikoff é um velho rabugento que tem o hábito de insultar seus alunos de xadrez. Ex-professor da Universidade de Columbia, ele considera ser o único capaz de compreender a insignificância das aspirações humanas e o caos do universo. Um dia, prestes a entrar em seu apartamento, Boris é abordado por Melodie St. Ann Celestine, que lhe implora para entrar. Ele atende ao pedido, a contragosto. Percebendo sua fragilidade, Boris permite que ela fique no apartamento por alguns dias. Ela se instala e, com o passar do tempo, não aparenta ter planos de deixar o local. Até que um dia lhe diz que está interessada nele.

PALCO ESPELHADO – PARQUE DO POVO*
Av. 11 de Maio, s/nº
Os intervalos entre os shows contarão com uma trilha musical desenvolvida especificamente pelo DJ Rodrigo Bento.
30/5 | 20:30
Last Kill Day [Música]
30/5 | 22:00
Subcut [Música]
30/5 | 23:30
Vinni Pelegrino e os Libertários [Música]
31/5 | 14:30
Arkhaikus [Música]
31/5 | 16:00
Alessa [Música]
31/5 | 17:30
Projeto Ensaio RAP [Especial]

TEATRO PAULO ROBERTO LISBOA
Rua Quintino Bocaiúva, 749 – Centro Cultural Matarazzo
30/5 | 18:00
Abertura Oficial [Especial]
30/5 | 18:30
Choros – Ballet Stagium [Dança]
Espetáculo coreografado por Décio Otero, que se inspirou num grupo de dezenas de músicos que se reunia semanalmente para tocar chorinhos ao lado de sua casa, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. O elenco, formado por Ariadne Okuyama, Camila Lacerda, Eduardo Mascheti, Eugenio Gidali, Gabriel Cardoso, Gláucio Malheiro, John Santos, Márcia Freire, Paula Perillo, Renata Medeiros, Raony Iaconis, Roberta Silva e Bruno Fortunato, interpreta, corporalmente, clássicos de nomes como Cartola e Pixinguinha.
30/5 | 20:30
Sinapse – Grupo Ruas de Fogo* [Dança]
30/5 | 22:00
Muito Prazer – Eu sou a Dança – Dança InPrudente* [Dança]
30/5 | 23:59
REC – Cia Mudança [Dança]
31/5 | 11:00
Quinteto de Sopros OSESP [Música]

SESC THERMAS DE PRESIDENTE PRUDENTE**
Rua Alberto Peters, nº 111
30/5 | 20:30
5 a Seco [Música]
O coletivo lança o segundo álbum de sua carreira e primeiro gravado em estúdio, consolidando a união de Leo Bianchini, Pedro Altério, Pedro Viáfora, Tó Brandileone e Vinicius Calderoni em torno de uma sonoridade baseada no encontro de suas personalidades como compositores.

31/5 | 15:00
A Lenda Mágica [Teatro]
Criação de Célio Amino e direção de Ricardo Malerbi, a peça é baseada na vida e no ensinamento de Shunryu Suzuki (1905-1971), monge Zen japonês. A apresentação reúne 17 números de mágica, costurados por uma narrativa teatral.

OBS:
* Programação complementar realizada pelo Município
**Programação complementar realizada pelo Sesc Thermas de Presidente Prudente
***Programação complementar realizada pelo MIS – Museu da Imagem e do Som

Projeto Consonâncias Verbais em Presidente Prudente neste sábado

Neste sábado no Centro Cultural Matarazzo, o Projeto Consonâncias Verbais contempla a cidade com oficinas de Dança, Música e Instrumentos no período da tarde além de uma performance entre os espetáculos de Stand Up no teatro. Consonâncias Verbais é uma criação cênica e sonora que transita entre linguagens artísticas, interagindo artista e espectador, cena e plateia. Neste trabalho, o coletivo de dança [-MOS] e o Grupo Experimental de Música (GEM) interagem com o público de forma lúdica e sensível através da dança, da música, do desenho, da fala e da escrita. Este projeto foi contemplado pelo Edital PROAC 44/2014 – Artes Integradas I da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo.
Dança
Ministrante: Grupo [-MOS]
Experimenta práticas que estimulam a fisicalidade, a espacialidade, ritmo e percepção corporal e sonora através de jogos de improviso entre dança e fala. Investiga quatro qualidades básicas de movimento e fala (lento, rápido, fluido e fragmentado) e as possibilidades de relação entre elas.
Gratuito (20 vagas)

Música e Construção de Instrumentos Sonoros
Ministrante: GEM (Grupo Experimental de Música)
Desenvolve a construção de instrumentos sonoros, investiga timbres e cria células para composições musicais. As qualidades: lento, rápido, fluido e fragmentado, também terão os seus estudos sonoros. Os instrumentos confeccionados nas oficinas e algumas células das composições sonoras estarão presentes na apresentação de Consonâncias Verbais.
Gratuito (20 vagas)

Oficinas de Dança e Música (Projeto Consonâncias Verbais)
16h às 19h oficinas de música e de danças em salas diferentes e turmas simultânea, oficina integrada de música e dança com as turmas.
Público: a partir de 14 anos. Não será necessário ter experiência ou formação artística prévia para a participação no projeto. Ao final das oficinas os participantes serão convidados a compor cenicamente junto aos artistas criadores deste trabalho.

*Prefeitura de Presidente Prudente

 

Biblioteca móvel e nova exposição em Presidente Prudente

Na segunda semana de maio, o Projeto Biblioteca Móvel estará no Jardim Planalto, terça a sexta (12 a 15/05), próximo à Escola Alayde Tortorella. A escola leva grupos de alunos para visitação ao Ônibus e podem consultar o acervo literário, ouvir as contações de histórias, participar das brincadeiras lúdicas, oficinas e muita diversão.

O horário de funcionamento: das 9h às 12h e das 13h às 16h para atendimento ao público, sobretudo, crianças. A Biblioteca Móvel é um ônibus equipado com biblioteca itinerante e com recursos para leituras, audiovisual, empréstimos de livros, “contação de histórias” e oficinas.

Mutação – Museu e Arquivo Histórico

Tem início nesta terça-feira (12/05), e vai até o último dia do mês a Exposição “Mutação”, na Sala de Exposição do Museu e Arquivo Histórico Antônio Sandoval Netto. A Exposição integra a 13º Semana de Museus e é um pequeno passeio pelas obras do ilustrador e artista plástico prudentino Nivaldo Gonçalves. Caricaturas, aquarelas, pinturas digitais, quadros Punks, são o verdadeiro registro de um artista em movimento… transformação. O artista prudentino é uma dos finalistas do Mapa Cultural Paulista na categoria Desenho de Humor.

*Prefeitura de Presidente Prudente

 

Matarazzo exibe ‘Porto das Monções’, de Vicentini Gomez em Presidente Prudente

A Sala de Cinema do Centro Cultural Matarazzo Condessa Filomena Matarazzo exibe nesta quinta-feira (30/04), às 19h30 o docudrama “Porto das Monções”, com roteiro e direção de Vicentini Gomez. Um documentário com reconstituição de cenas com vários atores no elenco além dos depoimentos que enriquecem o filme que retrata a descoberta e exploração do ouro em Cuiabá. A entrada é gratuita e para saber mais, segue o release da produção abaixo.

03Porto das Monções é um docudrama (documentário com reconstituição de cenas) que conta a trajetória das expedições que singraram o rio tietê nos séculos XVII e XVIII. Quando se descobriu ouro em Cuiabá, as expedições comerciais e militares partiam de Araritaguaba, hoje, Porto Feliz, lugar de onde o Rio Tiete possibilitava navegabilidade.

Os batelões – barcos feitos de uma tora única, com até 15 metros de comprimento- era o meio de navegação. O ouro era o objeto de desejo e as viagens que duravam cerca de seis meses era uma grande aventura. A pequena localidade era a base das chegas e partidas das expedições, de pouco conhecimento do público brasileiro.

02Monções é o termo empregado para designar o movimento de navegação fluvial para o oeste, realizado pelos paulistas durante o século XVII e XVIII. O trajeto entre Araritaguaba, hoje Porto Feliz, e Cuiabá, consumia cerca de cinco meses, o mesmo tempo entre a rota entre Portugal e a Índia. Mas, diferentemente da navegação marítima, que dependia dos ventos, a navegação fluvial dependia da chuva e da cheia para tornar navegável o trajeto.

Empregava remos e necessitava da força física. Milhares de pessoas abarrotaram centenas e centenas de grandes canoas e ao longo destes dois séculos singraram a remo as águas dos rios Tietê, Paraná, Pardo, Coxim, Taquari e afluentes do Paraguai, venceram cachoeiras, intempéries, animais selvagens e ataques indígenas para alcançar a região das minas de ouro. As monções alargaram as fronteiras do território, plantaram cidades e fomentaram o mercado interno da Colônia.

04O naturalista francês Auguste de Saint Hilaire, quando conheceu pessoalmente parte da rota fluvial das monções, escreveu no início do século XIX: no porto de Araritaguaba tiveram origem essas navegações fluviais que enchem de espanto os europeus acostumados aos seus mesquinhos rios. Dois destacados historiadores escreveram livros sobre o assunto: Afonso de Escragnolle Taunay e Sérgio Buarque de Holanda.

Vicentini Gomez empreendeu em Porto das Monções uma linguagem dinâmica, fluente e clara, mesclando depoimentos de destacados historiadores, geógrafos e especialistas abordando os desígnios dos administradores coloniais a forma de organização das expedições, as embarcações, os ideais e as ambições de seus participantes e as dificuldades da navegação fluvial. O cenário principal é o porto das partidas e chegada das Monções e o próprio rio Tietê com encenações gravadas nos mesmos locais dos acontecimentos da saga das monções.

*Prefeitura de Presidente Prudente