Arquivo da categoria: solidariedade

Sábado tem Feira de Troca de Livros no PDA

Por Prefeitura de Praia Grande
 .
A última Feira de Troca de Livros do ano acontece neste final de semana no Palácio das Artes (PDA). A 16ª edição do evento será no sábado (21), das 14 às 18 horas, no Salão de Eventos do PDA (Av. Pres. Costa e Silva, 1600/Praia Grande). A entrada é gratuita.
.
Durante toda a tarde, amantes da leitura poderão trocar livros em bom estado em diversas bancas instaladas no Salão. Não há limite de trocas de livros. Qualquer exemplar, de qualquer gênero, poderá ser trocado, em qualquer quantidade. O importante é o livro estar em bom estado.
.
Outro destaque do evento é que às 16 horas ocorrerá o 10º Ciclo de Leituras Dramáticas, já tradicional durante as Feiras de Troca de Livros. O escritor praia-grandense Roberto Massoni apresentará a leitura “Uma História Ordinária”. Não é preciso fazer inscrição prévia para participar.
Anúncios

1º Fest Rock Solidário é realizado na Cidade Náutica dia 28/10

Por Assoc. Solidária Força Vicentina
.
A Associação Solidária Força Vicentina realiza o 1º Fest Rock Solidário no próximo dia 28 (sábado), às 21 horas, em sua sede, na Av. Manoel de Abreu, 563, Cidade Náutica/São Vicente. A entrada é R$ 5 mais 1Kg de alimento não-perecível, exceto açúcar e sal.
.
“Venha bater cabeça ao som de muito Rock ‘n Roll, numa playlist montada com a ajuda de todos os presentes no evento”, dizem os organizadores. Para colaborar na playslit, acesse aqui. Os alimentos arrecadados serão doados para instituições de caridade na cidade.

Happy Hour no Galpão dia 13/10

Por Nina Gagli
.
Movimento é ação, atividade, dinâmica, energia e cinesia (gosto dessa palavra), é mudança e agitação. Coletivos nada mais tratam-se do que da junção de pessoas com interesses em comum, se estendem a vários temas, desde arte, política, música, empoderamento, feminismo, fortalecimento, áreas sociais, cultura e agregação.
.
Junta-se à vista disso, atividade e ação, MOVIMENTO e COLETIVOS, e temos então o “Em Movimento”, que ocorrerá no Galpão Cultural no Parque Anilinas em Cubatão.
O “Em Movimento” existe para promover a oportunidade de toda uma galera linda encontrar aberturas e caminhos para atuar na constituição de um mundo melhor! : ) É, inclusive, disponibilizado no site dessa “turma” incentivadora, oportunidades como projetos, cursos, oficinas e ações em várias áreas e para todos os perfis.
.
Você confere acerca destas oportunidades e oficinas clicando aqui!
.
Melhor que saber de todas essas informações queridas, é ter conhecimento de que rolará um Happy Hour junto com o Coletivo 302. O Happy Hour é um evento para conhecer uma galera com objetivos sociais, jovens que querem aprender e estão dispostos em agregar a toda uma cena cultural, e fazer amizade, claro! : ) tudo isso acompanhados de um som muito da hora!
.
Fica a dica: vai ocorrer uma roda de conversa com o tema: “É possível criarmos um coletivo?” Vamos colar com essa galera? Quem sabe você não encontra pessoas a firmar um coletivo, uma roda de conversa, um movimento…
.
EVENTO GRATUITO! Só precisa se inscrever aqui: INSCRIÇÃO

Nos vemos! 🙂

 

De Tchekhov a Bololofos, acesse a agenda do Sesc nesta semana

Por Corina Assis e Felipe Veiga
.
Confira a programação entre os dias 12 e 14 no Sesc Santos (R. Conselheiro Ribas,136/Santos).
.
Tchekhov é um cogumelo (Cia Estúdio Lusco-Fusco)
.
Três mulheres fixas em um tempo arruinado, acuadas por um mundo em intensa transformação. Uma experiência teatral que combina ficção, neurociência e memória para abordar de forma original o universo da peça As Três Irmãs de Anton Tchekhov. Tchekhov é um Cogumelo combina múltiplas linguagens para retratar a vida de três mulheres fixas em um tempo arruinado, acuadas por um mundo em transformação.
.
Em cena, Djin Sganzerla, Helena Ignez e Michele Matalon, atrizes de gerações distintas, criam um jogo cênico que embaralha os diversos tempos: serão as três irmãs ou a mesma mulher em três momentos da vida? O cantor Roberto Moura e os dançarinos Samuel Kavalerski e Fernando Rocha completam o elenco.
.
Em uma síntese livre da peça original, espécie de “Três Irmãs haicai”, são abordados temas como apatia, caos, medo e desejo de mudança, ecoando as contradições do tempo presente. O espetáculo marca os 10 anos da Cia. Estúdio Lusco-fusco e representa o reencontro em cena de Helena Ignez e Djin, mãe e filha na vida real. Teatro (Foto: André Guerreiro Lopes). Sessões na sexta (13), às 21h, e sábado (14), às 20h. Ingressos de R$ 6 a R$ 20.

Feira de Troca de Brinquedos
.

No dia 12 de outubro, Dia das Crianças, será realizada a atividade Feira de Troca de Brinquedos. Trata-se de um encontro entre crianças e familiares para trocar brinquedos usados, visando fomentar os princípios da troca com a utilização de brinquedos usados, resgatando para valores antigos perdidos na nossa atual sociedade de consumo. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas até 9/10, na sala do Curumim ou pelo telefone 3278-9819. Com educadores do Programa Curumim. Quinta (dia 12), às 12h.
.
Ateliê livre para pequenos – Com Bruna Paiva
.
Quando as portas do Ateliê de artes se abrem e a liberdade é dada, a experiência criativa se amplifica! Em um dia especial como o Dia das Crianças, nada mais importante que celebrar as criações dos pequenos e possibilitar que a imaginação deles aflorem ao longo das descobertas e da brincadeira criativa. Com inspiração nos pressupostos educativos de Reggio Emilia e da experiência da artistas dinamarquesa Anna Marie Holm, as crianças explorarão o Ateliê Livre a partir dos materiais disponibilizados pela educadora Bruna Paiva. Para crianças de 3 a 6 anos acompanhadas de seus responsáveis. Quinta (dia 12), às 11h e às 16h.
.
Bololofos – criação e customização de brinquedos de pano
.
As ilustrações infantis são estudadas como obras de arte e reproduzidas em bonecos de pano, artesanalmente criados para receberem a fiel reprodução do trabalho das crianças. Transformando a imaginação em realidade, os Bololofos instigam a criatividade e fortalecem a autoconfiança das crianças. As crianças criam com seus próprios desenhos o corpo e as partes complementares dos bonecos, que serão customizadas dando forma às criaturas e personagens. Com Graziella Poffo e Thiago Henrique Alves Espeche. Dias 12 a 15, das 13h às 17h.
.
‘Ninhos’ (Balangandança Cia)
.
Vai… e vem. Voa, salta, corre. Volta: para o aconchego, o alimento, a segurança. “Ninhos” parte da ideia do lugar onde tudo começa e pode retornar.Imagens e poesias de movimento apresentam “ninhos” como lugar de apoio e base para os voos, descobertas, passeios.Brincadeiras de crianças confundem-se com movimentos de animais remetendo à similaridade entre movimentações de diferentes espécies. Neste jogo, os ninhos são os espaços de recolhimento onde são fortalecidas relações mais sutis, íntimas e subjetivas, tão importantes para a criança. Quinta (dia 12), às 17h30, na Fonte do Sapo.
.
Guilherme Girardi Quinteto
.
Marcado pelas propostas variadas de arranjos e timbres, o quinteto apresenta obras de Girardi que variam entre peças instrumentais para violão, que incluem choros, valsas, lundus, schottishs, maxixes e outras sonoridades. O contraponto entre o respeito aos fundamentos das tradições musicais brasileiras e as influências contemporâneas resulta em um trabalho com identidade marcante do compositor e do conjunto. Quinta (dia 12), às 18h.

 

Bujas, garagem do bem, vai garantir boa música e solidariedade nesta quarta

Por Nina Gagli
.
“Devemos usar o tempo sensatamente e entender que o momento é sempre adequado para fazer o bem.” – Nelson Mandela
.
É nesse clima que o Bujas quer oferecer a todos uma noite especial, com muita música, e a oportunidade de ajudar o próximo!
.
Em parceria com as Doadoras de Amor e grandes músicos da nossa baixada, vamos fazer uma festa linda na garagem e reverter toda a renda da bilheteria para ajudar a criançada de uma creche no México 70 a ter um dia das crianças mais feliz!
.
#ATRAÇÕES:
Vibehouse
Cabana Jack
Carla Mariani
.
#ENTRADA (100% beneficente)
1 Brinquedo (em bom estado)
1 kg de alimento ou $10
.

Proibida entrada de menores de 18 anos
(exceto com responsável legal)

Após furacão, José Martí/BS promove festa solidária a cubanos

Por Associação José Martí/BS e G1
.
A solidariedade ao povo cubano é o tema da festividade realizada pela Associação Cultural José Martí da Baixada Santista nesta quarta-feira (dia 11), às 19h, na Rua Joaquim Távora, 217/Santos. Toda a renda será enviada ao país para reconstrução das áreas afetadas pelo furacão Irma. A ação tem apoio do Movimento Paulista de Solidariedade a Cuba.
.
“São inúmeros os exemplos de solidariedade do povo cubano com os todos os povos atingidos tanto por catástrofes naturais quanto por injustiças sociais.  Nesse momento é o povo cubano quem necessita de nossa solidariedade”, explica a diretoria da Associação José Martí, que reverterá toda a renda ao Instituto Cubano de Amizade aos Povos, que promove mobilizações em prol à causa após o furacão. Informações: secretariajosemarti20@hotmail.com.
.
Catástrofe natural
.
Na primeira quinzena de setembro, o furacão Irma atingiu Cuba, antes de seguir à Flórida. Apontado como o terceiro mais letal na ilha, provocou 10 mortes. Com ventos acima de 250 Km/h, o furacão foi constatado categoria 5, o mais grave na escala geológica. Na capital cubana, as pessoas passaram dias com enchente e cortes de energia elétrica. A trajetória de Irma obrigou a evacuação de um milhão de moradores.