Arquivo da tag: Araçatuba

Maria Gadú em Santos; 23 cidades recebem Virada Cultural em 2016

“Nós teremos, na 10ª da Virada Cultural Paulista, uma grande novidade: serão três finais de semana de shows que acontecerão em todo o Estado, em 23 municípios das mais variadas regiões. A Virada promove a cultura, a educação, o entretenimento, a transformação. É a cultura indo ao encontro da população em todo o Estado”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

Entre as atrações inéditas na Virada Cultural Paulista, este ano se apresentam Os Mutantes, banda que vem influenciando gerações de músicos desde 1966 e que apresenta vários de seus clássicos em nova roupagem, além de músicas mais recentes; Alceu Valença, com show repleto de cultura nordestina em um caldeirão musical sofisticado e contemporâneo; o incansável Erasmo Carlos, com 50 sólidos anos de estrada e ainda em plena atividade; e a banda NX Zero, que apresenta músicas de seu álbum “Norte”, lançado no ano passado, bem como grandes sucessos de toda sua carreira.

Pensando na variedade de estilos, público e gerações, estão escalados para a edição deste ano artistas dos mais diversos: Almir Sater, Marcelo D2, Tiê, Emicida, Arnaldo Antunes, Trio Virgulino, Wanderléa, Silva, Marcelo Jeneci e Tulipa Ruiz, Zeca Baleiro, Velha Guarda da Mangueira, Tribo de Jah, Mart’nália e Karina Buhr, entre vários outros. O formato inédito, com a distribuição da Virada Cultural Paulista em três finais de semana, possibilita que o público de cada região do Estado tenha acesso a ainda mais atrações, podendo participar do evento em cidades diferentes a cada fim de semana, com pouco deslocamento.

E para dar ao público da capital paulista a oportunidade de ter um gostinho do que é o evento, será realizado no dia 3 de maio, terça-feira, no Teatro Sérgio Cardoso, o Esquenta Virada Cultural Paulista 2016, com show de Maria Gadú. A entrada, como em toda a Virada, é gratuita. A Virada Cultural Paulista 2016 conta ainda com apoio do MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo, Pensarte, Museu do Café e Cavalera.

Histórico

Criada em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, a Virada Cultural Paulista tornou-se o mais relevante evento cultural do interior e litoral paulistas, com a proposta de promover um grande festival gratuito e simultâneo em cidades de médio e grande porte. Desde o princípio, a Virada tem buscado proporcionar ao público o acesso às melhores produções artísticas do País, nas mais variadas linguagens: música, dança, circo, artes cênicas, arte para crianças, dentre outras.

O programa ocorre em parceria com as Prefeituras: enquanto o Estado se encarrega da programação artística principal, os municípios ficam responsáveis por toda a infraestrutura do evento, como montagem de palcos externos e disponibilização de teatros municipais. As cidades também contribuem com programação local, dando espaço a artistas das próprias regiões. No ano passado, realizada em 24 cidades, a Virada teve público de 1,1 milhão de pessoas.

Virada Cultural Paulista 2016

14 e 15 de maio
Araraquara – Zeca Baleiro e Projota
Botucatu – Maria Gadú e Os Mutantes
Registro – Mart’nália e Tribo de Jah
Santa Bárbara d’Oeste – Marcelo Jeneci & Tulipa Ruiz e Nação Zumbi
São João da Boa Vista – Os Mutantes e Emicida
Sorocaba – Nação Zumbi e Mart’nália
Taubaté – Cidade Negra e Toquinho

21 e 22 de maio
Araçatuba – Maria Gadú e Alceu Valença
Ilha Solteira – CPM 22 e Zélia Duncan
Limeira – Alceu Valença e Teatro Mágico
Marília – Biquini Cavadão e Velha Guarda da Mangueira
Piracicaba – Erasmo Carlos e NX Zero
Presidente Prudente – Gabriel o Pensador e Maria Gadú
Votuporanga – Teatro Mágico e Raimundos

28 e 29 de maio
Assis – Ed Motta e Tihuana
Bauru – Projota e Marcelo Jeneci
Campinas – Maria Gadú e Marcelo D2
Caraguatatuba – Otto e Dona Zaíra
Franca – Nação Zumbi e Arnaldo Antunes
Indaiatuba – Arnaldo Antunes e Emicida
Mogi das Cruzes – Banda Malta e Almir Sater
Ribeirão Preto – Marcelo Jeneci e Raimundos
Santos – Alceu Valença e Maria Gadú

Realização: Governo do Estado de São Paulo
Correalização: Prefeituras das cidades participantes
Execução: APAA
Parcerias: SESC-SP
Apoio: MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo, Instituto Pensarte, Museu do Café e Cavalera.

Entrada gratuita

Esquenta Virada Cultural Paulista 2016 com Maria Gadú
03 de maio, terça-feira, às 20h
Teatro Sérgio Cardoso
Rua Rui Barbosa, 153, Bixiga – São Paulo
Sala Sérgio Cardoso
Capacidade: 835 lugares
Entrada gratuita (sujeito a lotação)

*Secretaria de Estado da Cultura

 

Anúncios

Confira a programação da Virada Cultural Paulista 2015

Consolidada como o maior evento cultural do interior e litoral de São Paulo, a Virada Cultural Paulista chega em sua 9ª edição em 2015, levando toda a variedade da produção artística para mais perto da população. Pois o grande forte da Virada é esse: oferecer gratuitamente os melhores espetáculos do cenário contemporâneo nas várias cidades participantes, promovendo uma intensa troca entre público, artistas e espaço urbano.

Este ano, 24 municípios realizam o evento em parceria com o Governo do Estado de São Paulo. Como no ano passado, serão dois fins de semana: 23 e 24; 30 e 31 de maio. Dessa forma, a população terá a oportunidade de acompanhar os shows em municípios diferentes, com a organização e tranqüilidade que também são a marca da Virada Paulista.

Esses oito anos de história não seriam possíveis sem o empenho das Prefeituras Municipais, que se esmeram em fornecer toda a infraestrutura necessária aos espetáculos, além de criar oportunidades para participação dos artistas locais. Um agradecimento especial ao SESC-SP, que participa da Virada com suas unidades do interior e litoral; ao Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS), que organiza a programação de cinema; e à Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA), organização social responsável pela execução do evento. Confira a programação das cidades:

> Programação em Araçatuba
> Programação em Araraquara
> Programação em Assis
> Programação em Campinas
> Programação em Caraguatatuba
> Programação em Ilha Solteira
> Programação em Mogi das Cruzes
> Programação em Presidente Prudente
> Programação em Registro
> Programação em Ribeirão Preto
> Programação em Santa Bárbara D’Oeste
> Programação em Santos
> Programação em Votuporanga

*Secretaria do Estado da Cultura

 

Virada Cultural Paulista 2015: Programação em Araçatuba

Araçatuba tem 108 anos de fundação e conta 200 mil habitantes, estando localizada na região Noroeste do Estado de São Paulo. Sua economia é diversificada, com predominância da produção do etanol e da pecuária, além de comércio regional pujante. No setor da educação, além da Unesp (Odontologia e Veterinária), possui vários universidades particulares, como Unip, UniSalesiano, UniToledo, Fundação Educacional de Araçatuba e IniSEB. Na cultura, tem uma secretaria municipal atuante, com o sistema municipal de cultura já implantado. PROGRAMAÇÃO – 30 E 31 DE MAIO

> Confira a Virada Cultural em outros municípios

PALCO EXTERNO – AVENIDA DOS ARAÇÁS
Avenida dos Araçás, esquina com a rua do Fico
DJ Ball se apresenta entre os shows do dia 30/05* | DJ Johnny Wazagoo se apresenta entre os shows do dia 31/05*
30/5 | 19:30
Junto e Misturado [Música]
Além de repertório autoral, a banda Junto e Misturado também interpreta clássicos do samba rock, do reggae e do rap nacional com uma roupagem nova. No repertório, músicas autorais se juntam a criações de Wilson Simonal, Criolo e Jorge Ben Jor.

30/5 | 21:00
Rael [Música]
Ao inserir outros elementos ao rap, como o samba e o reggae, Rael corre por fora no cenário musical e ganha cada vez mais espaço no meio. O salto foi grande do disco de estreia Música Popular do 3º Mundo (2010) para o sucessor Ainda Bem Que Segui As Batidas do Meu Coração (2013). Além de faixas dos dois trabalhos, ele mostra – com o seu belo timbre vocal – músicas do elogiado EP Diversoficando (2014), entre elas Ser Feliz e Envolvidão.

30/5 | 22:30
Selvagens à Procura de Lei [Música]
Natural de Fortaleza, a banda tem músicas de letras consistentes, arranjos que fogem ao óbvio e duas grandes vozes, as de Gabriel Aragão e Rafael Martins. No palco, o Selvagens à Procura de Lei toca, entre outras, Mucambo Cafundó, que é uma crítica da banda à situação atual do Brasil e da cultura de seus habitantes.
http://sapdl.com/

0430/5 | 23:59
Racionais MC’s [Música]
A espera foi grande, mas ela acabou em novembro de 2014. Após doze anos sem lançar material inédito, o mais relevante grupo de rap brasileiro colocou nas ruas o disco Cores & Valores. Há 25 anos na estrada, Mano Brown, Ice Blue, Edi Rock e KL Jay provaram que seguem em forma – no registro e no palco. Além das novas Quanto Vale o Show e Eu te Proponho, eles relembram Homem na Estrada e Negro Drama.

0331/5 | 15:30
Paula Lima [Música]
Carismática cantora paulista, Paula Lima faz apresentações baseadas cheias de balanço. No momento, ela mostra o seu quinto disco-solo. Trata-se de O Samba É do Bem. Produzido por Leandro Sapucahy, o trabalho é o primeiro da intérprete totalmente dedicado ao samba.
http://www.paulalima.com.br/

0131/5 | 17:00
Bicho de Pé [Música]
O grupo tem como principal objetivo disseminar a música regional brasileira. Com ênfase nos ritmos dançantes do norte e nordeste, como o xote, o baião, o samba, o forró, o maracatu e o carimbó, o Bicho de Pé mostra faixas dos quatro discos que lançou ao longo da trajetória.
http://www.bichodepe.com.br/

31/5 | 18:30
Wanderléa [Música]
Eterna Ternurinha, a cantora ícone dos tempos de Jovem Guarda ao lado de Roberto e Erasmo Carlos sobe ao palco com um show que celebra os seus 50 anos de carreira. O repertório é calcado no box Anos 70, que reúne cinco discos daquela época. Além de Prova de Fogo e Se Você Pensa, ela anima a plateia com Pare o Casamento.

TEATRO CASTRO ALVES
Rua Duque de Caxias, nº 29 – Centro
É necessário retirar ingresso uma hora antes de cada apresentação. Sujeito a lotação.
30/5 | 18:30
Abertura Oficial [Especial]

30/5 | 19:00
Killocaloria – Cia Viradalata [Teatro]
Alexandra Golik sobe aos palcos para falar de quilos, regimes, neuroses, dietas, guloseimas, medidas e tentações. A apresentadora Eva Goldenretrievermann recebe convidados e profissionais de diversas áreas para darem “dicas e toques, pitacos e truques” contra a balança em um programa chamado Killocaloria. Todos os personagens são feitos pela atriz, nesta comédia ágil e deliciosa.

31/5 | 16:00
O Senhor das Chaves [Teatro Infantil]

PRAÇA JOÃO PESSOA*
Praça João Pessoa – Centro
30/5 | 18:30
Som Sobre Tom [Música]

30/5 | 20:30
Rádio 84 [Música]

0530/5 | 23:00
João Valio [Stand Up]
João Valio trabalhou como roteirista do Mundo Canibal TV, do Multishow, e atualmente é roteirista e ator do canal Na Sarjeta, no YouTube, com mais de 12 milhões de acessos. Integrou a equipe vencedora (time rosa) do quadro Maratona do Humor, do programa Tudo É Possível, com Ana Hickman, da Record. Também já foi destaque do quadro Humor na Caneca, do Programa do Jô, da Globo, e do programa A Praça é Nossa, do SBT.

31/5 | 11:00
Histórias e Grafites – Andréa Martins e Márcio Sick [Teatro Infantil]
Histórias serão contadas e seus mistérios estarão grafitados no muro. Em “Histórias e Grafites”, Andréa Martins conta histórias sobre crianças atentadas, que dão nó em pingo d’água, enquanto o grafiteiro Márcio Sick deixará no muro um registro lúdico sobre as alegrias e desventuras de ser criança. Junto às histórias vêm músicas animadas e jogos de interação com a plateia.

31/5 | 16:30
Brunno Carvalho [Música]

31/5 | 17:30
Opção Sete [Música]

POLO AVANÇADO DO SESC EM ARAÇATUBA**
Rua José Bonifácio, 39 – Centro
30/5 | 18:00
Parangolé Graffiti [Artes Visuais]
Imagine um graffiti que, de repente, se solta do muro e sai pela rua! Isso é possível com esta experiência incrível! E é muito simples… É uma intervenção urbana que visa alterar, mesmo que brevemente, o cotidiano das pessoas, transformando alguns minutos de um dia comum em uma experiência artística, por meio do graffiti e do parangolé.

30/5 | 20:00
Explode Balão e Expalha Poesia – Tânia Antunes e Ed Barba [Literatura]
A intervenção busca um encontro concreto entre o público transeunte e a poesia. Um corpo coberto com centenas de balões caminha entre o público acompanhado de uma performer que oferece um objeto para que o público perfure os balões. Quando o balão explode, explode a poesia na boca da performer.

31/5 | 14:00
Se Chove Não Molha – Circo Vox [Circo]
Uma família de palhaços, o pai e seus dois filhos, chegam para apresentar um espetáculo, mas se atrapalham ao fazer os números, que acabam sempre da forma errada. Os três ficam nesse “chove não molha” e, então, percebem ao final que, sem querer, apresentaram um espetáculo divertidíssimo. Nessa montagem o grupo traz esquetes tradicionais circenses adaptadas para a linguagem contemporânea do grupo.

OBS:
*Programação complementar realizada pelo Município
**Programação complementar realizada pelo Pólo Avançado do SESC
Programação sujeita a alteração sem aviso prévio

Opinião: 0,4% do Orçamento – 10% = Cultura em SP

02Em Paris, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, já se lamentava entre os pares políticos. “Se você tira 30% do peso de uma pessoa normal, ela vai ter dificuldade, mas pode ir compensando. Mas, de uma pessoa esquálida, se você tira 30%, é possível até que inviabilize a sua vida”, comparou à Folha de São Paulo no último dia 20.

É que a crise econômica que abala o Brasil ressoará provavelmente no corte de um terço dos cofres do MinC este ano. A situação é independente de partidos. No Governo de São Paulo, a pasta da Cultura equivale a 0,4% do orçamento geral – R$ 0,9 bilhão do R$ 204,6 bi do Estado. Mesmo assim, ajusta-se a perder 10%.

03O resultado é que a articulação de políticas para o setor ainda será menor este ano. Tratando de espaços que zelam pelos patrimônios e é o chamariz da atual gestão de Marcelo Araújo, os museus já registram demissões. Com perda de 15% da verba, a Pinacoteca do Estado demitirá 29 funcionários. Sem 10%, o Museu Afro Brasil desligará outros 25 trabalhadores.

04Já o Museu da Imagem e do Som perdeu 13 colaboradores e reduzirá uma hora diária do seu expediente. Também na Capital, o Paço das Artes cortou cinco nomes das folhas de pagamento e fechará em vez de um, por dois dias da semana.

O que também desanda é o carro-chefe na capacitação de artistas, as Oficinas Culturais da Associação Poiesis. Das 21 unidades, seis fecham as portas em abril: em Araçatuba, Araraquara, Bauru, Campinas, São João da Boa Vista e a última na Capital.

Há coordenadores da Poiesis que relataram ao Estadão o fechamento de outras três unidades, mas não foi confirmado. Embora a instituição e a Secretaria do Estado da Cultura garantam manter atividades itinerantes nestes municípios, difícil crer que a programação se manterá intensa no interior paulista.

05Outro profundo corte na garganta dos produtores e artistas é a redução da verba do Programa de Ação Cultural – ProAC, principal meio de financiamento do governo às artes. Para o ProAC ICMS (modelo de renúncia fiscal), serão destinados R$ 121,7 milhões – em 2014 foram R$ 135,2 mi. O valor será liberado para captação no dia 30 de março. Já os recursos para editais serão mantidos em R$ 40 milhões. Ao todo, menos 10%.

Sim, é compreensivo os rumos econômicos que afundam o barco financeiro no Brasil. Mas não é compreensivo que os governos tornem mais esquálidas as políticas culturais. Por isso, que movimentos culturais do Estado vão protestar contra esse retrocesso nesta quarta-feira, às 13h30, na Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16, Campos Elíseos, São Paulo).

*Lincoln Spada

 

Programação completa do Circuito Sesc de Artes 2015

Eis o Circuito Sesc de Artes 2015. Criado na última década, ele possibilita um dia de oásis cultural pelo interior paulista. Municípios sem teatros, redondezas com raros cinemas, locais sem secretarias da cultura firmadas. A agenda da entidade abrange 108 cidades em 12 roteiros com 392 artistas, em linguagens como teatro, circo, dança, música, cinema, artemídia e cultura digital. Ao todo, 547 horas de atividades gratuitas e descentralizadas para um público de 280 mil espectadores.

Repensar num projeto de tal amplitude precisa mesmo de uma sensibilidade do gestor. O circuito abrange índices tão invejáveis quanto o seu similar criado pelo Governo Estadual. Em um único fim de semana, a Virada Cultural Paulista ocorre em 28 cidades, mas mantém cerca mais de 1500 horas de programação gratuita e milhares de artistas. A principal diferença é que a iniciativa do Sesc percorre mais locais por ser realizada de 24 de abril a 10 de maio deste ano. Confira a programação por roteiro, em que cada um contempla nove municípios.

>> Roteiro 1: Adamantina, Assis, Avaré, Jales, Lucélia, Marília, Palmital, Tanabi, Votuporanga

>> Roteiro 2: Botucatu, Garça, Fernandópolis, Mirassol, Osvaldo Cruz, Ourinhos, Presidente Venceslau, Santa Fé do Sul, Tupã

>> Roteiro 3: Cerquilho, Cubatão, Ibirá, Guarujá, Limeira, Olímpia, Monte Alto, Rio Claro, São Vicente

>> Roteiro 4: Bebedouro, Bertioga, Itanhaém, Itápolis, Novo Horizonte, Porto Feliz, Registro, Tietê

>> Roteiro 5: Bariri, Birigui, Franca, Guariba, Ibitinga, Ilha Solteira, Jaú, Lins, Sertãozinho

>> Roteiro 6: Andradina, Araçatuba, Barra Bonita, Barretos, Cajuru, Jaboticabal, Matão, Penápolis

>> Roteiro 7: Americana, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itapeva, Itapetininga, Itararé, Mauá, Mogi Mirim, Valinhos

>> Roteiro 8: Bragança Paulista, Diadema, Itaquaquecetuba, Itu, Mogi Guaçu, Santa Bárbara D’Oeste, São Caetano do Sul, São Roque, Votorantim

>> Roteiro 9: Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Itirapina, Mococa, Mogi das Cruzes, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo, São João da Boa Vista, Taboão da Serra

>> Roteiro 10: Araras, Brotas, Caucaia do Alto e Cotia, Embu-Guaçu, Pirassununga, Poá, Rio Grande da Serra, São Paulo, Suzano

>> Roteiro 11: Carapicuíba, Cruzeiro, Franco da Rocha, Guararema, Guaratinguetá, Itapevi, Paraibuna, Redenção da Serra, Santa Branca

>> Roteiro 12: Francisco Morato, Igaratá, Jandira, Monteiro Lobato, Pindamonhangaba, Santa Isabel, Santana de Parnaíba, São Bento do Sapucaí, Tremembé

*Lincoln Spada/Sesc