Arquivo da tag: arte

‘Leia Santos’ comemora 11 anos de atividades na Cidade

Por Secult Santos
 .
Com o propósito de despertar o interesse pela leitura, o projeto Leia Santos – Um Incentivo à Leitura, da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), comemora 11 anos de atividade neste mês de outubro. Até o último mês de agosto, a iniciativa contabilizou 355 eventos, nos quais foram distribuídos gratuitamente à população 34.467 livros e 23.358 gibis, com 19.296 leitores atendidos.
.
Apenas neste ano ocorreram 31 edições, nas quais foram entregues 3.636 livros e 2.262 gibis ao público, contemplando 3.257 leitores em ações itinerantes, realizadas com o auxílio da biblioteca móvel do projeto, levando a diversos bairros da Cidade os programas ‘Adote um Livro’, ‘Adote um Gibi’ e o infantil ‘Baú de Letrinhas’, que consistem na distribuição gratuita de exemplares literários.
Outra ação do projeto, contemplado em 2012 com o prêmio Proler – Programa Nacional de Incentivo à Leitura na categoria Comunidade, é o ‘Espaço Leitura’, com cadeiras e mesas para a leitura de jornais, revistas e dos títulos adotados. O Leia Santos engloba ainda o ‘Espaço Pintura’, com atividades recreativas para as crianças, além do ‘Varal de Poesias’ e das ‘Exposições Literárias’, que destacam poemas dos principais atores nacionais e regionais.
Agenda de outubro
.
Neste mês de outubro, a programação itinerante do Leia Santos ocorre no próximo dia 6, das 10h às 14h, comemorando o Dia da Praça Mauá, no Centro Histórico. No dia 19, marca presença em mais uma edição do projeto ‘Cine Letras’, que exibe filmes com temática literária, às 14h, no Cine ZN – Sala Toninho Dantas (Av. Afonso Schmidt, s/nº, no Areia Branca). Já no dia 22, das 9h às 13h, estará no Domingo de Lazer, na orla do Gonzaga, próximo ao Canal 3. A Praça Bruno Barbosa, no Castelo, recebe a celebração do aniversário do Leia Santos no dia 26, das 10h às 14h.
 .
As atividades continuam no dia 27, das 18h às 22h, em mais uma edição do projeto Sexta com Arte, realizada pela Secult no Centro de Atividades Integradas (Cais) Milton Teixeira (Av. Rangel Pestana, 150, Vila Mathias). No dia 29, quando é comemorado o ‘Dia da Doação de Livros e do Incentivo à Leitura, ocorre na Praça da Independência, no Gonzaga.
 .
Leve, Leia, Doe
 .
Desde 2015 o projeto Leia Santos realiza o programa ‘Leve, Leia, Doe’, que consiste na distribuição gratuita de livros em estandes montados em vários pontos da Cidade. A ideia é que a pessoa retire o livro gratuitamente, leia e depois devolva a obra no local em que a retirou ou em outro estande do projeto, possibilitando que outra pessoa leia o mesmo exemplar. Ou então faça a doação de novos exemplares.
 .
Por meio do projeto, que conquistou em 2016 o prêmio Proler na categoria Secretaria de Cultura, já foram recebidas mais de 45.800 publicações. Dessas, 3 mil foram encaminhadas às bibliotecas municipais e mais de 20 mil disponibilizadas nos vários estandes do projeto espalhados pela Cidade.
 .
Os postos de distribuição gratuita do ‘Leve, Leia e Doe’ funcionam no Ambulatório de Especialidades (Av. Conselheiro Nébias, 199, Paquetá), Ambulatório de Especialidades da Zona Noroeste (Rua Luiz Gomes Cruz, s/nº, Castelo), Aquário Municipal de Santos (Av. Bartolomeu de Gusmão, s/nº, na Ponta da Praia), Paço Municipal (Praça Mauá, s/nº, no Centro Histórico), Policlínica da Ponta da Praia (Praça Primeiro de Maio, s/nº) e Policlínica da Caneleira (Rua Francisco Ferreira Canto, 351, Vila São Jorge).
 .
Também está presente nas policlínicas do Morro Nova Cintra (José Ozéas Barbosa, s/nº), Morro São Bento (Rua das Pedras, s/nº), Rádio Clube (Av. Hugo Maia, s/nº), São Manoel e Piratininga (Praça Nicolau Geraigire, s/nº), Campo Grande (Rua Carvalho de Mendonça, 607), Sesc-Santos (Rua Conselheiro Ribas, 236, no Aparecida), Unidade de Saúde da Família do Caruara (Rua Andrade Soares, 422).
 .
Mais pontos são a Hemeroteca Municipal Roldão Mendes Rosa (Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias – piso térreo), Biblioteca de Artes Cândido Portinari (Av. Rangel Pestana, 150, na Vila Mathias) e no Orquidário Municipal de Santos (Praça Washington, s/nº, no José Menino).
Anúncios

Baobá Coletivo de Arte se apresenta no Parque Vila de SV

Por Baobá Coletivo de Arte

Neste sábado (dia 5), às 19h, o Baobá Coletivo de Arte realiza mais uma apresentação do Projeto PRETUme. Dessa vez, a apresentação cênica está prevista no Parque Cultural Vila de São Vicente (Praça João Pessoa). “Espaço que que carrega por si só grande parte da nossa história e cultura afro-brasileira”, cita o organizador e ator Bruno Oliveira.

 

Mostra Cine Debate #DOC será realizada no Cine Arte Posto 4

Por Dino Menezes

Com o intuito de questionar e debater os problemas da sociedade por meio do cinema, a primeira edição do ‘#Doc’ traz a exibição das produções ‘Noisdarua’ e ‘Luz, Câmera, Inclusão – Um filme sobre a Luta Antimanicomial’. Logo após a sessão haverá debate com Rafael Moreira, doutor e mestre em ciência politica pela USP; Leonel Lobo, assistente social; e com o cineasta Dino Menezes. A sessão gratuita será nesta quarta-feira (dia 2), às 21h, no Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho (Orla do Gonzaga).

>> “NOISDARUA”
O filme é uma homenagem aos 80 anos do dramaturgo santista Plínio Marcos. Foi produzido a partir de uma passeata de moradores de rua. Um mergulho no mundo dos excluídos, invisíveis a uma sociedade cega e a um sistema excludente. Produção Dino Filmes. Cor /10m26s / Doc / Santos SP

>> “Luz, Câmera, Inclusão, Um filme sobre a Luta Antimanicomial.”
A obra faz uma viagem de volta à década de 1980 para contar a história da Casa de Saúde Anchieta, em Santos, que naquela época ficou conhecida como Casa dos Horrores. O lugar era um retrato do abandono e descaso dos manicômios espalhados pelo Brasil, sempre marcados pela superlotação, falta de profissionais, maus-tratos. Cor / 30m / Doc / Santos SP

 

Projeto Antro Hilda Hilst ministra oficinas no Cais Vila Mathias

Por Projeto Antro Hilda Hilst

Na terça-feira (23), o projeto Antro Hilda Hilst (AntroHH) chega em Santos para ministrar oficinas para as crianças do programa ‘Escola Total – Jornada Ampliada’ do núcleo Centro de Atividades Integradas (Cais) Vila Mathias (Av. Rangel Pestana, 150). Os pequenos atendidos pela unidade participam de workshops de música, teatro e colagem. O início das atividades está marcado para as 13h.

Antro Hilda Hilst

Festival de oficinas, performances e mostras interativas inspiradas na escritora paulista Hilda Hilst, o projeto foi premiado pelo Edital de Festivais de Arte Programa de Ação Cultural (ProAC) do Governo do Estado São Paulo.

Com produção da Cama Leão e apoio do Institutos Hilda Hilst e Criar de TV, Cinema e Novas Mídias, o projeto itinerante utiliza a arte-educação como ferramenta de transformação social e garante acesso ao fazer artístico para crianças, jovens e adultos. Outras informações no site http://www.antrohh.com.

 

Grupos Artísticos de Cubatão reúnem mais de 200 artistas num só palco

Por Morgana Monteiro

Mais de 200 talentos dos Grupos Artísticos de Cubatão sobem no palco do Bloco Cultural do Paço Municipal no próximo sábado (8), às 20 h, em uma apresentação especial. Comemorando o aniversário de Cubatão, 68 anos de emancipação político-administrativa, o concerto reunirá todos os Corpos Estáveis da cidade. A entrada é gratuita e o Bloco Cultural fica na Praça dos Emancipadores, s/nº, Centro (entre a Prefeitura e a Câmara Municipal).

O evento tem início com a Banda Marcial de Cubatão e seu Corpo Coreográfico, interpretando “Olimpic Spirit”, de John Williams e “Ammerland”, de Jacob De Haan, com participação da bailarina Jhully Batista. A Marcial tem regência do maestro Alexandre Felipe Gomes e o Corpo Coreográfico é coordenado por Alessandra Palucci. O Coral Raízes da Serra e suas maduras vozes da Terceira Idade trazem “Azul da cor do mar”, de Tim Maia, sob a regência da Sandra Diogo Moço. A Cia de Dança da Sinfônica levará a premiada coreografia “Implexis”, de Flávia Sá. Com direção artística de Vanessa Toledo, esta montagem foi uma das selecionadas para competir no Festival Valentina Kozlova, em Nova York, em junho deste ano.

A segunda parte do concerto traz a Banda Sinfônica de Cubatão, com regência do maestro Rodrigo Vitta em “Batuque”, de Lorenzo Fernandez. Depois, em parceria com o Coral Zanzalá, a Sinfônica apresenta grandes obras da MPB como “Encontros e Despedidas”, de Milton Nascimento e arranjo confeccionado por Vitta; e “Villa-Lobos Fantasia”, uma composição de Rodrigo Vitta. O Zanzalá contará com regência de Nailse Machado e Maria Fernanda Tavares.

A noite musical será encerrada com “Fantasia Sinfônica Cubatão 2001”, de Roberto Farias. Participam desta obra, além da Banda Sinfônica de Cubatão, Coral Zanzalá, Corpo Coreográfico da Marcial, Grupo Rinascita de Música Antiga – sob a direção artística de Fabrício Leite e o Coral Infantil do Programa BEC, com orientação dos monitores Alessandro Inácio, Ruth Menezes e Alessandra Silva. Regência de Rodrigo Vitta. O músico Thiago Bilú – que já foi integrante da Sinfônica, da Marcial e monitor do Programa BEC e hoje é trompista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) – fez questão de participar da apresentação, como convidado.

Criada no início dos anos 2000, a “Fantasia Sinfônica” retrata, por meio da música, as artes em todos os seus segmentos, que se entrelaçam à história de Cubatão. “São momentos diferentes desta ‘fantasia sinfônica’ que nos leva a viajar por Cubatão e todos esses meandros artísticos que compõem tão bem nossa identidade”, disse o maestro, que hoje é coordenador geral dos Corpos Estáveis, filho de Cubatão, fundador da Banda Sinfônica (na época em que ainda era Banda Musical) e prolífico compositor.

Com esta apresentação, os Grupos Artísticos celebram a cidade de Cubatão e a Arte tão presente na vida do município. “Os Corpos Estáveis são bens culturais, bens da comunidade cubatense. A arte que produzimos é para nossos moradores. Tudo o que produzidos, ensaiamos com afinco e apresentamos com excelência pode ser resumido em um sentimento: gratidão. Gratidão à nossa cidade que nos acolhe e à comunidade que sempre nos prestigia”, completa Roberto Farias.

 

6º Facult amplia o período de inscrições em novas três semanas

Por Lincoln Spada / Foto: ‘Tempos Modernos’, divulgação.

Produtores culturais e fazedores de arte terão um maior período para se inscreverem no 6º edital do Fundo de Assistência à Cultura de Santos, popularmente 6º Facult. Previsto para encerrar esta etapa nesta quinta-feira (dia 9), o concurso municipal terá o prazo prolongado para receber projetos até o dia 30 de março. É certo que a Secretaria da Cultura de Santos ainda nesta semana publicará a prorrogação via decreto no Diário Oficial.

Com as mudanças do edital, a Secult entende que a ampliação da fase de inscrições permitirá que os proponentes tenham mais tempo de adequar seus projetos. Ao mesmo tempo, possibilita uma maior adesão de inscritos, já que esta foi a primeira edição que ocorreu inscrições em período simultâneo com os preparativos e festejos do Carnaval – que conta com o envolvimento de muitos do segmento artístico. Não se trata de um adiamento isolado: em 2010, o 1º Facult também aumentou as datas desta fase.

>> Baixe aqui o edital na íntegra
>> Conheça o observatório do Facult

A iniciativa contemplará 30 projetos, cada um com verba municipal de R$ 12 mil, totalizando R$ 360 mil de aporte do Facult. As inscrições podem ser realizadas nos dias úteis, das 9h às 12h e das 14h às 17h. O projeto a ser inscrito deverá ser entregue pessoalmente ou encaminhado por via postal, com aviso de recebimento (A.R) ou Sedex, para a Secretaria de Cultura – Facult, localizada na Av. Senador Pinheiro Machado, 48, térreo – Conselho Municipal de Cultura, no bairro Vila Mathias. O CEP é 11075-907.

O projeto deve ser entregue ou enviado dentro de uma ‘embalagem única’ (envelope, pacote ou caixa) com a identificação ‘Edital Facult nº 6’, contendo em seu interior dois envelopes, classificados como nº 1, com a documentação exigida, e nº 2, contendo o projeto. Os cadastros entregues pessoalmente deverão estar acompanhados de quatro cópias da ficha de inscrição do lado de fora da embalagem única.

No caso de projetos enviados por via postal, as quatro cópias deverão estar dentro da embalagem. Uma cópia será retida pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), as outras duas anexadas aos envelopes nº 1 e nº 2, e a outra via de inscrição protocolada e devolvida ao proponente. Mais informações podem ser obtidas na Secult ou pelo tel. 3226-8000.

Quem pode participar

Podem concorrer propostas que contemplem os segmentos artísticos das artes plásticas, artes gráficas, artesanato, cultura integrada e popular, circo, artes de rua, dança, música, teatro, cinema, videografia, fotografia, literatura, patrimônio cultural e natural, infraestrutura cultural ou outros segmentos aprovados pelo Conselho Municipal de Cultura de Santos.

Somente poderão se habilitar ao concurso pessoas físicas ou jurídicas de direito privado, de natureza cultural e sem fins lucrativos, domiciliadas ou sediadas em Santos. Cada proponente poderá se inscrever em apenas um projeto, com uma única função artística. Constatada a participação do mesmo proponente em mais de um projeto cultural, ocupando outras funções do quadro artístico, será considerado para efeito de classificação final, o projeto com a nota mais baixa.

Oficina de Teatro do Arte no Dique tem início no próximo dia 6

Por André Azenha

“O teatro como dispositivo disparador de desenvolvimento intelectual, social, cognitivo e motor. Possibilitando a desinibição e o autoconhecimento para todos os praticantes em todas as idades, da infância, adolescência, fase adulta e terceira idade expandindo a possibilidade de expressão através da palavra, corpo e imagens, tendo como base de criação a história da comunidade, histórias pessoais e arquétipos sociais, em construção coletiva ao longo do ano de 2017.”

É com esses valores que a oficina de Teatro do Instituto Arte no Dique terá início em 5 de março. As inscrições são gratuitas, sem limite de idade, e podem ser feitas na sede da instituição em horário comercial, à Rua Brigadeiro Faria Lima, 1349, no Rádio Clube.

As aulas acontecerão segundas e quartas-feiras, das 16h às 18h, e serão coordenadas pelo artista Rafael Palmieri, que desenvolve trabalhos de artes integradas nos segmentos música, teatro, dança, performance e literatura, em pesquisa continuada.

No fim do ano, o resultado das aulas poderá ser conferido na Semana Plínio Marcos, evento realizado pela entidade que conclui o ano letivo das diversas oficinas realizadas no local e que visa estimular a cidadania e a cultura em cada pessoa.