Arquivo da tag: cursos

Happy Hour no Galpão dia 13/10

Por Nina Gagli
.
Movimento é ação, atividade, dinâmica, energia e cinesia (gosto dessa palavra), é mudança e agitação. Coletivos nada mais tratam-se do que da junção de pessoas com interesses em comum, se estendem a vários temas, desde arte, política, música, empoderamento, feminismo, fortalecimento, áreas sociais, cultura e agregação.
.
Junta-se à vista disso, atividade e ação, MOVIMENTO e COLETIVOS, e temos então o “Em Movimento”, que ocorrerá no Galpão Cultural no Parque Anilinas em Cubatão.
O “Em Movimento” existe para promover a oportunidade de toda uma galera linda encontrar aberturas e caminhos para atuar na constituição de um mundo melhor! : ) É, inclusive, disponibilizado no site dessa “turma” incentivadora, oportunidades como projetos, cursos, oficinas e ações em várias áreas e para todos os perfis.
.
Você confere acerca destas oportunidades e oficinas clicando aqui!
.
Melhor que saber de todas essas informações queridas, é ter conhecimento de que rolará um Happy Hour junto com o Coletivo 302. O Happy Hour é um evento para conhecer uma galera com objetivos sociais, jovens que querem aprender e estão dispostos em agregar a toda uma cena cultural, e fazer amizade, claro! : ) tudo isso acompanhados de um som muito da hora!
.
Fica a dica: vai ocorrer uma roda de conversa com o tema: “É possível criarmos um coletivo?” Vamos colar com essa galera? Quem sabe você não encontra pessoas a firmar um coletivo, uma roda de conversa, um movimento…
.
EVENTO GRATUITO! Só precisa se inscrever aqui: INSCRIÇÃO

Nos vemos! 🙂

 

Anúncios

Com 130 vagas, Estação das Artes abre inscrições até esta sexta-feira

Por Lincoln Spada

Artes plásticas e artesanato são os segmentos contemplados nos novos cursos livres oferecidos gratuitamente na Estação das Artes. Ao todo 130 novas vagas são abertas neste semestre pela iniciativa da Prefeitura de Cubatão via Secretaria da Cultura. O período de inscrições é de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 12 horas e das 13 às 16 horas, até o dia 4 de agosto, na Avenida Nove de Abril, 2800, Vila Nova.

Os interessados devem apresentar RG e comprovante de residência. No caso de inscrições para menores de idade a documentação deve ser de seus responsáveis. A partir do dia 1º de agosto serão abertas 13 turmas diferentes, cada uma com 10 vagas disponíveis. Enquanto os cursos de desenho e retrato serão desenvolvidos por Julieta Wisniewski, as formações relacionadas à arte infantil e à papietagem serão ministradas por Maria Helena Silva.

Julieta é professora e artista plástica (Unisanta), com especialização em desenho artístico e pintura acadêmica (Academia de Artes de São Paulo) com trabalhos expostos pelo Brasil, Canadá e Austrália. Por sua vez, Maria Helena é professora de artes e educação ambiental (Unifesp), sendo artista plástica com ênfase em peças artesanais, recicláveis e design de moda.

Conheça os cursos

No próximo semestre, às segundas-feiras, haverá curso de desenho artístico para alunos a partir de 13 anos (das 13h30 às 16h30) e a partir de 16 anos (das 19 às 22 horas). Às terças-feiras serão atividades de retrato em grafite e coloração (das 13h30 às 17 horas e das 19 às 22 horas), ambos para interessados a partir de 14 anos.

Já às quartas-feiras, a Estação das Artes terá aulas de arte infantil voltadas às crianças de 7 a 8 anos (classes das 10 às 11h30, das 13h30 às 15 horas e das 15 às 17h30). No mesmo dia, das 13h30 às 16h30, o local contará com turma de desenho artístico, para alunos acima de 13 anos.

As quintas-feiras serão reservadas para cursos de iniciação ao desenho (das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas), para alunos de 9 a 12 anos. Também, à tarde, interessados de 7 a 8 anos podem ter aulas de arte infantil (das 13h30 às 15 horas e das 15 horas às 17h30). Por sua vez, às sextas-feiras, das 13h30 às 17h30, o espaço conta com curso de papietagem, para interessados acima de 12 anos.

Inscrições abertas para cursos gratuitos no Palácio das Artes em PG

Estão abertas as inscrições para a lista de espera de diversas oficinas oferecidas pela Secretaria de Cultura e Turismo. Interessados em aprender violão, teatro, jazz, sapateado, artes visuais, danças circulares e performance devem procurar o Núcleo de Complementação Educacional Palácio das Artes, de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 17 horas, levando cópia do RG, uma foto 3×4 e cópia do comprovante de residência. Informações: 3496-5706.

*Prefeitura de Praia Grande

Análise: Relatório mapeia de espaços culturais da Baixada Santista

O relatório virtual Cultura ao Encontro – Mapeamento de espaços culturais da Baixada Santista é uma iniciativa sem fins lucrativos realizada em maio de 2016 pelo jornalista, ator e pós-graduando em Gestão Cultural, Lincoln Spada. O objetivo do relatório é uma tentativa de mapear a maioria dos espaços culturais e espaços em potencial para tal vocação na Região Metropolitana da Baixada Santista. Acesse ao relatório completo aqui.

>> Acesse: Mapa / Análise por: Bertioga / Cubatão / Guarujá / Itanhaém / Mongaguá / Peruíbe / Praia Grande / Santos / São Vicente / Análise por: Literatura / Audiovisual / Artes plásticas e visuais / Praças / Artesanato / Patrimônio / Música / Festejos / Artes cênicas

A escolha de se debruçar no diagnóstico de espaços culturais é porque se trata de um modo mais conciso e mais próximo da exatidão de perceber a disseminação das artes na Baixada Santista. Seria inevitável encontrar grandes erros em indicadores que tentassem recorrer a todos os artistas ou iniciativas dos mais diversos segmentos num primeiro passo. No entanto, ao registrar os locais, entende-se que cada um flui com produtores e artistas de sua linguagem, e público específico, abarcando várias obras e montagens de obras num único endereço.

Ao todo, foram listados mais de 450 espaços que apresentam uma ou mais linguagem artística na região, além de outra centena de locais em potencial, como auditórios de escolas e associações. “Apesar de ser um número farto à primeira vista, com o mapeamento é possível diagnosticar que até 570 mil moradores da Região, quase um terço da população, não encontra em seu bairro sequer uma livraria, um restaurante com música ao vivo ou um cineclube”, comenta Lincoln Spada. “Em todo bairro há um comércio, escola, unidade médica e templo, mas nem sempre tem um simples local de reflexão e produção do fazer cultural, que é por vezes traços da própria identidade da comunidade e região”.

Entre outras conclusões com este mapeamento, o relatório estimula também percepções sobre as diferenças etárias e geográficas nos espaços culturais. Por exemplo, quase metade dos espaços listados se referem a redutos de formação artística, geralmente atendendo crianças e jovens. Até mesmo, os sistemas de bibliotecas, o que significa que enquanto a população regional mais envelhece, o incentivo à cultura é mais voltada aos mais novos, não atendendo a demanda de outras idades, nem estimulando o hábito de todos terem acesso às artes. Geograficamente, é possível notar que a maioria dos endereços registrados estão concentrados na orla ou no centro das cidades, demonstrando que a cultura regional está visando mais o turismo do que a própria comunidade como um todo.

Método de pesquisa

A pesquisa foi baseada em cima de informações entre 2013 e 2016 em sites de prefeituras, universidades e veículos de comunicação da Região, além de checagem da existência ou atualização de informações sobre estes locais em sites de pesquisa e redes sociais das próprias instituições entre 2015 e 2016. Dessa forma, não significa um trabalho conclusivo destes indicadores, mas de reconhecimento da maioria dos espaços registrados na Internet, como também é passível de que certas entidades possam ter se transferido ou já estejam inexistentes na região.

Compreendendo assim este relatório, é possível que gestores públicos, produtores culturais, artistas e demais interessados observem a distribuição dos espaços na região, com intuito de: diagnosticar novas construções de equipamentos públicos; efetivar parcerias com iniciativas privadas de espaços em potencial; conhecer agendas das instituições listadas; buscar locais para apresentar suas produções artísticas ou realização de ensaios; etc.

Linguagens artísticas

O relatório virtual identificou além de endereços das instituições, as datas de criação das entidades, os órgãos responsáveis pelos espaços, status (se o local está passando por obras, reformas ou aberto) e possíveis detalhamentos. Cada local podia abranger mais de uma modalidade em sua vocação cultural, sendo classificado nas seguintes modalidades: artesanato (bibliotecas, livrarias e afins); audiovisual (salas de cinemas, auditórios, cineclubes e afins); artes visuais e plásticas (galerias, escolas do setor, ateliês abertos ao público e afins); artesanato (locais onde há feiras de artesanato); música (auditórios, casas de shows, escolas do segmento e afins); artes cênicas e circenses (palcos, auditórios e cursos referentes à dança, teatro e circo, e afins); festejos (sedes e locais de ensaio de carnaval e quadrilhas juninas); patrimônio (museus e locais de acervo histórico); praças públicas de eventos (onde já há freqüência de ações culturais); e auditórios (potenciais espaços culturais, geralmente de associações e entidades com capacidade acima de 100 lugares).

*Lincoln Spada

Secult de Santos abre inscrições para cursos gratuitos

Nos próximos dias 27 e 28, das 9h às 18h, a Secretaria de Cultura de Santos (Secult) abre inscrições para os cursos de Zumba (40 vagas), Ritmos Brasileiros (40 vagas), Desenho Básico – Módulo 1 (10 vagas) e Pintura – Procedimentos Contemporâneos (10 vagas). As modalidades, gratuitas, têm início a partir do dia 3 de agosto.

Os interessados devem comparecer ao Centro de Atividades Integradas (Cais) Milton Teixeira (Av. Rangel Pestana, 150, Vila Mathias) para efetuar o cadastro junto ao Departamento de Formação e Pesquisa Cultural (Deforpec).

Dança

O curso de Zumba ocorre sempre às segundas-feiras, das 19h30 às 20h30. Já o de Ritmos Brasileiros é realizado nas sextas-feiras, das 19h às 20h. As aulas são realizadas no Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Para a inscrição são necessários RG (original), uma foto 3×4, comprovante de residência (original) e atestado médico comprovando aptidão para realizar atividades físicas.

Desenho

O de Desenho Básico tem atividades aos sábados, das 9h às 11h, realizadas no Cais Milton Teixeira. Nas aulas, o interessado, com idade a partir de 14 anos, aprende fundamentos do desenho como estrutura, perspectiva, luz e sombra e proporções da figura humana. Para a inscrição são necessários RG (original), uma foto 3×4 e comprovante de residência (original).

Pintura

Outra opção é a Pintura, para pessoas a partir de 16 anos, com aulas às quartas-feiras, das 19h às 21h, no Cais Milton Teixeira. Para participar é preciso ter conhecimento inicial de desenho. São abordados temas como a teoria das cores, composição, observação e análise crítica, além de técnicas de pintura a lápis de cor, tinta acrílica e tinta a óleo. Para a inscrição são necessários RG (original), uma foto 3×4 e comprovante de residência (original).

*Prefeitura de Santos

 

Inscrições para cursos da Casa da Música de Itanhaém começam dia 20

A Casa da Música de Itanhaém realizará a partir do dia 20 de julho, das 8 às 17 horas, as inscrições para as Oficinas Culturais que oferecerão vagas para oito opções de cursos: guitarra, violão, piano, contrabaixo elétrico, desenho e pintura, canto coral, bateria e teclado. Os interessados deverão comparecer à sede das aulas, na Rua Oscar Pereira da Silva, 202, no Belas Artes.

Os interessados deverão estar munidos de cópias do RG, do comprovante de residência, uma foto 3X4 e 1 kg de alimento não-perecível. Vale ressaltar que para cada dia haverá um curso diferente.

Na segunda-feira (20), serão realizadas as inscrições para canto coral, bateria (vagas para manhã) e teclado (vagas para a tarde). Já na terça-feira (21), as oportunidades serão para as aulas de piano e desenho e pintura. A quarta-feira (22) será destinada aos cursos de guitarra, violão e contrabaixo elétrico.

*Prefeitura de Itanhaém

 

Oficinas Culturais de São Vicente têm workshops gratuitos de férias

A cultura desde a confecção artesanal até a construção de sites. Os mais variados temas envolvem os workshops de férias nas Oficinas Culturais Professor Oswaldo Névola Filho, em São Vicente. As atividades específicas para o mês de julho têm de 6 até 21 horas de duração e todas são gratuitas para a população.

As oficinas e workshops ministrados a partir do dia 6 serão: iniciação teatral, contação de histórias para educadores e interessados, preparação vocal para musicais, dança ‘Do Movimento à Composição’, ‘Lápis – Outras Formas’ (composição de imagens com raspas de lápis), literatura em língua portuguesa (livros abordados em vestibular), artesanato em arame, artesanato com fibra de bananeira (cúpulas para abajures), webdesign e construção de sites (programa Wix), produção de games 2D (construct 2), Paper Toy (bonecos de papel), operação de impressora 3D, animação stop motion e assessoria de imprensa cultural.

Para participar, os interessados devem comparecer das 9 às 17 horas, de segunda a sábado nas Oficinas Culturais (Rua Tenente Durval do Amaral, 72, Catiapoã) com cópias do RG do responsável ou do aluno (caso este seja maior de idade) e do comprovante de residência. As Oficinas Culturais são um programa da Secult de São Vicente com apoio da Associação dos Artistas.

>> Animação em Stop Motion: quartas e sextas-feiras, das 15 às 18 horas
>> Assessoria de imprensa cultural: Dias 17 a 19, das 16 às 18 horas
>> Artesanato em arame: terças-feiras, das 13 às 16 horas
>> Artesanato com fibra de bananeira: segundas-feiras, das 13 às 16 horas
>> Contação de histórias: sextas-feiras, das 15 às 17 horas
>> Contação de histórias para educadores: quartas-feiras, das 15 às 17 horas
>> Criação e produção de games 2D (Construct 2): terças e quintas-feiras, das 15 às 17 horas
>> Dança – Do Movimento à Composição: Dias 13 e 16, das 19 às 21 horas
>> Impressão 3D: segundas-feiras, das 15 às 18 horas
>> Iniciação teatral: terças e quintas-feiras, das 14 às 17 horas
>> Lápis – Outras Formas: Dias 13 e 16, das 19 às 21 horas
>> Literatura em Língua Portuguesa: dias 17 a 19, das 14 às 16 horas
>> Paper Toy: quartas e sextas-feiras, das 15 às 17 horas
>> Preparação de voz para musicais: quartas e sextas-feiras, das 14 às 16 horas
>> Webdesign e Construção de Sites (Wix): segundas e quintas-feiras, das 19 às 21 horas