Arquivo da tag: novo anilinas

Neste domingo, o 1º Crá-kra Feminino do coletivo Valsa Pra Lua

Por Lincoln Spada

Questões como empoderamento da própria vida, conexões e empatia com as pessoas fazem parte da roda de partilha sobre o “Sagrado Feminino”, tema do 1º Chá-kra Feminino. A iniciativa gratuita é realizada pelo coletivo de jovens Valsa Pra Lua, neste domingo (dia 22), às 16 horas, no Galpão Cultural, no Parque Novo Anilinas (Av. Nove de Abril, s/nº).

Além do chá que intitula o evento, as experiências serão mediadas por Marcia Nazareth, que convida as participantes a levarem linhas, agulhas, retalhos e enfeites ao completar o ciclo de conversas. Ainda, direto de Guarujá, a jovem Vitória Shigematsu ministrará práticas corporais e de meditação de ioga com o público.

O Coletivo Valsa Pra Lua também solicita doações de livros para a montagem da biblioteca do Galpão Cultural. Espaço público ocupado por grupos cênicos cubatenses, o galpão é um local de experimentação artística que conta com apoio da Prefeitura via Secretaria de Cultura.

 

Anúncios

Bandas de Itu, SP e Baixada fazem um novo ‘Rock no Park’ Novo Anilinas

Por Lincoln Spada

Quatro bandas de várias regiões do Estado de São Paulo mostram o melhor da cena independente em apresentações gratuitas para a comunidade na nova edição do Rock no Park. O evento será realizado neste sábado (dia 6), a partir das 16 horas, em área próxima à pista de skate, no Parque Novo Anilinas.

De Itu, a Holiday Nice apresenta letras do cotidiano em ritmos de hardcore a punk rock. Já o grupo paulistano Wiseman, formado desde 2013, contempla em seu repertório do metal ao grunge e emo. Direto de Guarujá, o conjunto A Phoyce perpassa o cenário underground do punk e o cubatense Fear the Inside atravessa as diferentes escalas do rock.

Realizado pelo Gabiru Records, o Rock no Park tem entrada franca e apoio da Prefeitura de Cubatão via Secretaria da Cultura, além de Clay Borges Home Studio, Aline Santos Fotografia, Full Rise Studio e Visão.

 

Artistas e empreendedores criativos se apresentam neste domingo em Cubatão

Por Lincoln Spada

O Parque Novo Anilinas será palco de várias atividades culturais neste domingo (9), desenvolvidas gratuitamente por dezenas de artistas de Cubatão e da Baixada Santista. A partir das 14 horas, o Grupo Teatro Aberto atende à comunidade na entrada do parque, com quatro sessões gratuitas da contação de histórias ‘Circular: Histórias da Mata’.

Ao mesmo tempo, a partir das 14h15, o Vão Cultural do parque terá roda de capoeira da associação Meninos Guerreiros, com o Mestre André. Já às 15h30 horas, a Esquadrilha Marginália de Teatro de Rua encena o esquete cômico ‘De Repente Thiago’, baseado nas obras literárias de Ariano Suassuna.

Às 17 horas, é a vez do Grupo Musical 50+, que conduz a platéia em um túnel do tempo, com canções de outras décadas. Durante o evento, também acontecem intervenções de artes plásticas de Nalu Santana, da Associação dos Pintores com a Boca e os Pés.

O Vão Cultural também contará, das 14 às 20 horas, com a nova edição da Feira Criativa. São 17 expositores que oferecerão o melhor da moda afro, patchwork, crochê, aromatizadores, bolos, doces e salgados, hambúrgueres artesanais e até acarajés. Toda a mostra é realizada pelos coletivos de Cubatão com apoio da Prefeitura de Cubatão por meio da Secretaria da Cultura.

 

Múltiplas linguagens se concentram no Savrau Cultural do Novo Anilinas

Por Lincoln Spada

Música, circo, teatro, dança e literatura envolvem o Savrau Cultural, iniciativa do coletivo cubatense Valsa Pra Lua e que será realizado gratuitamente neste sábado (dia 8), das 15 às 19 horas, no vão do Centro Multimídia do Parque Novo Anilinas. Com apoio da Prefeitura através da Secretaria da Cultura, “o evento se destina a propor uma programação cultural e o uso de espaços públicos para movimentos artísticos”, comenta a organizadora Mariana Nunes.

A abertura será com a atriz Tamirys O’Hanna (formada pelo Teatro do Kaos e que cursou a EAD/USP), seguida às 15h10 da intervenção cênica ‘Ditadura da Beleza’, dos alunos da Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo. Já às 15h30, a dupla Luana Albeniz e Kauan Brito realiza performances circenses para a comunidade.

A Esquadrilha Marginália de Teatro de Rua continua com a programação, às 15h40, com o esquete ‘De Repente Thiago’. Inspirada nos clássicos de Ariano Suassuna, a obra aborda três retirantes que contam causos de um nordestino humilde, Thiago, que – em meio as suas brincadeiras de menino – comete um deslize, é preso e morre. Diante do tribunal celeste, o jovem terá a última chance de provar sua inocência. O elenco é formado por Lucas Pereira, Luiz Guilherme e Michel do Carmo.

Está prevista, às 16h25, a apresentação da banda Mari Andrade e Florênzios. Os artistas Kauan Brito e Caio Henrique seguem com a programação às 16h50. Em seguida, às 17 horas, quem dá o rimo são os artistas da Impacto Dança & Movimento e o VL Breakers, as novas gerações que atuam na área do hip hop. Às 17h10, é a vez de um recital de poesia.

A Mc Dre conduzirá a festa às 17h30, o coletivo Valsa Pra Lua entra em cena às 17h50. O encerramento a partir das 18 horas está por conta da Banda Dellas. O Savrau terá exposição de quadros de Rani Lied, barraca de dreads de lã, correio elegante, vendas de bolos, doces e lanches durante toda a programação para ajuda de custo para os coletivos participantes.

 

No Novo Anilinas, Coletivo 302 aborda elos de música e teatro neste sábado

Por Lincoln Spada

A música em cena é o tema do novo encontro aberto do ciclo de estudos do Coletivo 302. Da Escola Livre de Teatro de Santo André, o ator, músico e compositor Fabrício Zava ministrará esta atividade gratuita no sábado (dia 11), às 18h, na Sala 2 do Centro Multimídia do Novo Anilinas.

Neste encontro, será debatida a linguagem musical como um instrumento concreto para a criação teatral, seja canções narrativas, seja trilhas sonoras que ambientam e configuram um cenário no imaginário do espectador. A influência da música no ritmo e movimento do espetáculo, a musicalidade no texto e as partituras na dramaturgia e no movimento cênico complementam a mediação de Fabrício com o público presente.

O ciclo de estudos do Coletivo 302 é contemplada pelo Governo Estadual através do ProAC – Programa de Ação Cultural e conta com apoio da Prefeitura Municipal de Cubatão por meio da Secretaria de Cultura. Esta iniciativa é parte de uma produção artística que o grupo teatral de Cubatão desenvolverá neste semestre no Novo Anilinas.

 

Grupos Artísticos de Cubatão abrem temporada com ‘Música no Parque’

Por Morgana Monteiro

A Banda Sinfônica de Cubatão abre a programação do projeto Música no Parque no próximo domingo, 12/2, na cidade. A apresentação será às 16h, no Vão Cultural do Novo Anilinas (Av. Nove de Abril, s/nº). Em sua 4ª temporada, o projeto leva a arte dos Grupos Artísticos para a comunidade, sempre com repertórios diferenciados.

Intitulado “Deu Carnaval na Banda!”, o espetáculo da Sinfônica traz todos os ritmos e formas extraídos da cultura musical mais popular no País. O casamento entre a música erudita e a popular acontece justamente no Carnaval, recheado, neste concerto, por obras de compositores alemães, ingleses e, sobretudo, brasileiros.

No programa estão: “Carnaval”, de Schumann; “Maxixe”, de Chiquinha Gonzaga ; “Homenagem ao Malandro”, de Chico Barque; “Festa do interior”, de Moraes Moreira; “Fantasia Brasileira”, de Peter Koval, entre outras canções. “Será uma apresentação alegre e festiva. Nossa ideia é oferecer ao público lindas paisagens sonoras, timbres e ritmos vibrantes”, comentou o maestro Rodrigo Vitta, regente titular da equipe.

Roberto Farias que é coordenador geral dos Grupos Artísticos de Cubatão e idealizador do “Música no Parque” afirma que a atividade tem por objetivo fortalecer o vínculo dos grupos cubatenses com o público, que sempre tem prestigiado as apresentações. “Os espetáculos tiveram início de maneira tímida. Mas ao decorrer de cada temporada, percebemos que as pessoas comparecem todo domingo porque têm certeza de que encontrarão uma linda apresentação ali”, disse.

Os concertos continuam neste mês: no sábado, 18/2 é a vez do Coral Zanzalá e da Cia de Dança de Cubatão levarem seu talento ao Novo Anilinas; em 19/2, domingo, Banda Marcial e seu Corpo Coreográfico trazem um repertório inédito.

 

‘Encenador: um mediador do processo’ inicia ciclo de estudos do Coletivo 302

Informações de Allana Santos

O primeiro grupo de teatro de Cubatão a ser contemplado pelo ProAC Editais, o Coletivo 302, tem agora em suas mãos a responsabilidade de levantar um espetáculo com questões sobre sua cidade e ainda desenvolver o Ciclo de Estudos, que tem início neste sábado (dia 21), às 18h, na sala 2 do Centro Multimídia do Parque Novo Anilinas (Cubatão).

O ciclo tem objetivo de criar um elo entre o processo do espetáculo e as necessidades de estudantes e fazedores de teatro da região, apontando alternativas de como encaminhar seus próprios projetos teatrais, além de proporcionar a troca de experiência entre esses artistas. A primeira palestra tem o tema “Encenador: um mediador do processo”, ministrada por Douglas Lima.

O estudo discutirá o surgimento da Encenação/Encenador (século XIX); a crise do drama e o desmoronamento da dramaturgia clássica; a explosão do espaço cênico; os instrumentos do espetáculo e seus recursos cênicos e lúdicos; a direção de ator; o papel e o discurso da
encenação. Douglas Lima é formado em direção (SP Escola de Teatro), em arte dramática (Senac Santos), além de estudos de Bacharelado e Licenciatura (Anhembi Morumbi).

Coletivo 302

O grupo formado apenas por artistas de Cubatão, que se conheceram durante seus processos de estudo, tem pouco mais de dois anos de vida e muita vontade de desenvolver trabalhos que dialoguem com o público local, levantando questões políticas e sociais, inserindo a música em sua narrativa. O primeiro projeto do Coletivo 302 é uma realização em conjunto com Governo Estadual por meio do ProAC – Programa de Ação Cultural com apoio da Prefeitura Municipal de Cubatão através da Secretaria de Cultura.

Além das atividades que acontecerão nas salas do Centro Multimídia do Parque Anilinas, o projeto será desenvolvido em sua maior parte no Galpão 302, um espaço público dentro do parque que foi com uma permissão de uso e está sendo reformado com recursos próprios dos integrantes do grupo, já que não se prevê tais recursos via ProAC, e, portanto, que aceitam doações de comerciantes locais e de amigos para concluir a obra.