Arquivo da tag: prefeitura

Oficina de fotografia expande aptidões culturais em PG

Por Prefeitura de Praia Grande

Na tarde de terça-feira (25), mais de 30 alunos participaram do encerramento da Oficina de Fotografia – Especial Férias e o encontro ocorreu na sede da Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve), que está localizada no Bairro Tupi. O objetivo do curso foi desenvolver as aptidões culturais e artísticas, integrando os alunos por meio da fotografia.

O subsecretário de Assuntos da Juventude, Augusto Schell, agradeceu aos alunos, que durante cinco encontros participaram ativamente do curso. “Essa segunda turma teve uma grande procura e esperamos que na próxima tenhamos ainda mais participantes”.

A aposentada Sueli Barreira Peres, de 63 anos, ficou sabendo do curso quando estava fazendo suas atividades nos programa Conviver, que fica no mesmo prédio da Subjuve e, então, resolveu participar. Peres acredita que o curso lhe deu uma nova visão sobre o que é a fotografia. “Nunca tinha participado de nenhum curso dessa área e aprendi a centralizar, a mexer em aplicativos e alguns recursos da câmara. Tenho planos de fazer outros cursos para ampliar meus conhecimentos”, ressalta a aposentada.

O estudante de fotografia e morador de Jundiaí Rafael Pereira, de 19 anos, está passando férias na Cidade e ficou sabendo do curso por intermédio de uma amiga. Pereira ainda não teve a parte prática na graduação e por isso resolveu fazer o curso. “Estou aprendendo agora um pouco da parte prática e quando voltarem as aulas na faculdade estarei à frente da minha turma”.

A Subjuve realiza diversos programas com o objetivo de integrar a comunidade praia-grandense e está localizada na Rua Xavantes, 51, dentro do Vivência Tupi, no Bairro Tupi. Outras informações sobre os cursos e programas realizados podem ser obtidas pelo telefone: 3496-5684.

 

Querô na Escola inicia as atividades em Cubatão a partir de 14 de agosto

Por Ivan De Stefano

O projeto Querô na Escola, em parceria com a Secretaria de Educação de Cubatão e patrocínio Copebras, uma empresa do grupo CMOC Internacional, inicia seu quinto ano consecutivo no Município a partir de 14 de agosto. Em 2017, o projeto será realizado em novo formato. Desta vez, são as escolas que solicitam o interesse em receber as atividades, abrindo oportunidades às demais unidades de ensino do Município.

Este ano, dentro das 10 unidades de ensino que são atendidas pelo projeto anualmente, estão 6 escolas públicas municipais – UME Rui Barbosa, Martim Afonso de Souza, Ulysses Guimarães, Padre José de Anchieta, Bernardo José Maria de Lorena e Padre Manoel da Nóbrega, estas duas últimas para alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos) – e 4 instituições – Senai, ETEC e projetos Cubatão Sinfonia e Sonhando Alto.

Ao todo, serão cerca de 650 alunos sensibilizados em 2017. Desenvolvido pelo Instituto Querô desde 2010, o Querô na Escola já produziu 174 curtas-metragens (1 a 5 min) junto com os alunos de escolas públicas de Santos e Cubatão, e mais de 4500 alunos já participaram das oficinas, sendo estimulados a escreverem seus roteiros e logo depois, produzi-los. Somente em Cubatão, mais de 2800 alunos da rede pública de ensino já participaram do projeto.

Ao final do ano, serão mais 10 filmes produzidos, todos postados no canal do Querô na Escola no youtube (www.youtube.com/queronaescola), outro canal de comunicação e expansão do projeto, que já ultrapassa mais de 100 mil inscritos e 25 milhões de visualizações, sendo que os 5 mais vistos são feitos por alunos de Cubatão.

Querô na Escola

Desde 2010, jovens capacitados nas Oficinas Querô têm a oportunidade de inserção no mercado de trabalho por meio desta atividade. Como arte-educadores, eles oferecem oficinas de produção audiovisual aos alunos da rede pública de ensino e multiplicam suas experiências, ensinando como desenvolver um roteiro cinematográfico, discutindo formatos e gêneros de filmes, movimentos de câmera e outras atividades. Durante a oficina, os alunos realizam filmes no formato de 1 a 5 minutos, exibidos em diversos espaços culturais e postados na internet.

Cronograma

>> 14 de agosto a 5 de setembro: Querô na Escola nas escolas municipais (Rui Barbosa, Martim Afonso de Souza, Ulysses Guimarães, Padre José de Anchieta).
>> 6 de setembro a 6 de outubro: Querô na Escola nas instituições (Senai, ETEC, Cubatão Sinfonia e Sonhando Alto)
>> 9 de outubro a 20 de outubro: Querô na Escola no EJA (Bernardo José Maria de Lorena e Padre Manoel da Nóbrega).
>> 14 de novembro: Previsão de estreia no Cine Roxy.

Alex Laire ministra oficina básica de fotografia no Jardim Real

Por Lincoln Spada

Estão abertas as inscrições para a oficina básica de fotografia no Jardim Real. Trata-se de uma atividade gratuita coordenada por Alex Laire, pelo programa Oficinas Culturais do Estado de São Paulo. As inscrições seguem até o dia 29 de maio, às segundas e sextas-feiras, das 9 às 16 horas, na Associação de Moradores, Esportes, Lazer e Cultura (Amelac), na Rua Jonas Souza, 100.

Esta ação formativa é a primeira atividade cultural que mobiliza a comunidade na preparação de acolher o Centro de Artes e Esportes Unificados – CEU das Artes, espaço municipal a ser inaugurado nos próximos meses. As aulas serão de 30 de maio a 8 de junho, às terças e quintas-feiras, das 19 às 21 horas, e sábado, das 14 às 17 horas.

A oficina tem como objetivo adquirir conhecimentos que estimulem os alunos a ter um olhar diferenciado em relação ao universo que vivem, aprimorando os seus conhecimentos sobre a arte de fotografar para obter melhores resultados na prática. Os resultados dos alunos estarão numa futura exposição de artes visuais.

Alex Laire é profissional nascido e residente em Cubatão, realizando cobertura de diversos eventos artísticos do município e região. A oficina integra o programa do Governo de São Paulo via Secretaria de Estado da Cultura com o Poiesis – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura (da capital paulista) e a Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Cultura.

 

Entre dias 15 e 27, Mostra Internacional de Cinema de SP chega a São Vicente

Por Prefeitura de São Vicente

A 41º edição da tradicional Mostra Internacional de Cinema de São Paulo chega a São Vicente entre os dias 15 e 24 de maio, exibindo filmes internacionais. O festival, que acontece anualmente, será realizado em dois locais da Cidade: Cine Roxy do Brisamar Shopping (Rua Frei Gaspar, 365 – Centro) e Oficinas Culturais de São Vicente (Rua Tenente Durval do Amaral, 72 – Catiapoã).

A realização é do Instituto CPFL com apoio da Prefeitura através da Secretaria de Cultura (Secult) e do Cine Roxy. O objetivo é revelar novos diretores e reunir uma ampla seleção de realizadores renomados como uma homenagem à sétima arte. Também dá acesso a títulos estrangeiros de alta qualidade gratuitamente ao público local, que não são exibidos em salas comerciais de cinema.

Confira a programação:

Local: Cine Roxy Brisamar Shopping – sala 5 | Fone: (13) 3289-8336
>> 15/05 | seg | 14h | Heartstone (129 min) | Guðmundur Arnar Guðmundsson, Islândia, Dinamarca | Classificação indicativa: 12 anos
>> 16/05 | ter | 14h | O pequeno Quinquin (200 min) | Bruno Dumont, França | Classificação indicativa: 14 anos
>> 17/05 | qua | 14h | Memórias de Xangai (125 min) | Jia Zhangke, China | Classificação indicativa: livre
>> 18/05 | qui | 14h | O estranho caso de Angélica (95 min) | Manoel de Oliveira, Espanha | Classificação indicativa: 10 anos
>> 19/05 | sex | 14h | Mimosas (93 min) | Oliver Laxe, Marrocos, Espanha, França, Catar | Classificação indicativa: livre
>> 22/05 | seg | 14h | A montanha de Matterhorn (87 min) | Diederik Ebbinge, Holanda | Classificação indicativa: livre
>> 23/05 | ter | 14h | O botão da pérola (82 min) | Patricio Guzmán, Chile, França, Espanha | Classificação indicativa: 14 anos
>> 24/05 | qua | 14h | Os campos voltarão (80 min) | Ermanno Olmi, Itália | Classificação indicativa: 14 anos

Local: Oficinas Culturais de São Vicente | Fones: (13) 34688636 / (13) 34673486
>> 20/05 | sáb | 18h | O sonho de greta (77 min) | Rosemary Myers, Austrália | Classificação indicativa: livre
>> 27/05 | sáb | 18h | Almas silenciosas (75 min) | Aleksey Fedorchenko, Rússia | Classificação indicativa: 16 anos

 

Com 1º Papo Marginal, coletivos colorem Galpão de Experimento de Artes de Cubatão

Por Lincoln Spada | Foto: Sander Newton

Grafite, dança de rua, literatura e teatro se convergem no 1º Papo Marginal, neste sábado (dia 6), a partir das 14 horas. O evento gratuito é realizado pelos grupos Coletivo 302, Uzina Utópica e Esquadrilha Marginália de Teatro de Rua no Galpão de Experimento de Artes, no Parque Novo Anilinas, com apoio da Prefeitura de Cubatão via Secretaria da Cultura.

Já às 14 horas, o artista plástico Marco Tuim fará a grafitagem na fachada do espaço de uso compartilhado pelos grupos cênicos. Em paralelo, o VL Breakers se apresenta ao público junto de uma roda de rimas. Por sua vez, às 16 horas, o autor do livro ‘Eu Sou Periferia’, Michel Leite Viana, mediará uma roda de conversa com a Esquadrilha Marginália de Teatro de Rua.

A obra ‘Eu sou periferia’ narra a história do jovem Periferia, que saiu do Nordeste com a mãe para encontrar o pai na capital paulista. De um cortiço em São Paulo, a família se abriga em uma área irregular na Área Continental de São Vicente. Assim, com uma narrativa próxima à linguagem oral, o publicação aborda o cotidiano de adversidades e tentações vivenciadas pelo jovem protagonista.

 

No Kaos, núcleo teatral de PG apresenta clássico de Plínio Marcos

Por Lincoln Spada | Foto: José Muniz

Clássico de Plínio Marcos, ‘Querô – Uma Reportagem Maldita’ ganha uma nova montagem nos palcos e circula em sessão gratuita em Cubatão. É que os alunos de teatro do Palácio das Artes farão uma apresentação neste sábado (dia 6), às 20 horas, no Teatro do Kaos (Praça Joaquim Coronel Montenegro, 34). A iniciativa é uma realização da Prefeitura de Praia Grande via Secretaria de Cultura e Turismo.

Ambientado na zona poruária santista, ‘Querô’ é um romance publicado há 40 anos, que retrata e denuncia o que permeava as ‘quebradas’ daquela época, ambiente onde o menino Querô e sua trágica vida saltam do mundo para as páginas, e das páginas ganham o mundo novamente. Um adolescente abandonado que luta, a seu modo, para se livrar de um destino de miséria e de injustiças.

Neste espetáculo, morte e vida, desespero e esperança, agressividade e delicadeza caminham lado a lado, demonstrando que, por mais que a alma humana, uma e outra vez, tangencie um desses sentimentos, o ser humano é complexo, dono de desejos puros e imundos, às vezes, incompreensíveis. Além do grito de justiça social que se eleva das personagens, há o grito íntimo, secreto, que identifica cada alma no processo de busca de si mesma.

Com adaptação e direção do professor Alan Queiroz, ele também assina preparação vocal e cenografia. No elenco, Adelício, Alaff, Aline, Amanda, Debora, Doralice, Eliandra, Jaqueline, Kauan, Larissa, Leandro, Leandro Gomes, Lizandra, Luciana, Maurício, Newton e Samira. Coreografia e maquiagem de Leandro Gomes, visagismo de Osmario, Filomena e Fernanda, figurinos são uma criação coletiva.