Arquivo da tag: presidente prudente

Cadeia Velha: Saiba as ações pró-Oficinas Culturais nas demais cidades de SP

Por Lincoln Spada

O fechamento das unidades do litoral e interior paulista das oficinas da Secretaria da Cultura do Estado têm provocado campanhas e intervenções artísticas pela garantia da participação estadual na formação dos artistas. Em Santos, ainda há o foco do Centro Cultural Cadeia Velha como finalidade de artes integradas. O espaço foi reinaugurado em agosto e é um dos poucos edifícios estaduais usados pelo programa, hoje gerido pela OS Poiesis.

> Governo reúne prefeituras na terça
> Programação da Cadeia Velha em 2016

Duas rodas de conversa estão agendadas no local: uma na terça-feira (dia 6), às 19h, voltada à comunidade para articular propostas de ação; outra na quarta-feira (dia 7), também às 19h, voltada a dialogar tais ideias com gestores públicos de Santos e Região. Noutras regiões, a maioria das unidades ou estão em sedes provisórias ou em centros municipais. A proposta já anunciada pela equipe do secretário estadual José Roberto Sadek é de que as atividades no próximo ano sejam exclusivamente em prédios municipais.

De moção a sarau-protesto

O movimento cultural de Limeira é o mais ativo na defesa das oficinas culturais, hoje já instaladas em um palacete municipal. Uma campanha virtual #FicaOficina envolve a OC Carlos Gomes já percorre faculdades e lojas, resultando também em camisas e placas erguidas por centenas de artistas, ativistas e apoiadores. No último dia 29, um ato na Câmara rendeu em uma moção de autoria do parlamentar Farid Zaine (PR), buscando sensibilizar o governador Geraldo Alckmin (PSDB). Uma programação artística constante no largo e pela cidade busca o apoio da população.

Na cidade de São José do Rio Preto, um vídeo-protesto reuniu dezenas na segunda-feira (dia 28), para tentar reverter que a OC Fred Navarro seja desativada. Afinal, o programa já mantém parceria direta com o município, entendendo que a oficina está dentro do centro cultural municipal. Eles também mobilizaram um abaixo-assinado, a fim de agregar 5 mil apoiadores. Em Marília, a própria OC Tarsila do Amaral protagonizou um sarau-protesto contra o fechamento no dia 1º. Já a descontinuidade da OC Altino Bondesan em São José dos Campos ganha repercussão nas redes sociais.

Prefeituras em cautela

Dividindo espaço com a Diretoria Regional de Ensino, a OC Timochenco Wehbi é tema de mobilização de seus participantes nas redes sociais, em Presidente Prudente. A Administração Municipal foi cautelosa sobre o fato: “tudo depende do repasse do governo estadual ao município, que não tem condições de arcar com eventuais oficinas hoje mantidas pelo Estado”. A reação foi oposta na Prefeitura de Ribeirão Preto. Lá a secretária de cultura Dulce Neves comemorou em assumir as atividades, hoje realizadas pela OC Cândido Portinari num andar de um condomínio.

Em Sorocaba, a OC Grande Otelo está envolvida noutra questão: a antiga sede (Fórum Velho) está em reforma há dois anos, com verba estadual inicialmente de R$ 1,7 milhão. Agora, artistas mobilizam deputados locais. Um deles foi o parlamentar Raul Marcelo (PSOL). ”Por que foi rescindido o contrato administrativo com o Poiesis?”, foi um dos questionamentos que ele enviou à Secretaria da Cultura do Estado. O movimento cultural local ainda agenda um festival com o tema “desmonte da cultura” e estudam acionar o Ministério Público sobre o caso.

Orçamentos reduzidos

Por sua vez, em São Carlos, a OC Sérgio Buarque de Holanda passou este ano a atender de 13 para 50 municípios. Mas seu orçamento caiu pela metade no mesmo período (hoje R$ 50 mil anual). Dezenas protestaram no domingo (dia 27) com passeata e abraço simbólico. Assim, por unanimidade, a Câmara aprovou uma moção apelando ao Alckmin pela garantia da oficina. Já em Iguape, não há notícias sobre o fechamento ou resistência cultural pela OC Gerson de Abreu, apenas de que o casarão sob gestão estadual também teve uma reforma iniciada em 2014 em R$ 1,5 milhão.

As Oficinas Culturais é um programa da Secretaria de Estado da Cultura que durante mais de 20 anos promove cursos de iniciação e capacitação artística nas mais diferentes áreas, com atividades oferecidas para todas as faixas etárias. Atualmente, são cerca de 15 unidades em todo o Estado que atendem mais de 400 municípios, com mais de 71 mil vagas abertas por ano nas diferentes atividades oferecidas. Mas o contrato inicial do conjunto do programa que previa R$ 33 milhões à OS Poiesis será reduzido em lei orçamentária para R$ 12 milhões em 2017.

 

Anúncios

Maria Gadú em Santos; 23 cidades recebem Virada Cultural em 2016

“Nós teremos, na 10ª da Virada Cultural Paulista, uma grande novidade: serão três finais de semana de shows que acontecerão em todo o Estado, em 23 municípios das mais variadas regiões. A Virada promove a cultura, a educação, o entretenimento, a transformação. É a cultura indo ao encontro da população em todo o Estado”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

Entre as atrações inéditas na Virada Cultural Paulista, este ano se apresentam Os Mutantes, banda que vem influenciando gerações de músicos desde 1966 e que apresenta vários de seus clássicos em nova roupagem, além de músicas mais recentes; Alceu Valença, com show repleto de cultura nordestina em um caldeirão musical sofisticado e contemporâneo; o incansável Erasmo Carlos, com 50 sólidos anos de estrada e ainda em plena atividade; e a banda NX Zero, que apresenta músicas de seu álbum “Norte”, lançado no ano passado, bem como grandes sucessos de toda sua carreira.

Pensando na variedade de estilos, público e gerações, estão escalados para a edição deste ano artistas dos mais diversos: Almir Sater, Marcelo D2, Tiê, Emicida, Arnaldo Antunes, Trio Virgulino, Wanderléa, Silva, Marcelo Jeneci e Tulipa Ruiz, Zeca Baleiro, Velha Guarda da Mangueira, Tribo de Jah, Mart’nália e Karina Buhr, entre vários outros. O formato inédito, com a distribuição da Virada Cultural Paulista em três finais de semana, possibilita que o público de cada região do Estado tenha acesso a ainda mais atrações, podendo participar do evento em cidades diferentes a cada fim de semana, com pouco deslocamento.

E para dar ao público da capital paulista a oportunidade de ter um gostinho do que é o evento, será realizado no dia 3 de maio, terça-feira, no Teatro Sérgio Cardoso, o Esquenta Virada Cultural Paulista 2016, com show de Maria Gadú. A entrada, como em toda a Virada, é gratuita. A Virada Cultural Paulista 2016 conta ainda com apoio do MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo, Pensarte, Museu do Café e Cavalera.

Histórico

Criada em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, a Virada Cultural Paulista tornou-se o mais relevante evento cultural do interior e litoral paulistas, com a proposta de promover um grande festival gratuito e simultâneo em cidades de médio e grande porte. Desde o princípio, a Virada tem buscado proporcionar ao público o acesso às melhores produções artísticas do País, nas mais variadas linguagens: música, dança, circo, artes cênicas, arte para crianças, dentre outras.

O programa ocorre em parceria com as Prefeituras: enquanto o Estado se encarrega da programação artística principal, os municípios ficam responsáveis por toda a infraestrutura do evento, como montagem de palcos externos e disponibilização de teatros municipais. As cidades também contribuem com programação local, dando espaço a artistas das próprias regiões. No ano passado, realizada em 24 cidades, a Virada teve público de 1,1 milhão de pessoas.

Virada Cultural Paulista 2016

14 e 15 de maio
Araraquara – Zeca Baleiro e Projota
Botucatu – Maria Gadú e Os Mutantes
Registro – Mart’nália e Tribo de Jah
Santa Bárbara d’Oeste – Marcelo Jeneci & Tulipa Ruiz e Nação Zumbi
São João da Boa Vista – Os Mutantes e Emicida
Sorocaba – Nação Zumbi e Mart’nália
Taubaté – Cidade Negra e Toquinho

21 e 22 de maio
Araçatuba – Maria Gadú e Alceu Valença
Ilha Solteira – CPM 22 e Zélia Duncan
Limeira – Alceu Valença e Teatro Mágico
Marília – Biquini Cavadão e Velha Guarda da Mangueira
Piracicaba – Erasmo Carlos e NX Zero
Presidente Prudente – Gabriel o Pensador e Maria Gadú
Votuporanga – Teatro Mágico e Raimundos

28 e 29 de maio
Assis – Ed Motta e Tihuana
Bauru – Projota e Marcelo Jeneci
Campinas – Maria Gadú e Marcelo D2
Caraguatatuba – Otto e Dona Zaíra
Franca – Nação Zumbi e Arnaldo Antunes
Indaiatuba – Arnaldo Antunes e Emicida
Mogi das Cruzes – Banda Malta e Almir Sater
Ribeirão Preto – Marcelo Jeneci e Raimundos
Santos – Alceu Valença e Maria Gadú

Realização: Governo do Estado de São Paulo
Correalização: Prefeituras das cidades participantes
Execução: APAA
Parcerias: SESC-SP
Apoio: MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo, Instituto Pensarte, Museu do Café e Cavalera.

Entrada gratuita

Esquenta Virada Cultural Paulista 2016 com Maria Gadú
03 de maio, terça-feira, às 20h
Teatro Sérgio Cardoso
Rua Rui Barbosa, 153, Bixiga – São Paulo
Sala Sérgio Cardoso
Capacidade: 835 lugares
Entrada gratuita (sujeito a lotação)

*Secretaria de Estado da Cultura

 

Presidente Prudente e Ponto MIS tem oficina de cinema

A parceria entre Governo de Presidente Prudente e Pontos MIS realiza na próxima sexta-feira (19) a oficina de cinema “Exercícios Visuais a partir da Pintura e da Fotografia” na Sala de Cinema do Centro Cultural Matarazzo, às 19 horas. A atividade será ministrado por Gustavo Falqueiro. Inscrições no Centro Cultural Matarazzo ou pelo fone (18) 3226-3399 com Adolfo Tiago no horário comercial.

Partindo de possíveis relações entre pintores e fotógrafos, discursos e imagens, a oficina propõe exercícios visuais onde o participante poderá vivenciar uma poética fotográfica, onde a luz, que é meio, também pode se tornar fim. O Sol e as suas diferentes luzes, à noite e a luz artificial, o olho e teorias da visão, pintores e fotógrafos que exploram a luz como tema são alguns dos aspectos que irão permear a prática fotográfica dos participantes.

Gustavo Falqueiro é graduado em Fotografia com habilitação em Arte e Cultura pelo Centro Universitário SENAC de São Paulo e graduado e licenciado em Filosofia pela Universidade de São Paulo – USP. Há 12 anos trabalha com fotografia e filosofia. Atua como docente em cursos de formação artística para jovens no Instituto Tomie Ohtake, pela Secretaria de Cultura de São Caetano do Sul, e é professor efetivo da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

*Prefeitura de Presidente Prudente

 

Presidente Prudente exibe “Porto Das Monções”; confira também o São João Fest

A Sala de Cinema do Centro Cultural Matarazzo Condessa Filomena Matarazzo exibe neste final de semana, de sexta a domingo (12 a 14), às 16 horas o docudrama “Porto das Monções”, com roteiro e direção de Vicentini Gomez. Um documentário com reconstituição de cenas com vários atores no elenco além dos depoimentos que enriquecem o filme que retrata a descoberta e exploração do ouro em Cuiabá. A entrada é gratuita e livre para todas as idades.

“Porto das Monções” é um docudrama (documentário com reconstituição de cenas) que conta a trajetória das expedições que singraram o rio Tietê nos séculos XVII e XVIII. Quando se descobriu ouro em Cuiabá, as expedições comerciais e militares partiam de Araritaguaba, hoje, Porto Feliz, lugar de onde o Rio Tiete possibilitava navegabilidade. Os batelões – barcos feitos de uma tora única, com até 15 metros de comprimento- era o meio de navegação. O ouro era o objeto de desejo e as viagens que duravam cerca de seis meses era uma grande aventura. A pequena localidade era a base das chegas e partidas das expedições, de pouco conhecimento do público brasileiro.

Monções é o termo empregado para designar o movimento de navegação fluvial para o oeste, realizado pelos paulistas durante o século XVII e XVIII. O trajeto entre Araritaguaba, hoje Porto Feliz, e Cuiabá, consumia cerca de cinco meses, o mesmo tempo entre a rota entre Portugal e a Índia. Mas, diferentemente da navegação marítima, que dependia dos ventos, a navegação fluvial dependia da chuva e da cheia para tornar navegável o trajeto. Empregava remos e necessitava da força física. Milhares de pessoas abarrotaram centenas e centenas de grandes canoas e ao longo destes dois séculos singraram a remo as águas dos rios Tietê, Paraná, Pardo, Coxim, Taquari e afluentes do Paraguai, venceram cachoeiras, intempéries, animais selvagens e ataques indígenas para alcançar a região das minas de ouro. As monções alargaram as fronteiras do território, plantaram cidades e fomentaram o mercado interno da Colônia.

São João Fest 2015

O Governo de Presidente Prudente, através da Secretaria Municipal de Cultura informa que teve início na última de sexta-feira (5/6), mais uma edição do São João Fest nos Bairros. As festas ocorrerão nos bairros da cidade sempre nos finais de semana até o último domingo de julho (26/7).

O objetivo do evento é promover, divulgar e preservar a cultura popular em sua manifestação Junina. É uma realização do Governo de Presidente Prudente que viabiliza cerca de cem (100) festas nos bairros da cidade. Houve, numa reunião antecipada, sorteio de ordem das festas em cada bairro e os bairros contemplados.

Para que o bairro realize sua festa a prefeitura disponibiliza um Kit com especiarias juninas, além de músicos para animação da festa. Serão três festas nesse final de semana, sexta a domingo, e todas elas têm o mesmo horário: 19h. Veja a programação abaixo.

12 de junho
CECAP, Rua Rosa Peretti em frente ao Centro Comunitário
Música: Edu Monetti

13 de junho
TERRAS DE IMOPLAN, Rua Francisco Carrilha Bentes em frente ao Bar da Aldenisa
Música: Mairon & Maira

14 de junho
RESIDENCIAL NOSAK, Rua Mário F. Galego, 507
Música: Milton & Cidinha

*Prefeitura de Presidente Prudente

 

Final de semana com muita literatura em Presidente Prudente

Nas próximas sexta e sábado, o Centro Cultural Matarazzo será local de nada menos que três lançamentos literários além do Encontro com a Poesia – Café Poético, evento que reúne romancistas e poetas da cidade e região. Os lançamentos têm início na sexta-feira (12), às 19h com o romance “Palavras Emudecidas” de Roberta Preto; sábado durante o Encontro com a Poesia, às 9h30, é a vez da poetisa Célia Guímaro bater um papo com o público sobre seu livro “Aroma de Romã”, e à noite, às 19h30 Maria Aparecida Pereira de Souza recebe amigos e convidados para o terceiro lançamento do final de semana “Além dos Limites”. Todos os lançamentos são abertos ao público.

02Lançamento Literário: Palavras Emudecidas
Autora: Roberta Preto (18-99660-9306)
É uma reflexão sobre muitos lares brasileiros, em que a autora demonstra ser possível mudar o destino por meio de escolhas.
12, sexta, às 19h na Galeria Takeo Sawada | Centro Cultural Matarazzo

Encontro com a Poesia apresenta: Café Poético
Bate-papo com a escritora prudentina Célia Guímaro (18-98810-2025)
O meu compromisso
“…Eu, como uma flor fechada perdida de mim mesma.
Ainda que o gesto me doa, sofro a vala
devassada que ficou a minha vida.” Célia Guímaro
13, sábado, às 9h30, na Galeria Takeo Sawada | Centro Cultural Matarazzo

Lançamento Literário: Além dos Limites
Autora: Maria Aparecida Pereira de Souza (18-3222-7895)
O titulo – Além dos Limites – diz muito dos poemas que compõem este livro. A autora vai além do vivido e observado, e palpita, sensitivamente e sensivelmente com tudo que ciranda para além dos metafóricos redundantes. (Caio Porfírio Carneiro – Escritor e Conselheiro da União Brasileira de Escritores.)
13, sábado, às 19h30 na Galeria Takeo Sawada | Centro Cultural Matarazzo

*Prefeitura de Presidente Prudente

 

Confira a programação da Virada Cultural Paulista 2015

Consolidada como o maior evento cultural do interior e litoral de São Paulo, a Virada Cultural Paulista chega em sua 9ª edição em 2015, levando toda a variedade da produção artística para mais perto da população. Pois o grande forte da Virada é esse: oferecer gratuitamente os melhores espetáculos do cenário contemporâneo nas várias cidades participantes, promovendo uma intensa troca entre público, artistas e espaço urbano.

Este ano, 24 municípios realizam o evento em parceria com o Governo do Estado de São Paulo. Como no ano passado, serão dois fins de semana: 23 e 24; 30 e 31 de maio. Dessa forma, a população terá a oportunidade de acompanhar os shows em municípios diferentes, com a organização e tranqüilidade que também são a marca da Virada Paulista.

Esses oito anos de história não seriam possíveis sem o empenho das Prefeituras Municipais, que se esmeram em fornecer toda a infraestrutura necessária aos espetáculos, além de criar oportunidades para participação dos artistas locais. Um agradecimento especial ao SESC-SP, que participa da Virada com suas unidades do interior e litoral; ao Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS), que organiza a programação de cinema; e à Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA), organização social responsável pela execução do evento. Confira a programação das cidades:

> Programação em Araçatuba
> Programação em Araraquara
> Programação em Assis
> Programação em Campinas
> Programação em Caraguatatuba
> Programação em Ilha Solteira
> Programação em Mogi das Cruzes
> Programação em Presidente Prudente
> Programação em Registro
> Programação em Ribeirão Preto
> Programação em Santa Bárbara D’Oeste
> Programação em Santos
> Programação em Votuporanga

*Secretaria do Estado da Cultura

 

Virada Cultural Paulista 2015: Programação em Presidente Prudente

Fundada em 1917, Presidente Prudente está localizada a 570 km da capital paulista e a 980 km de Brasília. De acordo com o último censo realizado pelo IBGE, possui pouco menos de 208 mil habitantes, com um elevado Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), de 0,846. Nomeada em homenagem ao ex-presidente Prudente de Morais, a cidade abriga os distritos de Ameliópolis, Eneida, Floresta do Sul, Montalvão.

> Confira a Virada Cultural em outros municípios

Considerada pólo industrial, cultural e educacional, é conhecida como a “Capital do Oeste Paulista”. A tradição da cultura e do esporte também estão presentes em sua história. Todos os anos há grandes espetáculos da música, teatro, dança e, claro, eventos esportivos. O Estádio “Prudentão”, por exemplo, ficou conhecido mundialmente por ter presenciado o primeiro gol de Ronaldo “Fenômeno” na sua volta ao Brasil. PROGRAMAÇÃO – 30 E 31 DE MAIO

PALCO EXTERNO – PARQUE DO POVO
Av. 11 de Maio, s/nº
Os intervalos entre os shows contarão com uma trilha musical desenvolvida especificamente pelo DJ Rodrigo Bento.
0230/5 | 19:30
Agnaldo Timóteo [Música]
Mineiro de Caratinga, Agnaldo Timóteo volta toda atenção à carreira como cantor por meio do show 50 Anos de Estrada Asfaltada. No show, o público pode esperar por Meu Grito e Os Brutos Também Amam.
http://www.agnaldotimoteo.com.br/

30/5 | 21:00
Mateuzinho e Os Umbigaê [Música]
O cantor Mateuzinho Umbigaê convida o Rafael Morais trio para ajudá-lo a interpretar canções de diversas fases da carreira de Jorge Ben Jor. O público pode esperar por Jorge da Capadócia e Carolina Carol Bela.

30/5 | 22:30
Boogarins [Música]
Criada por Benke Ferraz (guitarra) e Fernando Almeida (voz e guitarra), a banda goiana é uma das boas novidades da música nacional. Com uma agenda de shows que inclui apresentações no exterior, o Boogarins apresenta o rock psicodélico do disco As Plantas que Curam (2013). Completam a formação do grupo os músicos Ynaiã Benthorldo (bateria) e Raphael Vaz (baixo).
http://www.boogarins.com

30/5 | 23:59
Krisiun [Música]
Criado em 1990, o trio gaúcho formado por Alex Camargo (baixo e voz) e pelos irmãos Max (bateria) e Moysés Kolesne (guitarra) é referência do death metal nacional e internacional. O show tem como base o trabalho mais recente The Great Execution.

31/5 | 15:30
Os Opalas [Música]
O quarteto tem como principal objetivo explorar clássicos do samba rock, além de mostrar músicas autorais. Entre os artistas contemplados pelo Os Opalas estão Jorge Ben Jor, Tim Maia e Marku Ribas. Mistura Cultural , É pra dançar e 4:20 são do repertório próprio do grupo.

31/5 | 17:00
Aláfia [Música]
Com referências da música negra, a banda vem atraindo um bom público em seus espetáculos devido a sua mistura funk, música de terreiro, hip hop e spokenword. Formado por Eduardo Brechó (voz e guitarra), Jairo Pereira (voz), Xênia França (voz), Fabio Leandro (teclado), Pipo Pegoraro (guitarra), Filipe Gomes (bateria), Lucas Cirillo (gaita), Gabriel Catanzaro ( baixo), Victor Eduardo (percussão) e Gil Duarte (trombone), o Aláfia faz show baseado no elogiado disco homônimo, de 2013, que lista Ela É Favela e Punga.

0431/5 | 18:30
Racionais MC’s [Música]
A espera foi grande, mas ela acabou em novembro de 2014. Após doze anos sem lançar material inédito, o mais relevante grupo de rap brasileiro colocou nas ruas o disco Cores & Valores. Há 25 anos na estrada, Mano Brown, Ice Blue, Edi Rock e KL Jay provaram que seguem em forma – no registro e no palco. Além das novas Quanto Vale o Show e Eu te Proponho, eles relembram Homem na Estrada e Negro Drama.

SALA DE CINEMA CONDESSA FILOMENA MATARAZZO – CENTRO CULTURAL MATARAZZO ***
30/5 | 19:00
Tudo pode dar certo [Cinema]
Boris Yellnikoff é um velho rabugento que tem o hábito de insultar seus alunos de xadrez. Ex-professor da Universidade de Columbia, ele considera ser o único capaz de compreender a insignificância das aspirações humanas e o caos do universo. Um dia, prestes a entrar em seu apartamento, Boris é abordado por Melodie St. Ann Celestine, que lhe implora para entrar. Ele atende ao pedido, a contragosto. Percebendo sua fragilidade, Boris permite que ela fique no apartamento por alguns dias. Ela se instala e, com o passar do tempo, não aparenta ter planos de deixar o local. Até que um dia lhe diz que está interessada nele.

PALCO ESPELHADO – PARQUE DO POVO*
Av. 11 de Maio, s/nº
Os intervalos entre os shows contarão com uma trilha musical desenvolvida especificamente pelo DJ Rodrigo Bento.
30/5 | 20:30
Last Kill Day [Música]
30/5 | 22:00
Subcut [Música]
30/5 | 23:30
Vinni Pelegrino e os Libertários [Música]
31/5 | 14:30
Arkhaikus [Música]
31/5 | 16:00
Alessa [Música]
31/5 | 17:30
Projeto Ensaio RAP [Especial]

TEATRO PAULO ROBERTO LISBOA
Rua Quintino Bocaiúva, 749 – Centro Cultural Matarazzo
30/5 | 18:00
Abertura Oficial [Especial]
30/5 | 18:30
Choros – Ballet Stagium [Dança]
Espetáculo coreografado por Décio Otero, que se inspirou num grupo de dezenas de músicos que se reunia semanalmente para tocar chorinhos ao lado de sua casa, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. O elenco, formado por Ariadne Okuyama, Camila Lacerda, Eduardo Mascheti, Eugenio Gidali, Gabriel Cardoso, Gláucio Malheiro, John Santos, Márcia Freire, Paula Perillo, Renata Medeiros, Raony Iaconis, Roberta Silva e Bruno Fortunato, interpreta, corporalmente, clássicos de nomes como Cartola e Pixinguinha.
30/5 | 20:30
Sinapse – Grupo Ruas de Fogo* [Dança]
30/5 | 22:00
Muito Prazer – Eu sou a Dança – Dança InPrudente* [Dança]
30/5 | 23:59
REC – Cia Mudança [Dança]
31/5 | 11:00
Quinteto de Sopros OSESP [Música]

SESC THERMAS DE PRESIDENTE PRUDENTE**
Rua Alberto Peters, nº 111
30/5 | 20:30
5 a Seco [Música]
O coletivo lança o segundo álbum de sua carreira e primeiro gravado em estúdio, consolidando a união de Leo Bianchini, Pedro Altério, Pedro Viáfora, Tó Brandileone e Vinicius Calderoni em torno de uma sonoridade baseada no encontro de suas personalidades como compositores.

31/5 | 15:00
A Lenda Mágica [Teatro]
Criação de Célio Amino e direção de Ricardo Malerbi, a peça é baseada na vida e no ensinamento de Shunryu Suzuki (1905-1971), monge Zen japonês. A apresentação reúne 17 números de mágica, costurados por uma narrativa teatral.

OBS:
* Programação complementar realizada pelo Município
**Programação complementar realizada pelo Sesc Thermas de Presidente Prudente
***Programação complementar realizada pelo MIS – Museu da Imagem e do Som