Arquivo da tag: vila

Baobá Coletivo de Arte se apresenta no Parque Vila de SV

Por Baobá Coletivo de Arte

Neste sábado (dia 5), às 19h, o Baobá Coletivo de Arte realiza mais uma apresentação do Projeto PRETUme. Dessa vez, a apresentação cênica está prevista no Parque Cultural Vila de São Vicente (Praça João Pessoa). “Espaço que que carrega por si só grande parte da nossa história e cultura afro-brasileira”, cita o organizador e ator Bruno Oliveira.

 

Cine Calunga abre inscrições virtuais até quinta-feira

Texto e foto: Fabiano Keller

O Cine Calunga 2017 abre inscrições virtuais para sua mostra de curtas-metragens até o próximo dia 11. O evento é uma iniciativa do Noise Coletivo realizado desde o ano passado em sessões de cinema ao ar livre no Parque Cultural Vila de São Vicente.

A realização do Cine Calunga tem por objetivo trabalhar a formação de plateia e a criação da cultura do cinema local, por meio da mostra de audiovisuais produzidos por realizadores da cidade, que tratem questões referentes à nossa região da Baixada Santista.

Agora lei municipal, o Cine Calunga deste ano será realizado na última semana de maio em São Vicente. As inscrições estão disponíveis no link: http://www.cinecalunga.com.br/2017

Noise Coletivo

Noise quer fazer cinema. Essa foi a primeira decisão de um punhado de amigos, com profissões distintas, que resolveu usar o tempo livre para se meter com a sétima arte. Para tal, fundamos um coletivo e nosso objetivo é contar histórias por meio do audiovisual.

Em cada projeto realizado, desempenhamos funções diferentes. O esquema é rotativo, hoje você é o diretor, amanhã pode servir o cafezinho. O importante é passar por vários papéis e aprender. Com o tempo, ganhamos experiência e vamos transformando o coletivo em diversos desdobramentos criativos.

 

‘Libertários’ é tema de cinedebate na Vila do Teatro no dia 15

Informações da Vila do Teatro

A Vila do Teatro recebe neste sábado, às 19h, em sua sede na Praça dos Andradas, o cinedebate gratuito ‘Construindo a Greve Geral’, com o filme ‘Libertários’. Em seguida, debate com servidores púbicos sobre a construção da greve geral na Baixada Santista.

O filme descreve, apoiado em fotos, filmes e música das época, mostra a importância do anarquismo nas resistências do movimento operário brasileiro do final do século XIX e começo do século XX. Foi elaborado com material do arquivo Edgard Leueuroth, considerado o mais completo acervo da imprensa Nesse tempo, no estado de São Paulo, o acelerado processo de industrialização forma um proletariado urbano, com marcada presença de imigrantes italianos de formação anarquista.

Organizados, conseguem expandir seu movimento e promover as primeiras greve, a fim de obter acordos e melhores condições de trabalho. O documentário destaca a Greve Geral de 1917 em São Paulo, desencadeada após a morte de um operário grevista, vítima da repressão policial. Após 1917, os efeitos da Revolução Russa acentuam a repressão contra o anarquismo e o movimento é enfraquecido com a prisão e deportação de seus principais líderes.

 

Teatro JN abre temporada no Parque Cultural Vila de São Vicente

Por Lincoln Spada

O Teatro JN entra em cartaz nesta semana com o espetáculo ‘Eu matei minha mãe’, com sessão neste domingo (dia 22), às 20h, no Parque Cultural Vila de São Vicente (Praça João Pessoa), com a entrada sendo exclusivamente 1 Kg de alimento não-perecível. A peça continuará em temporada entre os dias 28 de janeiro até 5 de fevereiro, com sessões aos sábados às 20h e 21h30, e aos domingos, às 20h. Os ingressos variam: R$ 5 (meia), R$ 7 (reserva antecipada) e R$ 10 (inteira).

A peça mostra a relação conflitante entre uma mãe solteira que vive as consequências de uma gravidez indesejada, e seu filho, um garoto de forte personalidade que cresce sentindo o peso de não ser compreendido pelos seus atos. Com um linguagem contemporânea, três atores mostram os dois pontos de vista ao decorrer da trama, desde a gestação até o estopim para a morte.

A direção, concepção cenográfica e de iluminação são de Igor Ferreira, texto de Mariana Nunes, figurino de Matheus Lima e Neide Felix, sonoplastia de Bianca Lima, produção de Karine Santos, e elenco formado por Chris Obeck, Matheus Lima e Andreza Lisboa. O apoio da E.E. Prof. José Nigro, Secretaria Municipal de Cultura e Conselho Municipal de Políticas Culturais de São Vicente.

 

Inscrições para atores e voluntários da Encenação da Fundação da Vila de SV 2017

Por Lincoln Spada

A partir desta segunda-feira (dia 7), estarão abertas as inscrições para os interessados em participar da Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, considerada o maior espetáculo em areia de praia do mundo. Com o tema ‘Reconstrução de uma cidade’, o evento compõe a programação de aniversário municipal, que completará 485 anos. A temporada será entre os dias 21 a 25 de janeiro, às 20 horas, na Praia do Gonzaguinha. A entrada será 1 Kg de alimento não-perecível, sendo toda a arrecadação destinada às entidades Apae, Centro Semente de Luz e Lar Vicentino.

As inscrições podem ser feitas até dia 12 de novembro no Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente (Rua Frei Gaspar, 280), das 8h30 às 17 horas. Além de vagas no elenco, há também vagas específicas para colaborar em: lavanderia, chapelaria, arquibancada, entrega de lanches, controladores de acesso aos camarotes, maquiadores e camareiras, entre outras funções.

Para se inscrever, os voluntários devem levar documento de identidade e uma foto 3×4. Este ano, crianças a partir dos 4 anos podem participar. Para a inscrição de menores, será necessária a presença de um responsável com documento de identidade, que vai assinar no local uma autorização. Neste ano, o espetáculo deve contar com a presença de ‘Calixtos’, que farão intervenção artística em paineis no cenário, além de uma caravela dourada em escultura de arame.

Com tema ‘Trevas – A Utilização dos Espaços Públicos’, tem sarau na Vila do Teatro

Por Vila do Teatro

Com o tema ‘Trevas – A utilização dos espaços públicos’, a Vila do Teatro realiza o seu tradicional sarau neste domingo (dia 30), a partir das 17h30, na sua sede, na Praça dos Andradas. O evento tem início com a sessão do espetáculo ‘Blitz – O Império que nunca dorme’, da Trupe Olho da Rua. Seguindo a ordem e o progresso nacional, nada mais (in)conveniente que passar por uma blitz (do alemão blitzkrieg, “guerra-relâmpago”, ou ataque repentino), ou ter seus direitos violados pelo Estado.

A opressão que o brasileiro vive hoje nas ruas, seja em meio a manifestações ou indo comprar pão na esquina é levada de forma satírica e mordaz pelo grupo, seja suscitando a discussão sobre a desmilitarização da polícia e o exacerbado militarismo como resquício do período ditatorial ou como diria Brecht “um grande divertimento quanto aos tempos de barbárie”.

Após o espetáculo, às 19 horas, haverá um bate-papo com coletivos artísticos realizadores de ocupações em espaços públicos na Baixada Santista. E, às 21h30, o microfone estará aberto no sarau. Entre as presenças confirmadas, Natt Matt, Usrec – Coletivo de Rap, Raquel Rollo (com batucada poética), Corsários de la Cumbia e Litha Afrontite (Discotecagem), o bar Rabo de Galo e a exibição do curta-metragem ‘Por trás do cartão postal’.

 

Vila do Teatro abre inscrições para cursos de teatro de rua e circo

A Vila do Teatro está com inscrições abertas para oficinas culturais gratuitas, cujas aulas têm início no dia 16 de março. São oferecidos os cursos de Teatro de Rua (quartas, das 19h às 22h, com a Trupe Olho da Rua) e Circo (quintas-feiras, das 19h às 22h, com o grupo Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses).

Interessados devem enviar nome, telefone e oficina de interesse pelo inbox, por meio do http://www.facebook.com/viladoteatro. A Vila do Teatro fica na Praça dos Andradas, 35, no Centro Histórico (ao lado da rodoviária).

*Prefeitura de Santos